Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Quais são as melhores atividades de verão para os idosos?

Quais são as melhores atividades de verão para os idosos?

A estação do verão traz frequentemente muito calor, mas também pode trazer excesso de calor com temperaturas perigosamente altas e condições meteorológicas extremas.

Os idosos são mais propensos ao stress térmico, pelo que devem ser particularmente cuidadosos com as atividades no calor. Este verão, é importante manter os idosos frescos, mas também em movimento e envolvidos no que os rodeia.

Desta forma, é importante escolher atividades de verão seguras para os idosos durante os meses mais quentes.

Apesar de estar calor e dentro de valores aceitáveis da temperatura, o idoso poderá sair e aproveitar o tempo de verão o melhor possível, depois de meses de tempo frio e pouco sol.

Há algumas atividades para esta época do ano que são seguras e agradáveis para pessoas de todas as idades.

Ar fresco, socialização, e atividade física podem tornar o verão numa altura agradável para os idosos, desde que respeitando os níveis de segurança de acordo com as condições atmosféricas e a idade dos idosos.

Uma das principais vantagens de sair, mesmo durante um curto período de tempo, é poder absorver alguma luz solar.

A exposição solar gera vitamina D, que é necessária para cérebro, ossos e músculos serem mais saudáveis.

Algumas vezes a luz solar é mesmo prescrita como fonte de vitamina D, que tende a melhorar a função cognitiva e o estado de espírito.

Os idosos, especialmente os que estão em casa ou cuja exposição à luz solar é limitada, correm um risco elevado de insuficiência de vitamina D.

Além dos benefícios físicos da luz solar natural e do ar fresco, estar no exterior proporciona benefícios mentais e emocionais.

Sair de casa permite que os mais velhos socializem com novas pessoas, e muitas atividades ao ar livre proporcionam oportunidades de interação com crianças, natureza e animais. Estas atividades podem dar às pessoas idosas um maior animo e entusiasmo.

Atividades de verão

Ao selecionar uma atividade para os idosos, o foco principal deve ir primeiro para os passatempos e os interesses que costumavam fazer e usar de criatividade para novas opções que podem achar divertidas e gratificantes.

Naturalmente, é necessário ter em mente as recomendações do médico, do Serviço Nacional de Saúde e das entidades de meteorologia, para garantir a segurança do idoso. Tomar as devidas precauções vai proteger não só os idosos como os que o rodeiam.

Fazer um piquenique

Os piqueniques são uma atividade flexível que se pode planear num parque, no próprio quintal ou em terrenos públicos, de fácil acesso e com condições.

No parque, os idosos podem ver outros idosos, crianças a correr e a aproveitar a atividade ao ar livre. É importante procurar locais confortáveis e com muita sombra, ou levar dispositivos próprios que proporcionem sombra.

Um piquenique é uma ótima desculpa para sair de casa e aproveitar o tempo. A comida pode ser acomodada em embalagens próprias e depois partilhada quer com amigos quer com familiares.

Cozinhar uma refeição fresca

Os produtos frescos tendem a ser melhores e mais disponíveis durante o verão. Cozinhar com frutas e legumes frescos pode proporcionar uma nutrição importante para os idosos.

Além disso, cozinhar pode ser uma atividade terapêutica porque permite um sentido de propósito e é também uma atividade criativa.

Uma outra solução é guarnecer água com frutas e ervas aromáticas, o que estimula uma maior ingestão de água e ajuda os idosos a permanecerem hidratados.

Relembrar o passado

O verão é uma excelente altura para os mais idosos relembrarem as memórias de verões anteriores.

Desde as viagens pelo país às idas à praia, os idosos têm geralmente uma lista de memórias bastante extensa.

Os idosos gostam frequentemente de partilhar e recontar histórias do seu passado. Além disso, a recordação pode ter benefícios para os idosos, incluindo melhor comunicação e redução do stress.

Outra forma de partilhar memórias é rever fotografias ou postais ilustrados, o que pode ajudar sobretudo os idosos com a doença de Alzheimer e demência, suscitando memórias especiais.

Criar arte

A terapia da arte proporciona um estímulo criativo para os idosos e pessoas que vivem com demência.

Trabalhar com arte pode ajudar os idosos a expressar as suas emoções e a desenvolver as suas capacidades motoras.

Ao produzir uma obra de arte, os idosos podem também aumentar a sua confiança, concentração e motivação. Trabalhar com argila, em particular, também oferece benefícios significativos para os idosos.

Participar em eventos comunitários

Desde desfiles e fogos de artifício até a festas típicas desta altura do ano, há muitos eventos comunitários durante o verão que oferecem oportunidades para os mais velhos saírem e se divertirem.

Muitas comunidades oferecem atuações musicais ao ar livre, espetáculos de arte, outro tipo de espetáculos, mercados de rua, festivais, e muitas outras atividades.

A secção de eventos do jornal local para encontrar acontecimentos que se adequem aos interesses e capacidades do idoso, ou a internet, podem ser boas opções para encontrar eventos.

