Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Reumatismo: O que é, quais as causas, sintomas e tratamento

Reumatismo doenças reumáticas

Uma das expressões mais comuns entre a população idosa, são as queixas sobre o reumático ou o reumatismo.

O reumatismo que dói e muitas vezes incapacita para o trabalho ou para as atividades normais do dia a dia, é na verdade um conjunto de doenças, as doenças reumáticas, que ultrapassam a centena e que, embora afetem mais frequentemente a população sénior, podem na verdade, afetar todas as pessoas, inclusive as crianças.

Nas doenças reumáticas, enquadram-se várias patologias degenerativas, essencialmente relacionadas com o envelhecimento, que afetam as estruturas articulares e musculares do corpo humano.

Estas doenças afetam entre 8% a 12% da população nos países ocidentais. Em Portugal, cerca de 2 milhões de pessoas padecem de alguma destas doenças e 10% destas pessoas têm a forma mais grave da patologia. Afetam maioritariamente as mulheres e são consideradas como uma das maiores causas de incapacidade, afetando profundamente a qualidade de vida dos doentes.

Muitas destas doenças não têm cura. No entanto,  têm uma grande prevalência na sociedade, constituem um dos motivos mais frequentes para a consulta médica nos cuidados de saúde primários, estando na origem de muitos processos de incapacidade laboral ou de processos de reforma antecipada por doença ou invalidez.

A similaridade mais frequente em todas estas doenças, é o facto de serem dolorosas e invisíveis, caso não haja uma deformidade articular evidente. Assim, cada doença tem que ter diagnóstico e tratamento específicos.

A artrite reumatoide, gota, lombalgia, tendinite, artrose, fibromialgia e a osteoporose, são as doenças deste conjunto, que mais afetam os portugueses.

O diagnóstico precoce e uma intervenção adequada podem minimizar significativamente o impacto das doenças reumáticas. 

Na Mais que Cuidar pode encontrar e receber aconselhamento sobre produtos de apoio e cuidados de saúde domiciliários que poderão ser um ajuda importante para lidar com qualquer doença reumática.

Fique a saber tudo sobre reumatismo neste guia completo que elaborámos para si.

Reumatismo o que é?

Reumatismo o que é

Reumatismo é um conjunto de patologias inflamatórias que atingem sobretudo as articulações. Estas doenças, que podem resultar também de infeções, processos degenerativos ou alterações metabólicas, podem manifestar-se com diferentes níveis de gravidade, indo de um episódio agudo e temporal até um processo crónico.

Embora atinjam especialmente as articulações, podem desenvolver-se noutras áreas do corpo, como os ossos, músculos, tendões e o tecido conjuntivo, em qualquer parte do corpo.

Estas doenças, embora designadas de um modo geral como reumáticas, são na verdade constituídas por mais de 100 doenças específicas que atingem diferentes partes do corpo.

O sintoma comum a todas as doenças reumáticas é a dor e o facto de não serem transmissíveis. Entre estas, as doenças mais comuns são:

Osteoartrite ou artrose

A artrose é uma síndrome reumatológica que resulta numa degeneração progressiva das articulações, causando a destruição da cartilagem articular, podendo mesmo provocar alterações ósseas.

Fibromialgia

É uma doença não inflamatória, que se manifesta com dores generalizadas pelo corpo. A fibromialgia, apresenta ainda outras caraterísticas muito particulares, tais como a sensibilidade ao toque, fadiga ou alterações de memória e atenção.

Osteoporose

Carateriza-se pela perda acelerada de massa óssea, com uma acentuada diminuição da capacidade de absorção de minerais e cálcio. Uma das causas é a diminuição da produção de estrogénio, por causa deste fator, as mulheres na menopausa correm maior risco de desenvolver esta doença.

Veja também: Osteoporose: o que é, quais as causas, sintomas e tratamento.

Gota

Gota é uma inflamação das articulações que ocorre quando o ácido úrico no sangue atinge níveis anormais, quando isto acontece, o ácido transforma-se em cristais que se depositam nas articulações e provocam dor. Pode manifestar-se apenas com crises agudas ou tornar-se numa doença crónica.

