Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Quais os benefícios do apoio domiciliário para os idosos?

Quais os benefícios do apoio domiciliário?

Os benefícios para os idosos que vivem nas suas próprias casas são inegáveis. Mas quando um idoso começa a debater-se com as tarefas e atividades domésticas da vida quotidiana, pode tornar-se uma importante fonte de preocupação para a sua família.

A contratação de cuidados domiciliários é uma excelente opção que permite aos idosos envelhecerem em segurança.

Os cuidadores profissionais em casa proporcionam aos idosos cuidados práticos, bem como ajuda nos aspetos emocionais e de rotina da vida quotidiana.

Para além dos benefícios mais imediatos do apoio dos cuidados domiciliários, tanto os idosos como os membros da sua família podem sentir uma maior tranquilidade.

Muitos fatores contribuem para que alguém precise de cuidados ou apoio domiciliário, entre eles estão a existência de deficiências físicas, um diagnóstico mais grave de uma doença, recuperação pós-cirúrgica, agravamento das condições ou sintomas de uma doença existente, declínio da saúde global do idoso, entre outros.

O envelhecimento em casa com a ajuda do apoio ao domicílio é uma das melhores soluções para os idosos que já não são independentes ou que já não estão de boa saúde.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, a população idosa em Portugal irá aumentar cerca de 32% em relação à população total em 2050.

A maior parte destes idosos não pretendem passar a sua velhice em instituições ou lares, preferindo manterem-se no espaço que lhes é familiar e no qual se sentem confortáveis.

Segundo a Organização Mundial de Saúde o apoio domiciliário surge como uma resposta eficaz, aos problemas com que os idosos se confrontam. Para esta organização, o domicílio é um local com ligações e associações a emoções, memórias e conforto.

O apoio domiciliário refere-se aos cuidados fornecidos por profissionais de saúde no domicílio do idoso de forma a dar resposta às necessidades individuais.

Estas necessidades podem incluir a reabilitação, apoio de enfermagem em procedimentos técnicos ou acompanhamento, apoio nos serviços domésticos e necessidades básicas.

Este tipo de apoio em casa pode apresentar diferentes tipos de cuidados para pessoas com necessidades diferentes.

Para as necessidades complexas, o apoio pode ser dado 24 horas por dia, para as pessoas que só necessitam de ajuda de forma pontual e para tarefas relativamente simples como os serviços domésticos ou auxílio na higiene pessoal, o apoio pode ser menos frequente.

 Essencialmente o apoio ao domicílio pretende promover, manter ou recuperar a saúde, maximizando o nível de independência ou minimizando os efeitos da doença ou de possível deficiência, bem como fornecer apoio social ao idoso e à sua família.

À medida que as pessoas envelhecem, as tarefas diárias podem começar a tornar-se mais difíceis, a possibilidade de o idoso se manter na sua casa oferece uma sensação de conforto e independência.

Benefícios do apoio domiciliário

Os cuidados em casa também podem ajudar os idosos a manter ou mesmo aumentar os níveis de confiança. Viver num lar de idosos ou num centro de assistência pode fazer uma pessoa sentir-se derrotada, indefesa ou mesmo amarga.

A capacidade de permanecer em casa pode encorajar o idoso a procurar ajuda e a comunicar mais.

Os cuidados domiciliários capacitam os idosos a fazer as coisas por si próprios, estes sentimentos de confiança e independência podem ser extremamente benéficos para a sua saúde mental e bem-estar.

Eis alguns dos benefícios do apoio domiciliário:

Paz de espírito para as familias

Os serviços de apoio domiciliário proporcionam os cuidados individuais e personalizados que um único prestador de cuidados não pode realisticamente oferecer a tempo inteiro.

Esta adição ao plano de cuidados para idosos concede aos seus familiares oportunidades de descanso sem culpa, que reduzem os níveis de stress e previnem o esgotamento dos membros da família.

Os familiares de um idoso preocupam-se normalmente com a sua segurança e bem-estar. Quando os idosos podem ficar em casa, o stress de uma mudança na vida de todos já não é iminente. 

Podem preocupar-se menos com a sua segurança e ter a certeza de que a sua saúde está em boas mãos.

A ligação aos familiares permite perceber quais os cuidados especiais que os idosos necessitam em casa, proporcionando-lhes paz de espírito.

Não tendo de se preocupar com o idoso e do facto de ele estar sozinho, sofrer uma queda ou ficar ferido enquanto realiza atividades diárias tais como tomar banho e usar o fogão para cozinhar, por exemplo.

Supervisão da vida quotidiana

Alguém para cuidar do idoso em casa fará uma vigilância e poderá detetar mudanças no seu estado, tais como recusa para comer, perda repentina de peso, má gestão de medicamentos, ou flutuações na memória e raciocínio.