Manter a atividade na água

A natação e a aeróbica aquática ajudam a vencer o calor, ao mesmo tempo que mantém o corpo em forma.

As atividades de verão feitas na água para idosos são geralmente de baixo impacto e ótimas para indivíduos com artrite ou articulações rígidas.

Outros exercícios de baixo impacto incluem yoga, tai chi de cadeira e voleibol de balão.

Jogos

Os jogos de tabuleiro e de cartas são formas divertidas e competitivas de ajudar os idosos a permanecerem envolvidos na comunidade, bem como a socializarem. Os jogos e outras atividades de lazer podem reduzir o risco de demência.

Para aqueles que desejam algumas atividades mais calmas, montar um puzzle dentro de casa pode ser uma alternativa.

Ter um enigma para resolver é útil para as mentes envelhecidas dos idosos e proporciona um sentido de propósito através da sua realização.

Ver filmes

Os filmes proporcionam uma fuga emocional e podem ajudar a tirar o foco das doenças que o idoso tem. A utilização de filmes também oferece uma forma de relaxar para os idosos que têm demência.

O idoso poderá escolher os filmes que quer ver, mas de preferência deverá ser uma lista com vários géneros de filmes disponíveis.

Sair de casa em segurança

Embora o calor possa limitar algumas atividades ao ar livre, mesmo assim é importante sair para o exterior da casa, desde que seja seguro.

A luz solar é uma grande fonte de vitamina D, que pode ajudar a combater a osteoporose, a ansiedade e a depressão.

A vitamina D também estimula o sistema imunitário e melhora a saúde do cérebro. Sair de casa, mesmo durante um breve período, deve ser uma prioridade para todos os idosos, especialmente para os que têm problemas de memória.

Algumas formas de sair de casa em segurança e estar ao ar livre podem incluir:

  • Aproveitar as horas mais frescas do dia, observando o nascer do sol ou o pôr-do-sol ao final do dia.
  • Encontrar um lugar à sombra para observar aves. A observação de pássaros pode ser divertida e empolgante à medida que os observadores tentam identificar diferentes aves.
  • Considerar dar um passeio de manhã ou ao final do dia. Transportar uma garrafa de água para evitar a desidratação.

Sair para comer um gelado

A maioria dos idosos tem um petisco ou um restaurante favorito. Em vez de deixar a ida ao local favorito apenas para as ocasiões especiais, será uma opção mais agradável visitar o local com mais frequência.

Além disso, não há verão sem gelados. Ir comer um gelado com amigos ou familiares é uma ótima forma de socializar e ao mesmo tempo refrescar.

Numa esplanada ou num pátio, comer um gelado com amigos ou familiares pode ser uma experiência muito reconfortante para o idoso.

Caso o gelado não seja apelativo, também se pode sair de casa para ir a um café e pastelaria de um local favorito para tomar o pequeno-almoço ou, em alternativa, fazer um almoço especial no restaurante da esquina.

No entanto, é importante respeitar quaisquer restrições dietéticas antes de escolher o que comer.

Assistir a um evento desportivo

Assistir a um jogo de futebol do neto ou a um jogo de basquetebol profissional pode ser uma forma entusiasmante para o idoso se reconectar com um dos seus passatempos favoritos.

Ir à pesca

Mesmo que um idoso tenha problemas de mobilidade ou utilize uma cadeira de rodas, pode mesmo assim lançar uma vara de pesca de uma doca, cais ou junto ao rio.

É aconselhável verificar primeiro quais os locais em que se pode pescar. Podem também usar-se cadeiras de rodas todo-o-terreno que podem ajudar um idoso com problemas de mobilidade a aproximar-se da água em locais seguros.

Fazer turismo onde se vive

Para quem vive numa cidade, fazer um passeio de autocarro ou trolley ao ar livre para ver os pontos turísticos locais, pode ser bastante divertido para uma tarde de verão.

Outra opção pode ser um passeio de barco, dependendo do tipo de equipamento que o idoso precisa de levar com ele.

Um passeio de domingo pela cidade pode também permitir a um idoso verificar os acontecimentos na comunidade que lhe interessam. Isto pode ser um novo prédio a ser construído, flores e árvores floridas ou mesmo festivais e eventos comunitários.

Dar um mergulho

Dependendo da capacidade do idoso, passar tempo numa piscina no verão pode ir desde um gesto simples como colocar o pé dentro de água como fazer aeróbica aquática de baixo impacto.

Se um idoso estiver disposto e for capaz, passar algum tempo na piscina é uma excelente forma de incorporar alguma atividade física na sua rotina que pode ser mais relaxante do que um exercício físico normal.

Caminhar

Se uma caminhada for possível, é melhor começar devagar e ir aumentando até caminhadas mais longas.

Considerar levar um andarilho ou cadeira de rodas no caso do idoso se cansar e precisar de descansar pelo caminho ou precisar de ajuda para voltar.

