Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Como tratar da saúde dos pés dos idosos?

Como tratar da saúde dos pés dos idosos?

Os cuidados com os pés são importantes em todas as idades.

Mas é importante ser gentil com os pés à medida que a idade avança porque os pés podem ainda ajudar muito, como por exemplo, a não sentir dores para continuar com as atividades diárias como fazer compras a pé, trabalhar no quintal e manter a mobilidade.

É especialmente importante cuidar proativamente dos pés à medida que se envelhece.

Cuidar dos pés todos os dias vai ajudar a evitar problemas como bolhas ou pé de atleta.

Muitos idosos sofrem com dores recorrentes nos pés, muitas vezes os primeiros sinais de uma doença sistémica aparecem nos pés, por isso examinar os pés é importante para ter uma visão da saúde geral e prevenir o desenvolvimento de algumas doenças.

Estas doenças sistémicas incluem problemas circulatórios, diabetes e artrite. Os sinais indicadores de que algo pode estar mal incluem unhas quebradiças, pele seca, descoloração e perda de pelos nas pernas. Outros indícios incluem cólicas, dormência ou formigueiro nos pés.

Os idosos sofrem frequentemente com distúrbios nos pés que levam à dor.  As perturbações dos pés que afetam os idosos são geralmente dolorosas e reduzem a mobilidade.

Estes idosos têm maior probabilidade de necessitar de assistência adicional por parte dos seus cuidadores. Os cuidados do apoio ao domicílio podem ajudar os idosos a examinar e cuidar dos seus pés regularmente.

Cuidados a ter com os pés

Cuidar dos pés pode tornar-se difícil para os idosos que podem ser menos flexíveis ou ter outras deficiências que os impeçam de alcançar, limpar e examinar os pés.

Algumas doenças particularmente associadas aos idosos como a diabetes podem afetar gravemente os pés, é necessário assegurar que os pés e as unhas dos pés sejam devidamente tratados.

Cuidados adequados com os pés são especialmente importantes para indivíduos que têm doenças cardiovasculares, diabetes ou qualquer outro problema de saúde que cause má circulação nos pés.

Alguns dos cuidados necessário a ter são:

Examinar a parte inferior dos pés

Cortes, lascas, rachaduras, calos, bolhas e feridas de pressão nos pés devem poder ser curados em 24 horas, por isso é importante examinar os pés diariamente. Se estes problemas não se resolverem neste período de tempo, é necessário procurar ajuda médica.

Verificar as meias

As meias que os idosos usam devem ser sem costuras e não demasiado apertadas porque podem inibir o fluxo de sangue para os pés.

Os idosos devem evitar usar meias de 100% algodão, uma vez que este material não absorve totalmente a humidade, é preferível usar meias com mistura acrílica.

Algumas meias podem ajudar com a circulação, como as meias de compressão.

Cuidados com as unhas dos pés

Evitar uma unha do pé encravada é importante para qualquer idoso, dado que um problema de circulação e uma unha do pé encravada pode levar à amputação.

Depois de cortar as unhas dos pés de um idoso, é necessário limar as unhas em linha reta e depois arredondar as extremidades.

Escolher bem os sapatos

Três em cada quatro pessoas com mais de 65 anos de idade usam sapatos demasiado pequenos. Os sapatos mal-adaptados são uma das principais causas de dores nos pés, por isso é necessário que o idoso use sapatos e meias adequados.

Proteção dos pés

Os idosos que têm má circulação nos pés têm mais probabilidades de sofrer lesões sem saberem, o que pode levar a uma infeção que se não for devidamente tratada pode levar a uma amputação.

O uso de meias com absorção da humidade e sapatos fechados podem proteger o pé de lesões.

Usar o calçado adequado pode melhorar o equilíbrio e ajudar a prevenir quedas. Deve ser escolhido calçado espaçoso e bem amortecido, sem saltos grandes ou espaços para o dedo do pé estreitos, os dedos não devem ficar apertados.

Ao comprar um novo par de sapatos, é importante escolher o tipo de meias para usar com os novos sapatos para um ajuste perfeito.

Se o idoso tiver artrite ou outro problema crónico do pé, o médico pode sugerir sapatos ortopédicos ou inserções de sapatos. Estes sapatos personalizados ajudam a andar mais confortavelmente para aliviar a dor no pé e corrigir problemas estruturais.

Aplicar loção hidratante

O uso de loção para hidratar a pele dos pés é importante. O hidratante deve ser aplicado na parte superior e inferior dos pés, mas não deve ser entre os dedos.

