Linha de apoio ao cliente, 210 819 755

Ortóteses, quais os tipos e para que servem?

dor nas costas ortótese cinta elástica sacrolombar

 

Sabe o que é uma ortótese? Que tipos existem e para que servem as ortóteses? E qual a diferença entre ortótese e prótese? Continue a ler o artigo para saber tudo sobre este assunto.

 

O Rui é motorista profissional de viaturas pesadas. Passa muitas horas a conduzir e tem que descarregar do camião, mercadorias pesadas. Tem andado com uma dor no final das costas que é desconfortável e está relacionada com o esforço físico.

O seu médico fisiatra prescreveu uma ortótese, nomeadamente uma cinta elástica sacrolombar, para ajudar o Rui na sua recuperação.

 

Se assim como o Rui está a ter dores relacionadas a traumas, seja por esforço físico, acidentais ou congénitos, explore este guia completo sobre ortóteses e entenda como cada tipo pode ajudar a resolver ou amenizar o seu problema, assim como seus benefícios, cuidados e modos de utilização.

 

Veja abaixo os tópicos que serão abordados neste artigo:

O que são Ortóteses?

ortóteses o que são

 

Ortótese é o termo utilizado para um dispositivo aplicado externamente que é desenhado e ajustado ao corpo para atingir um ou mais dos seguintes objetivos:

  • Reduzir a dor
  • Aumentar a mobilidade
  • Tratar, proteger e estabilizar uma lesão
  • Alinhar, prevenir e corrigir deformidades
  • Melhorar a função das articulações
  • Aumentar a independência
  • Apoiar a reabilitação

 

Em Portugal, as ortóteses são prescritas por médicos e são estudadas, projetadas e fabricadas por ortoprotésicos.

O termo ortótese tem origem na palavra grega «Orthos» que significa direito, reto, normal.

 

A utilização de ortóteses foi registada na literatura desde a antiguidade. Hipócrates abordou discussões interessantes sobre métodos de tratamento para fraturas, entorses, malformações congénitas e outros problemas ortopédicos.

 

Nessa época, vários recursos eram usados para manter um braço ou uma perna melhor posicionados, por exemplo: a utilização do couro, da madeira, arame, borracha e gesso.

 

Com a evolução industrial, novos materiais foram desenvolvidos, assim como houve maior interesse por parte dos profissionais de saúde e reabilitação de se aperfeiçoarem e especializarem na avaliação e produção de ortóteses.

 

Hoje em dia os materiais mais utilizados para a produção das ortóteses são os termoplásticos de baixa temperatura, o polipropileno, o neopreno, material elástico respirável, bambu, entre outros.

 

Habitualmente as ortóteses são utilizadas de forma temporária até o doente ficar estabilizado ou recuperado da sua lesão, embora em algumas situações clínicas, a utilização de ortóteses possa ter uma caráter definitivo.

São exemplos de ortóteses: palmilhas ortopédicas, joelheiras, óculos, aparelhos dentários de ortodontia, cintas, pulsos elásticos, entre outros.

 

Qual a diferença entre uma ortótese personalizada e uma pré-fabricada?

diferença ortóteses personalizadas e pré-fabricadas

 

Uma ortótese pré-fabricada é um dispositivo pré-fabricado e subsequentemente personalizado para dar resposta às necessidades específicas do doente. Estas ortóteses são frequentemente prescritas para uma utilização a curto prazo ou em situações clínicas não complexas. Além disso, devem ser adaptadas para satisfazer o doente e garantir que os objetivos do tratamento são atingidos. A imagem abaixo mostra uma palmilha pré-fabricada.

ortótese palmilha pré-fabricada

 

Uma ortótese personalizada é um dispositivo altamente especializado que é fabricado a partir de um molde ou molde individual de um doente. Não pode ser adaptada a outra pessoa porque foi projetada e fabricada para responder às necessidades específicas de uma pessoa. A imagem abaixo mostra o exemplo de uma ortótese personalizada (uma palmilha personalizada).

 

ortótese personalizada palmilha foto

Embora vários profissionais de saúde desenvolvam ortóteses personalizadas para os membros superiores e pés, os ortoprotésicos são os profissionais mais qualificados para desenvolverem e adaptarem ortóteses personalizadas para todo o corpo.

 

Diferenças entre próteses e ortóteses

 

mulher a usar muletas e ortótese na perna    homem perna amputada a usar prótese

 

A principal diferença entre próteses e ortóteses é que, enquanto uma ortótese (imagem do lado esquerdo) é usada para corrigir ou melhorar uma parte do corpo de uma pessoa, uma prótese (imagem do lado direito) é usada para substituir completamente um membro ou uma parte do corpo.