Este tipo de responsabilização pode fazer uma diferença significativa na prevenção de acidentes e complicações de saúde evitáveis, particularmente em situações em que um idoso tem dificuldade em comunicar ou recordar eventos.

Os profissionais de apoio ao domicilio são especificamente treinados para ler pistas subtis de que a condição mental ou física de um idoso mudou e agir rapidamente para remediar a situação.

Criação de um ambiente seguro

Algumas preocupações relativas ao envelhecimento dos idosos em casa é a falta de um ambiente seguro.

Mas para evitar o desenraizamento do idoso do seu ambiente familiar, a melhor aposta é criar um ambiente seguro onde ele vive.

A casa de um idoso pode facilmente ser transformada num espaço seguro e confortável para permanecer e viver.

Para tornar a casa mais segura é necessário considerar a integração de algumas precauções de segurança no domicílio:

  • Instalar barras de apoio no chuveiro
  • Adicionar revestimentos antiderrapantes aos pavimentos dos chuveiros e banheiras
  • Mover os artigos do armário de cima para baixo para facilitar o acesso
  • Remover objetos soltos do chão para evitar quedas
  • Simplificar a disposição dos moveis e objetos na casa

Cada situação é única, mas fazer algum esforço para manter a casa segura permite aos idosos manter a maior parte da sua independência, como também obter um nível de cuidados mais pessoal que tem em conta sua saúde e segurança.

Boa nutrição

Os idosos e as suas famílias podem beneficiar com os serviços de preparação de refeições.

Muitos idosos dependem de comida rápida, jantares congelados, e outros alimentos de baixo valor e prontos a comer para a nutrição.

Os prestadores de cuidados em casa podem fornecer alimentos frescos, ricos em nutrientes, que contribuem para uma melhor saúde, alimentação e níveis de energia mais elevados.

Podem também ser prestadas consultas de nutrição para orientar a execução das refeições e a escolha mais adequada dos alimentos.

Conforto

A principal vantagem dos cuidados domiciliários é a possibilidade de o idoso permanecer no local que lhe é mais confortável e familiar.

Pode dormir na sua própria cama, usar a sua própria casa de banho, e continuar as suas rotinas diárias.

Estar num ambiente familiar pode ser especialmente benéfico para os idosos que sofrem de condições progressivas que afetam a memória, tais como a demência.

Cuidados personalizados

Em vez de se ajustar aos horários e rotinas de uma instituição que presta cuidados aos idosos, um plano de cuidados domiciliários é personalizado para se adaptar às necessidades do idoso e da sua família.

Quer a pessoa idosa precise apenas de assistência durante algumas horas por dia, ou necessite de cuidados a tempo inteiro, os cuidados de apoio ao domicílio são flexíveis e adaptam-se ao que é melhor para cada caso.

Recuperação mais rápida

Alguns estudos mostram que os pacientes recuperam de uma cirurgia e de uma doença mais rapidamente e com mais sucesso no conforto da sua própria casa.

Têm também um risco reduzido de desenvolver infeção pela exposição a germes numa instalação hospitalar e têm menos readmissões no hospital.

Atenção individualizada

A natureza pessoal dos cuidados domiciliários permite que a pessoa idosa seja o foco principal do prestador de cuidados.

O seu trabalho é proporcionar um nível de atenção e cuidado que garanta que o idoso esteja seguro e confortável.

Uma vez que um prestador de cuidados em casa está geralmente a cuidar de um único cliente, as suas necessidades são satisfeitas muito mais rapidamente do que numa residência ou lar.

Eficácia de custos

Para os idosos que necessitam de assistência a tempo parcial, o custo dos cuidados domiciliários pode ser significativamente mais baixo do que um centro de dia ou lar de idosos.

Por outro lado, o valor pode ser pago à hora ou por serviços prestados, o que permite uma maior flexibilidade e um leque maior de escolhas.

Independência

Ao proporcionar cuidados pessoais contínuos, os prestadores de cuidados ao domicílio são capazes de ajudar os idosos a continuar a viver em segurança, confortavelmente e socialmente em casa.

Um pouco de apoio extra pode ser tudo o que é necessário para prolongar o sentimento de independência de um idoso.

Esta faceta do apoio ao domicílio pode ajudar a melhorar as suas perspetivas de vida e aumentar a sua autoconfiança.

A maioria dos indivíduos seniores sente-se reconfortada por permanecerem em ambientes familiares onde passaram grande parte das suas vidas.

Os serviços de cuidados domiciliários apoiam o processo de envelhecimento no local mais familiar para o idoso e podem ajudar a atrasar ou impedir a mudança para uma instituição de cuidados a longo prazo.

A perda da independência é uma grande preocupação para os idosos quando começam a considerar optar pela ajuda domiciliaria.