Pedicure

Um prestador de cuidados no apoio domiciliário pode facilmente executar uma pedicure padrão, se o idoso tiver diabetes, uma má circulação ou entorpecimento dos pés, uma intervenção médica com um pedologista várias vezes por ano pode ser benéfica.

Banhos para os pés

Os spas ou banho para os pés podem ajudar os músculos tensos a relaxar. Um banho de pés também acalma a pele seca e os joanetes dolorosos. Os banhos regulares podem prevenir alguns distúrbios porque muitos deles ocorrem devido à tensão muscular.

Exercícios com os pés

Os idosos devem esticar os seus pés diariamente. Estes exercícios podem ser feitos a seguir ao banho de pés, já que o banho relaxa os músculos tensos.

O alongamento também reduz a tensão muscular e trata as formações de nós antes que se tornem realmente dolorosos.

Tratar os odores

É possível reduzir a acumulação de bactérias causadoras de odores. Os pés devem ser lavados pelo menos duas vezes por dia e em caso de necessidade podem ser aplicados sprays antibacterianos nos pés.

Circulação de sangue nos pés

É importante que os idosos saibam manter o sangue a fluir para os seus pés. O cruzamento das pernas durante um longo período de tempo inibe o fluxo sanguíneo para os pés e deve ser evitado.

Ao longo do dia os idosos devem mexer os dedos dos pés e mover os tornozelos para cima e para baixo e para dentro e fora durante 5 minutos, duas ou três vezes por dia. Sempre que possível, os pés devem ser elevados.

Utilização de calor

Os idosos com má circulação devem evitar as almofadas de aquecimento e as garrafas de água quente porque podem causar queimaduras nos seus pés. Em caso de pés frios, devem ser usadas meias, para aquecer.

Em suma os cuidados mais importantes a ter com os pés envelhecidos são:

  •  Lavar e secar bem os pés para uma boa higiene
  • Usar um par de meias novas e limpas e mudá-las diariamente
  • Manter as partes internas e externas dos sapatos limpas
  • Não usar o mesmo par de sapatos dois dias seguidos
  • Usar sapatos bem ajustados
  • Evitar andar descalço, particularmente em áreas públicas
  • Selecionar os sapatos certos para os pés

Conclusão

À medida que envelhecemos, os pés envelhecidos tornam-se mais delicados e necessitam de cuidados adicionais.

Muitos idosos fazem check-ups médicos frequentes, fazem exercício regularmente, e em geral tentam cuidar bem de si próprios, mas um aspeto da sua saúde que frequentemente negligenciam é o bom cuidado dos pés.

Lesões nos pés, negligência e doença são fatores importantes que contribuem para a mobilidade, ou falta dela nos idosos.

Os idosos tendem a ter mais problemas com os seus pés do que os adultos mais jovens, simplesmente porque os utilizaram durante mais tempo.

As mulheres têm quatro vezes mais probabilidades do que os homens de terem problemas nos pés, provavelmente devido à preponderância de saltos altos.

Algumas doenças como diabetes e má circulação também podem afetar a saúde dos pés.

A negligência dos pés pode significar redução da qualidade de vida, problemas de coordenação, equilíbrio e marcha, o que por sua vez contribui para um risco acrescido de queda e pode levar a doenças e infeções.

Com o tempo, os pés achatam e tornam-se mais largos. O acolchoamento adiposo desgasta naturalmente. Isso deixa os ossos e articulações dos pés mais expostos ao desgaste.

Uma lesão tão simples como uma bolha nos pés pode prejudicar a mobilidade, o equilíbrio, e a função geral dos idosos.

Os pés devem ser mantidos limpos e secos e feita a monitorização das unhas dos pés para detetar deformidades ou deformações, aparando-as conforme necessário.

Os pés também devem ser examinados para detetar quaisquer infeções fúngicas, feridas, cortes, ou rachaduras causadas pela secura da pele.

Quebras de pele, entorses, neuropatia, unhas encravadas, e lesões como fraturas podem ser o primeiro dominó a cair e levar a uma cascata de condições de saúde que podem afetar seriamente a saúde e o bem-estar dos adultos mais velhos.

No entanto, tal como outras partes do corpo, bons cuidados e manutenção podem dar uma grande ajuda na promoção da saúde e na garantia de que os idosos se mantenham móveis e independentes.

Juntos Cuidamos Melhor!

Referências:

Nursing & Homecare

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Chamada para rede fixa nacional
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Chamada para rede fixa nacional
Oeiras
Oeiras
Rua Luís Tavares 17
2740-315 Porto Salvo
T. 219 362 035
Chamada para rede fixa nacional
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Chamada para rede fixa nacional
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
Chamada para rede fixa nacional