Tendinite e bursite

A tendinite é um processo inflamatório do tendão com dor, originado pela sobrecarga deste tecido conjuntivo. Esta sobrecarga, geralmente resulta de movimentos repetitivos e frequentes.

A bursite é a inflamação dolorosa das bursas, que são umas bolsas preenchidas com líquido, que amortecem o movimento entre os ossos, músculos e tendões.

Febre reumática

Surge como uma complicação de um processo inflamatório prévio provocado pela bactéria Streptococcus pyogenes, que atinge a garganta. A febre reumática, manifesta-se posteriormente como uma doença autoimune que ataca as articulações e a pele, chegando mesmo a atacar outros órgãos como o coração e o cérebro.

Artrite reumatoide

Esta doença apresenta um quadro clínico inflamatório, crónico e autoimune. A inflamação das articulações nas extremidades do corpo, nas mãos e nos pés, leva muitas vezes à destruição do tecido articular.

Veja também: o que é a Artrite Reumatoide, quais as causas, sintomas e tratamento

Qual o tratamento para o reumatismo?

tratamento reumatismo doenças reumáticas

A Sociedade Portuguesa de Reumatologia aconselha a ida ao médico quando o doente apresenta inchaço, dor ou rigidez na articulação por um tempo superior a 15 dias.

É importante que seja feito um diagnóstico adequado, já que as doenças reumáticas são muito diferentes entre si, o que implica que o tratamento também tem que ser específico e varia de doença para doença.

Por vezes, são combinados vários tratamentos que conjugam medicamentos e determinadas práticas físicas.

Os medicamentos mais usados são os anti-inflamatórios, corticóides, analgésicos e imunossupressores.  Em casos mais raros pode ser necessário recorrer à cirurgia.Para além disto, são recomendadas algumas práticas complementares como o repouso, hidroterapia, exercício físico adequado, fisioterapia e uma dieta saudável.

esclerose múltiplia fisioterapia ao domicílio em portugal Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora

Quais as causas do reumatismo?

Causas reumatismo doenças reumáticas

Como as doenças reumáticas são muito diferentes entre si, as suas causas também são muito diversas, porque variam em função do quadro clínico de cada doença.

Algumas das causas mais comuns são a degeneração do aparelho locomotor que progride com o avançar da idade, a par da fragilização do sistema imunitário e dos tecidos.

As infeções, quadros inflamatórios e alterações do metabolismo são outros motivos para o desencadear das doenças reumáticas.

Outras causas que podem contribuir para o surgimento ou agravamento das doenças são:

  • Fatores genéticos
  • Frio, que provoca a contração das articulações, tendões e músculos
  • Défice de produção de vitamina D
  • Obesidade
  • Tabagismo
  • Sedentarismo
  • Poluição
  • Traumatismo
  • Stress

Como se faz o diagnóstico do reumatismo?

Diagnóstico reumatismo doenças reumáticas

O diagnóstico precoce é fundamental para facilitar um maior controlo e o tratamento mais adequado para o reumatismo.

O que não é uma tarefa fácil, já que fazer um diagnóstico para estas doenças, esbarra na multiplicidade de sintomas ou na existência de outras doenças em simultâneo.

O médico reumatologista é o especialista mais indicado para fazer o diagnóstico. O médico irá verificar a história clínica do doente e realizar um exame físico, onde o médico irá aferir o nível de dor e rigidez das articulações do paciente. A força muscular e os reflexos serão também avaliados pelo médico.

Poderá ser necessário complementar com testes laboratoriais ao sangue, para verificar a presença de anticorpos e do fator reumatoide ou a velocidade de sedimentação, e radiografias para verificar se existem alterações visíveis nas articulações.

Quais os sintomas do reumatismo?

Sintomas do reumatismo

As dores nas articulações são o sintoma mais comum, que pode variar de intensidade e de local consoante a doença. Por exemplo, uma dor mecânica resultante do esforço, é diferente de uma dor inflamatória e é importante fazer a distinção para a escolha do tratamento.

Algumas doenças reumáticas também apresentam sintomas parecidos, embora cada doença tenha os seus sintomas e sinais específicos, por isso a consulta com o médico é imprescindível para que possa ser determinado o tratamento mais adequado à doença específica.