 

As próteses são indicadas em pessoas que foram amputadas (devido a complicação de uma doença como por exemplo da diabetes), que perderam um membro num acidente ou que nasceram com malformações (sem um braço ou uma perna por exemplo).

 

As próteses podem ser externas, como é o exemplo de uma prótese de perna, ou podem ser internas, como é o caso de válvulas cardíacas ou pacemaker.

 

Habitualmente é o médico que faz a prescrição da prótese, e o ortoprotésico faz o estudo, ajuda na implementação e adaptação da prótese ao doente.

 

Tipos de ortóteses

tipos de ortóteses cervical membros superiores inferiores

 

Ortóteses para a Cabeça e Coluna Cervical

colar cervical ortótese cabeça e coluna

 

As ortóteses mais utilizadas para a cabeça e para a coluna cervical tais como: capacete e proteção craneana e colares cervicais.

 

Capacete de proteção craniana

capacete proteção craniana cabeça

Indicado para o tratamento de:

  • Hemofilia
  • Doentes com paralisia cerebral infantil
  • Ataxia
  • Espasticidade, e em situações em que existe o risco de contusões cranianas.

 

 

 

 

 

Colar cervical em espuma

colar cervical em espuma ortótese coluna

Indicado para o tratamento de:

  • Em situações de pequenos traumas na zona vertebral, transversal e tecidos moles.
  • Pós cirurgia
  • Torcicolos
  • Cervicalgia e cervicobraquialgia
  • Síndrome de compressão
  • Reumático
  • Distúrbios degenerativos

 

 

 

 

 

Colar semi rígido com apoio de queixo e regulável

colar semi-rígido apoio queixo regulável

Indicado para o tratamento de:

  • Em situações de pequenos traumas na zona vertebral, transversal e tecidos moles.
  • Pós cirurgia da região cervical
  • Torcicolos
  • Cervicalgia e cervicobraquialgia
  • Síndrome de compressão
  • Reumático
  • Distúrbios degenerativos na região cervical

 

 

 

 

Colar Bibalvo com apoio occipitomentoniano

colar bibalvo apoio accipitomentoniano

Indicado para o tratamento de:

  • Em situações de uma imobilização pós traumática (dores agudas)
  • Tratamento de hérnias na zona do disco cervical
  • Proteção numa pós cirurgia na região cervical

 

 

 

 

 

 

 

 

Colar cervical bivalvo com suporte torácico

colar cervical bivalvo suporte torácico

Indicado para o tratamento de:

  • Em situações de traumas e lesões graves na zona da coluna cervical, que requerem um tratamento com a imobilização dos segmentos C1 até à T1.
  • Proteção pós cirúrgica na região cervical.
  • Metástases ósseas na região cervical.

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses dorsais, dorso-lombares e dorso-lombo-sagradas

 

Corretor dorsal

corretor dorsal ortótese

Indicado para o tratamento de:

  • Dorsalgias
  • Ginástica terapêutica

 

Benefícios:

  • Regulação dorsal e correção anatómica,
  • Não é recomendável a sua utilização mais de 3-4 horas por dia.

 

 

 

 

 

Ortótese para correção de postura

ortótese para correção da posturaIndicada para o tratamento de:

  • Dorsalgias
  • Desiquilíbrios musculares
  • Ligeiros desvios vertebrais
  • Stress contínuo
  • Atitude postural cifótica

Benefícios:

  • Redução da curva cifótica dorsal
  • Correção postural
  • Retropulsão dos ombros

 

 

 

Cinta dorsolombar abdómen pêndulo semi-rigida lumbitec

Indicada para o tratamento decinta dorsolombar abdómen pêndulo semi-rigida lumbitec

  • Debilidade muscular
  • Lombalgias
  • Processos dorsais degenerativos
  • Hérnias discais
  • Pós-operatório
  • Abdómens proeminentes
  • Dorsalgias

 

 

 

 

 

Colete rígido torácico-lombo-sacro para estabilização e limitação do segmento dorso-lombar

ortótese colete rígido torácico lombo-sacro

Indicado para o tratamento de:

  • Hérnias discais
  • Osteoporose
  • Cifoses
  • Espondilo-artrose
  • Espondilólise com ou sem estabilidade
  • Traumatismo dorso-lombar
  • Fraturas por compressão na dorso-lombar
  • Doença degenerativa dos discos
  • Doença crónica muscular
  • Fusão pós-cirúrgica

 

Benefícios:

  • Alívio da compressão e da tensão sobre os discos e ligamentos
  • Correção da hiperlordose

 

 

Cinta dorsolombar semi-rigida forte Lumbitron

cinta dorsolombar semi-rígida forte lumbitron

Indicada para o tratamento de:

  • Atonia e debilidade muscular
  • Espondilartrose
  • Processos degenerativos da região dorso-lombar
  • Dorsalgias
  • Lombalgias
  • Lombociáticas

 

 

 

 

 

Faixa dorsolombar

faixa dorsolombar ortótese

Indicada para o tratamento de:

  • Processos degenerativos da região dorso-lombar
  • Debilidade e atonia muscular
  • Hérnias discais
  • Dorsalgias
  • Pós-operatório cirurgia na região dorso-lombar.

 

Benefícios:

  • Perfeita adaptação anatómica que permite sensação de bem estar e conforto
  • Forte sustentação dorsolombar

 

 

Ortótese dorsolombar modular tipo Taylor

ortótese dorsolombar modular tipo taylor

Indicada para o tratamento de:

  • Doentes com atitudes cifóticas incorretas
  • Encurtamento vertebral
  • Traumatismos dorso lombares
  • Lesões infecciosas que afetem a coluna dorsal
  • Hérnias discais
  • Osteoporose
  • Fraturas vertebrais
  • Pós-operatório cirurgia dorso-lombar
  • Dorsalgias ligeiras associadas a lombalgia que necessitem de imobilização temporária
  • Contenção parcial da região torácica

 

 

Colete duplo bivalvo

colete duplo bivalvo ortótese dorsal

Indicado para o tratamento de:

  • Hérnias discais
  • Osteoporose
  • Fraturas vertebrais
  • Espondilóilise, espondilolistese, espondiloartropatia, escoliose dolorosa em adultos
  • Rotura ou torção de ligamentos
  • Neoplasia que dá origem à degeneração na coluna vertebral
  • Cifose torácica na região média e inferior da coluna vertebral
  • Prevenção de estenose da coluna vertebral em doentes acamados.

 

 

 

Ortótese dorsolombar para osteoporose

ortótese dorsolombar para osteoporose

Indicada para o tratamento de:

  • Osteoporose
  • Fratura osteoporótica estável
  • Debilidade muscular
  • Cifose juvenil de Scheurmann
  • Cifoses dolorosas
  • Reabilitação postural
  • Desalinhamentos vertebrais

 

 

 

 

 

Benefícios:

  • Correção da curva cifótica
  • Estabilização da coluna vertebral
  • Restrição de movimentos que podem ser prejudiciais à integridade das vèrtebras
  • Melhoria da mobilidade funcional, aumentando a independência do utilizador
  • Melhoria do equilíbrio, ajuda a prevenir quedas.
  • Permite a atividade muscular
  • Aumento da pressão intra-abdominal
  • Redução da dor dorso-lombar, melhora a qualidade de vida do utilizador

 

Exemplo de outros modelos da ortótese dorsolombar para osteoporose

Spinomed                                                              Spinomed para mulher                              Spinomed para homem

ortótese dorsolombar para osteoporose spinomed    ortótese dorsolombar osteoporose spinomed para mulher    ortótese dorsolombar osteoporose spinomed para homem

 

 

Ortóteses Jewett

 

Colete Jewett

colete jewett ortótese para a coluna

Indicado para o tratamento de:

  • Fraturas estáveis na zona vertebral da coluna dorsal e lombar
  • Em situações de imobilização dos discos intervertebrais após cirurgia
  • Após cirurgia de fracturas da coluna
  • Tumores inoperáveis na coluna vertebral.
  • Após tratamentos cirúrgicos de tumores e metástases na coluna vertebral.

 

 

 

 

 

Benefícios:

  • Apoio lateral, esternal, supra-púbico e dorsolombar posterior.
  • Sistema de pressão que limita a flexão anterior na zona dorsolombar e ao mesmo tempo produz uma postura em hiperextensão.
  • Alívio da dor

 

Exemplo de outros modelos de coletes Jewett de hiperextensão:

Colete Jewett Articulado                                                                                     Colete Medi 4c

colete jewett hiperextensão articulado         colete jewett hiperextensão medi 4c

 

 

Ortóteses Lombares e Sacro-lombares

 

Cinta sacrolombar Lumbitron alta

ortótese cinta sacrolombar lumbitron alta

Indicada para o tratamento de:

  • Lombalgias
  • Lombociáticas
  • Sobrecargas de trabalho ou desportivas

 

 

 

 

 

 

 

 