Um dos fatores mais positivos deste tipo de cuidados é a possibilidade de manter o controle sobre muitos aspetos da sua vida diária. Os idosos podem continuar a viver segundo o seu próprio horário, escolhendo quando querem comer, dormir e socializar.

Para os idosos que já não conduzem, um prestador de cuidados pode ajudá-los no transporte para atividades sociais e a fazer recados, dando apoio à sua capacidade de viver de forma independente.

Proteger a liberdade pessoal

Quando o idoso faz a transição para um centro de saúde, em particular um lar de idosos, geralmente abdica de uma quantidade significativa de liberdade.

Assim, ao permanecer em casa, em segurança com algum tipo de cuidados, manterá mais privacidade e dignidade.

Nestas circunstâncias, os idosos podem tomar as suas decisões de forma mais autónoma sobre as suas escolhas pessoais em relação às refeições, horários e outras atividades da vida diária.

Companheirismo e oportunidades sociais

Um dos aspetos mais importantes à medida que alguém envelhece, é a importância das ligações sociais.

Muitos idosos vivem sozinhos, e quando têm dificuldade em se movimentar, perdem a capacidade para conduzir um carro, ou não têm família e amigos por perto, isso pode aumentar a sensação de isolamento e solidão.

Os cuidados de companheirismo providenciados pelo apoio ao domicílio proporcionam uma interação social extremamente importante.

O companheirismo pode manifestar-se de formas muito diferentes e simples como conversar sobre café, fazer caminhadas, cozinhar ou jardinagem em conjunto.

Incluído no processo de fazer o seu trabalho, os cuidadores evitam a solidão e a depressão nos mais velhos.

Os idosos que vivem sozinhos experimentam frequentemente isolamento social e sentimentos de solidão que podem levar a um declínio na saúde.

Um cuidador ao domicilio proporciona um rosto familiar, uma conversa amigável, e uma ligação humana significativa, tudo isto pode ter um grande impacto na saúde e bem-estar em geral dos idosos.

Alternativa para cuidados especializados a longo prazo

Dependendo da doença ou da situação médica do idoso, os cuidados de saúde domiciliários são quase sempre uma boa opção em comparação com os cuidados prestados em instituições.

Proporcionam uma alternativa mais adequada em muitos casos.

Apoio ao tratamento

Quando o idoso permanece com o apoio domiciliário em casa permite facultar à família e aos amigos uma ajuda com o tratamento que o idoso necessita.

Isto pode incluir a administração de medicamentos, ajuda com terapia ocupacional, fisioterapia ou mesmo com consultas de nutrição.

Manter um bom estado de espirito

As pessoas sentem-se sempre mais confortáveis nas suas próprias casas, e isto permite um maior sucesso a longo prazo nos tratamentos e bem-estar.

Estar em casa permite aos idosos viverem vidas mais felizes com maiores ligações a relações importantes. Por sua vez, isto mantém os seus espíritos elevados, melhor disposição e a depressão em baixos níveis.

Envolvimento da família

Os cuidados ao domicílio permitem que a família seja uma parte importante do plano de cuidados dos idosos.

Os prestadores de cuidados ajudam a manter a ligação com a família e pode apresentar atualizações frequentes não só dos cuidados prestados como também do estado de saúde geral e do progresso do idoso.  

Transporte seguro

A partir de uma certa altura os idosos começam a sentir insegurança a conduzir um carro, muitas vezes por dificuldades de visão ou de audição.

Este processo limita a sua independência e impede drasticamente a sua capacidade de completar tarefas quotidianas, como comprar mercearias, passear e visitar os amigos.

Um cuidador profissional pode transportar e acompanhar o idoso a lojas, reuniões, consultas médicas, eventos sociais ou outras atividades. Este apoio pode expandir o mundo de um idoso fora da sua casa e ajudá-los a permanecer física e mentalmente ativos.

Conjunto alargado de serviços

Os cuidados de saúde ao domicílio incluem cuidados clínicos de uma forma abrangente. Podem incluir enfermagem e terapia especializada, fisioterapia, cuidados paliativos, terapia da fala, massagens, cuidados com feridas e gestão de medicamentos e até treino personalizado.

Previne idas desnecessárias ao hospital

Os idosos podem ser capazes de evitar visitas desnecessárias ao hospital, gerindo as suas condições de saúde em casa.

Os cuidados ao domicílio ajudam através de um acompanhamento e educação regulares.

Os idosos também têm acesso a um profissional de saúde 24 horas por dia, 7 dias por semana, a quem podem telefonar se tiverem sintomas problemáticos e não tiverem a certeza do que podem fazer.

Permite manter os animais de estimação

A capacidade de permanecer a viver em casa significa que o idoso não terá de se separar do seu animal de estimação.