Alguns dos sintomas são:

  • Inchaço, vermelhidão e calor nas articulações
  • Inchaço nas mãos
  • Movimentos executados com dificuldade
  • Rigidez nas articulações, especialmente ao acordar
  • Redução da flexibilidade da coluna
  • Limitação de movimentos nas atividades rotineiras do dia a dia
  • Fadiga muscular
  • Sensibilidade à luz e olhos secos
  • Secura na boca
  • Mãos, pés e orelhas mais sensíveis ao frio com tendência para a dormência
  • Diminuição da sensação do tato
  • Síndrome de raynaud em que a pele fica com uma coloração azulada
  • Dor
  • Fraqueza ou rigidez na execução de tarefas simples
  • Falta de energia
  • Fadiga geral 

Alguns sintomas são específicos das doenças, por exemplo a artrose causa dor, rigidez e limitação de movimentos, sobretudo em pessoas com mais de 60 anos.

Alguns fatores de risco são transversais a todas as doenças, como o envelhecimento, tabagismo, consumo excessivo de álcool e obesidade.

Reumatismo: quais as complicações?

Reumatismo complicações doenças reumáticas

As complicações do reumatismo estão intimamente relacionadas com as caraterísticas específicas de cada doença.

Nas doenças reumáticas inflamatórias podem surgir consequências de agravamento, em que a doença se espalha para outros órgãos, como o coração e o cérebro.  Com o perigo de se desencadear um enfarte ou um AVC.

Outras complicações que podem ocorrer estão ligadas ao tratamento. Quando este não é o mais adequado,  pode apresentar toxicidade para o doente.

Num sentido mais abrangente, as doenças reumáticas podem apresentar complicações a outros níveis, nomeadamente a incapacitação para o trabalho, perda de produtividade, longos períodos de baixas médicas e reforma antecipada.

Estas complicações têm um impacto profundo, afetando os aspetos pessoais, familiares e sociais do doente e a sua qualidade de vida.

Reumatismo têm cura?

Cura reumatismo doenças reumáticas

Como as doenças reumáticas são em grande número e muito diversificadas, é fácil encontrar algumas doenças que são mais curáveis que outras. 

Mas, a cura é sempre relativa, já que, não obstante a doença venha a ser curada, um tratamento desadequado ou um diagnóstico tardio, podem transformar uma doença curável numa doença crónica.

As doenças reumáticas mais passíveis de cura são as que são provocadas por traumas, esforços excessivos e infeções. São exemplos disso a tendinite, a bursite e a febre reumática.

Por sua vez, as doenças reumáticas degenerativas e as doenças autoimunes não têm cura. Como é o caso da artrose, que provoca a destruição da cartilagem, não sendo possível fazer a sua reconstrução. Ou no caso da imunossupressão, em que não sendo possível controlar o sistema imune, também não é possível curar, mas apenas controlar e gerir os sintomas com o tratamento adequado.

Os tratamentos que estão disponíveis hoje em dia permitem, em muitos casos, manter uma boa qualidade de vida para o doente.

Reumatismo: qual a prevenção?

Reumatismo prevenção doenças reumáticas

A melhor prevenção para evitar o agravamento do reumatismo é sem dúvida o diagnóstico precoce, porque permite um tratamento imediato e eficaz, que pode retardar a doença e evitar muitas complicações.

Uma das medidas preventivas mais importantes é a proteção das articulações e do aparelho locomotor, não exercendo sobrecarga ou esforço excessivo nos mesmos.

Manter uma atividade regular e favorecer a mobilidade por oposição ao sedentarismo, escolher sapatos e colchões adequados, bem como a adoção de uma alimentação saudável e de uma postura correta, são outras medidas preventivas aconselhadas.

Medidas preventivas de caráter geral são:

  • Manter o peso adequado à altura
  • Adotar uma alimentação rica em cálcio
  • Exposição à luz solar
  • Praticar exercício físico regular
  • Evitar esforços excessivos
  • Praticar exercícios de relaxamento e alongamento durante o dia.

As medidas preventivas podem atuar de forma particular em algumas das doenças:

Deixar de fumar: é sobretudo recomendado para os doentes com artrite reumatoide, porque o consumo de tabaco aumenta a probabilidade de desenvolver esta doença ou o seu agravamento.