Interação com animais

A interação com a natureza e os animais pode ser muito benéfico para os idosos.

Esta interação pode ser tão simples como apreciar as vistas e sons de uma casa para pássaros, alimentador de pássaros, ou banho de pássaros no pátio, ou pode incluir um passeio ao jardim zoológico ou a um parque local para cães.

Há muitas opções para os idosos que gostam de animais para se sentarem ao ar livre e interagir ou observar a natureza.

Voar papagaios de papel

Ir a um parque ou praia e levar um papagaio de papel a voar, pode ser uma experiência muito enriquecedora para os idosos. O idoso pode tomar o controlo, o que pode fazer em posição sentada.

Se houver crianças por perto, elas também podem participar tentando manter o papagaio no ar. Os papagaios de papel podem ser fabricados manualmente ou comprados em lojas como a Decathlon.

Tratar de uma horta ou um jardim

Manter uma horta é uma excelente forma de alimentar o corpo com muitas frutas e vegetais. Além de ajudar a comer bem, uma horta permite passar algum tempo ao ar livre.

O mesmo acontece com um jardim que permite passar tempo ar livre e proporciona momentos relaxantes.

Aeróbica aquática

Manter a atividade é muito importante, embora possa ser cada vez mais difícil de fazer à medida que envelhecemos.

Fazer exercícios na água é muito bem porque reduz o stress e coloca menos pressão nas articulações.

Há muitos exercícios aquáticos que o idoso pode fazer como a hidroginástica, pontapés de flutter, levantamento de pernas, exercícios de braços e muitos outros.

Ler um livro

 A leitura é uma atividade fantástica para idosos durante qualquer estação do ano, mas especialmente durante o verão.

Os idosos podem ler enquanto estão no exterior à sombra ou no interior no ar condicionado.

Um clube do livro é uma forma fantástica de encorajar tanto mais leitura como a socialização.

A leitura pode ser difícil, dependendo da visão ou de outros fatores. Neste caso, as alternativas como livros áudio ou versões impressas em grande formato, podem ser uma boa opção.

Sentar no exterior à sombra e ler um bom livro é uma atividade simples que se pode fazer para manter o idoso ocupado. Há sempre muitos livros novos a serem publicados e a leitura ajuda a manter a mente focada, saudável e ativa.

Conclusão

As altas temperaturas e condições meteorológicas extremas podem trazer limitações ao planear atividades para os idosos.

No entanto, há muitas opções seguras disponíveis para que os idosos se possam divertir e manter ocupados.

Aproveitar o verão não tem que ser uma tarefa complicada quer para idosos quer para os cuidadores.

Encontrar uma atividade interessante que seja adequada às capacidades de uma pessoa idosa pode exigir alguma criatividade e planeamento, mas vale bem a pena alterar a rotina e sair de casa.

Um dos fatores mais importantes para estar ao ar livre em qualquer altura, é usar proteção solar. Protetor solar, óculos de sol e roupa protetora ajudam a proteger os olhos e a pele.

Além disso, os nossos corpos perdem líquidos mais rapidamente à medida que a temperatura aumenta. Por isso é necessário beber muita água para manter a hidratação.

Os idosos são mais sensíveis às mudanças de temperatura e tendem a ter um mecanismo de sede enfraquecida.

Com cada uma das atividades, é importante vigiar o idoso procurando por sinais de fadiga, desidratação, queimadura solar e sobreaquecimento que possam indicar que é necessário voltar para casa.

Mas, é importante também encorajar os idosos a participarem em atividades e a sair de casa dentro das suas disponibilidades.

Assim, o melhor é começar pelo que eles gostavam de fazer quando eram mais novos, o que sempre quiseram experimentar, o que sentem falta de fazer ou o que gostariam de explorar.

Alguns idosos podem apresentar alguma resistência, por isso é importante ter uma lista de atividades e alguns amigos ou familiares disponíveis para acompanhar para ajudar a estimular a vontade do idoso para sair e aproveitar o tempo mais quente.

No geral, o mais importante é manter os idosos frescos e seguros durante o verão, mas sem esquecer também a diversão e o relaxamento.

Juntos Cuidamos Melhor!

Na Mais que Cuidar encontra uma gama completa de produtos e serviços  que dão uma ajuda importante no apoio e no conforto, prestando cuidados de saúde ao domicilio (apoio domiciliário, fisioterapia, enfermagem) e produtos de apoio para comprar ou alugar.

Os nossos profissionais de saúde e mobilidade estão sempre disponíveis para ajudar a encontrar as melhores soluções para a sua situação específica. Temos ao seu dispor uma linha de apoio de enfermagem 24h/dia 365 dias do ano.

Na Mais que Cuidar poderá contar também com o apoio do médico fisiatra através da consulta ao domicílio ou da teleconsulta.

Referências:

Agingcare 

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Oeiras
Oeiras
Rua Luís Tavares 17
2740-315 Porto Salvo
T. 219 362 035
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225