Para os idosos, a companhia de animais de estimação ajuda a aliviar a solidão, reduzir as doenças cardíacas e acalmar os doentes com demência.

A ajuda de um cuidador pode permitir aos idosos desfrutar dos benefícios da companhia de um animal de estimação, mesmo que necessitem de alguma assistência para cuidar do animal.

Equipa de profissionais

Enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, terapeutas da fala, assistentes sociais e auxiliares compõem a equipa de cuidados de saúde domiciliária que tem muitas vezes a supervisão por um médico.

Cada membro da equipa é cuidadosamente treinado e especializado para puder assegurar um cuidado mais adequado a cada caso específico.

Promove a recuperação

Alguns estudos demonstram que os idosos se curam mais rápida e confortavelmente em casa do que num hospital ou lar de idosos e que há significativamente menos hipóteses de voltarem a ser hospitalizados quando a recuperação é feita em casa.

Melhora a qualidade de vida

O envelhecimento em casa prolonga e melhora a qualidade de vida global do idoso, adiando a institucionalização e prevenindo o declínio prematuro.

Ao encorajar a independência e o autocuidado, os idosos permanecem responsáveis pelas suas próprias vidas durante o máximo de tempo possível.

Relatam altas taxas de satisfação pessoal e, ao contrário de outras formas de cuidados de saúde, os cuidados em casa ajudam a prolongar a vida, eliminando os fatores de stress associados ao envelhecimento numa instituição para idosos.

Optar por passar pelo processo de envelhecimento em casa pode enriquecer muito a qualidade dos últimos anos de vida dos idosos.

Conclusão

Um componente essencial dos cuidados ao domicílio a idosos é assegurar que a pessoa idosa se sinta segura e confortável. Quando podem permanecer na sua própria casa, a maioria dos idosos sente-se melhor mental e fisicamente.

Estar em casa significa que estão rodeados pelo que lhe é familiar, o que ajuda a criar uma sensação de segurança e liberdade.

As instalações de vida assistida podem ter algumas vantagens, mas os cuidados de saúde ao domicílio são quase sempre a solução mais favorável.

Mais importante ainda, quem recebe os cuidados domiciliários tem acesso a cuidados mais personalizados. Os prestadores de cuidados dedicados proporcionam um sentido de companheirismo e compaixão que mais dificilmente se encontra em grupos grandes.

Quando uma pessoa idosa precisa de cuidados específicos, as suas necessidades podem ser negligenciadas numa instituição com um maior número de pessoas. Os idosos que ficam em casa recebem assistência pessoal ao seu próprio ritmo, num ambiente mais íntimo.

A maior vantagem dos cuidados ao domicílio é permitir que os mais velhos envelheçam no local que lhe é mais familiar e evitem a mudança para uma instituição.

O nível e tipo de cuidados prestados em casa vão depender do nível de necessidade de uma pessoa. Os cuidados podem ser prestados a tempo inteiro, por vezes 24h por dia, ou em tempo parcial, consoante as necessidades.

Os cuidados ao domicílio servem também para ajudar as famílias dos idosos a dar mais atenção a outras coisas como as prioridades de vida com o trabalho, os cuidados com as crianças, a relação conjugal, e mais tempo para si próprios, já que muitas vezes os familiares são os primeiros prestadores de cuidados.

Em geral, receber cuidados domiciliários reduz a readmissão hospitalar inevitável, ajudando também na recuperação de doenças, lesões, ou cirurgias, levando a curas mais rápidas, quando a recuperação é feita em casa, em vez de ser feita num estabelecimento médico.

No essencial, os cuidados personalizados proporcionam uma maior qualidade nos próprios cuidados. Os prestadores de cuidados profissionais ao domicílio conhecem os seus pacientes a um nível relacional mais profundo para que possam ajudar da melhor forma.

Esta atenção personalizada permite uma qualidade de vida incomparável aos idosos, que assim têm uma fase final de vida com mais segurança e bem-estar.

Juntos Cuidamos Melhor!

Na Mais que Cuidar encontra uma gama completa de produtos e serviços  que dão uma ajuda importante no apoio e no conforto, prestando cuidados de saúde ao domicilio (apoio domiciliário, fisioterapia, enfermagem) e produtos de apoio para comprar ou alugar.

Os nossos profissionais de saúde e mobilidade estão sempre disponíveis para ajudar a encontrar as melhores soluções para a sua situação específica. Temos ao seu dispor uma linha de apoio de enfermagem 24h/dia 365 dias do ano.

Na Mais que Cuidar poderá contar também com o apoio do médico fisiatra através da consulta ao domicílio ou da teleconsulta.

Referências:

  • Instituto Nacional de Estatística
  • Organização Mundial de Saúde
  • Aging Care
  • Senior Care

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225