Exposição solar: a produção de vitamina D é importante na prevenção das doenças reumáticas e ajuda a absorção de cálcio. A exposição solar é a forma mais rápida de estimular a produção desta vitamina.  Uma exposição diária à luz solar entre 15 a 20 minutos, é suficiente para ajudar a fortificar os ossos e a absorção de cálcio.

Dieta saudável e equilibrada: é essencial na prevenção da osteoporose, garantindo um aporte de proteínas e de cálcio essenciais no combate à doença. Já para quem sofre de gota é mais importante evitar alimentos ricos em purinas como a carne, marisco e alguns peixes como o salmão e as sardinhas. Evitar o excesso de peso e promover uma boa hidratação são muito importantes, no entanto, o consumo de cerveja e refrigerantes deve ser moderado.

Qualidade do sono: ter uma boa qualidade e higiene do sono é muito importante na prevenção da fibromialgia. Ter horas regulares de sono e um ambiente tranquilo e escuro, associados à ausência do consumo de bebidas estimulantes, sobretudo antes de dormir, ajudam a dormir melhor.

Exercício físico: é uma das medidas preventivas mais completas, porque ajuda a reduzir a fadiga e a intensidade das dores, ao mesmo tempo que estimula a flexibilidade muscular. As atividades físicas mais aconselhadas na prevenção das doenças reumáticas são a natação, caminhadas, hidroginástica, ioga, Pilates e aeróbica. Os doentes que mais beneficiam com estes exercícios, são os que padecem de osteoporose, gota, artrite reumatoide, lombalgia e fibromialgia.

Conclusão

Doenças reumáticas reumatismo adulto

Como as doenças reumáticas são pouco conhecidas enquanto doenças específicas, os seus sintomas iniciais são muitas vezes ignorados ou minimizados.

Porém, são doenças com uma grande prevalência na sociedade e a falta de tratamento atempado e ajustado à necessidade do doente, pode levar a complicações graves e mesmo à incapacidade física.

Com o potencial para terem um impacto considerável na qualidade de vida dos indivíduos, o diagnóstico precoce assume especial importância, já que os sintomas tendem a piorar com a evolução da doença, podendo afetar inclusive a capacidade para o desempenho das tarefas rotineiras.

O reumatismo está por trás de muitos pedidos de reforma antecipada, longos períodos de baixa médica e incapacidade laboral. Assim, tratar da doença logo no início é fundamental para minimizar os danos nas articulações e preservar o mais possível a função articular normal.

A prevenção passa tanto por ter hábitos alimentares saudáveis, fazer exercício físico e qualidade de sono, como por adotar posturas corretas, escolher calçado e colchão adequados, ou evitar esforço excessivo.

Para doenças tão diversificadas como as doenças reumáticas, a melhor estratégia é uma abordagem multifacetada que engloba medicamentos, tratamentos complementares e práticas saudáveis.

Nos centros Mais que Cuidar vai encontrar uma gama completa de produtos e serviços que vão dar uma ajuda importante no apoio e na qualidade de vida dos doentes com doenças reumáticas, tais como, cuidados de saúde ao domicilio (apoio domiciliário, fisioterapia, enfermagem) e produtos de apoio para comprar ou alugar.

agende-uma-sessão-de-fisioterapia-ao-domicilio-em-portugal Veja a gama completa de ajudas técnicas e de produtos de apoio para aluguer em Portugal Ver agora Veja a gama completa de ajudas técnicas e de produtos de apoio para aluguer em Portugal Ver agora

Os nossos profissionais de saúde e mobilidade ajudarão a encontrar as melhores soluções para a sua situação clínica. Temos ao seu dispor uma linha de apoio de enfermagem 24h/dia 365 dias do ano.

esclerose múltiplia fisioterapia ao domicílio em portugal Agendar Serviço de Enfermagem ao Domicílio Enfermagem ao domicílio Agendar agora Agendar Serviço de Enfermagem ao Domicílio Enfermagem ao domicílio Agendar agora

Juntos Cuidamos Melhor!

Referências:

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

O que achou deste artigo? Foi útil? Deixe o seu comentário

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
4 stars