Cinta sacrolombar forte Lumbitron alta

ortótese cinta sacrolombar forte lumbitron alta

Indicada para o tratamento de:

  • Lombalgias
  • Lombociáticas
  • Espondiloartroses
  • Atonia
  • Debilidade muscular
  • Processos de degenerativos

 

 

 

 

 

 

Faixa elástica semi-rigida sacrolombar

ortótese faixa elástica semi-rígida sacrolombar

Indicada para o tratamento de:

  • Lumbago
  • Lombociática
  • Processos degenerativos
  • Atonia e fraqueza muscular
  • Tratamentos pré e pós operatórios (hérnia discal)
  • Espondiloartroses e espondilolise

 

 

 

 

 

 

 

Cinta calção lombar com perna

ortótese cinta calção lombar com perna

Indicada para o tratamento de:

  • Para pessoas com o tecido muscular flácido que apresentem abdómen pêndulo prominente.
  • Coxas flácidas
  • Lombalgias
  • Pós-cirurgia da parede abdominal
  • Artrites
  • Reumático

 

 

 

 

 

 

 

Colete rígido lombo-sacro para estabilização e limitação do segmento lombo-sacro

ortótese colete rígido lombo-sacro

Indicado para o tratamento de:

  • Hérnias discais
  • Osteoporose
  • Espondilolise com ou sem estabilidade
  • Traumatismo na região lombo-sacro
  • Fraturas por compressão
  • Doença degenerativa
  • Doença crónica muscular

 

 

 

 

 

 

Bandas e faixas

 

 

Faixa abdominal

faixa abdominal pós-cirúrgica pós-parto

Indicações:

  • Para suporte abdominal pós cirurgias (na região abdominal) e pós-parto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa dorsal

faixa dorsal ortótese lombar

Indicada para o tratamento de:

  • Sindromas dorsais
  • Suporte torácico pós-cirurgia torácica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa abdominal pré-natal

faixa abdominal para grávidas

Indicações:

  • Alivia as lombalgias durante a gravidez
  • Exerce compressão sobre a parede abdominal elevando a mesma, evitando que descaia especialmente nos últimos meses de gravidez.
  • Contribui para o controlo da hiperlordosis que é próprio das mulheres grávidas nos últimos meses de gravidez.

 

 

 

 

 

 

 

Cinta de proteção laboral

cinta de proteção laboral ortótese lombar

Indicada para o tratamento de:

  • Sindromes lombares
  • Profilaxia do trabalho e como prevenção de lesões nas costas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cintas de colostomia

 

Faixa abdominal para ostomizados com orifício

faixa abdominal ostomizados com oríficio

Indicada para o tratamento de:

  • Pós-operatório em colostomias e ileostomias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa abdominal para ostomizados sem orifício

ortótese faixa abdominal ostomizados sem orificio

Indicada para o tratamento de:

  • Pós-operatório em colostomias e ileostomias. Permite recortar o orifício consoante a localização da ostomia no doente.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fundas e Slips

De seguida, serão apresentados as fundas e os slips mais utilizados sobretudo em situações de hérnias no umbigo ou nas virilhas, e no prolapso uterino (em senhoras). Existem em vários tamanhos e alguns modelos têm tamanho universal.

 

Funda reforçada

funda reforçada para hérnias inguinais e bilaterais

Indicada para o tratamento de:

  • Hérnias inguinais redutíveis laterais (esquerda ou direita) e bilaterais (esquerda ou direita).

Benefícios:

  • Compressão e redução de hérnias inguinais.

 

 

 

 

 

 

 

Faixa para hérnia no umbigo

ortótese faixa para hérnia do umbigo

Indicada para o tratamento de:

  • Redução de hérnias umbilicais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Funda bilateral com bolsa escrotal

ortótese funda bilateral com bolsa escrotal

Indicações:

  • Suporte e contenção de hérnias escrotais de grande tamanho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Slip masculino para hérnia inguinal

slip masculino para hérnia inguinal ortótese

Indicado para o tratamento de:

  • Hérnias inguinais (nas virilhas), especialmente indicado antes e após a cirurgia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Slip para prolapso geniturinário

slip feminino para prolapso geniturinário

Indicado para o tratamento de:

  • Prolapso uterino
  • Prolapso da cúpula vaginal
  • Cistocele (queda da bexiga), tanto em situações graves ou em fase de gestação.7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses dos membros superiores

Aqui encontraremos as principais ortóteses utilizadas para a clavícula, ombro, braço e cotovelo. Existem ortóteses destinadas para a imobilização, para a regulação da flexão-extensão, para a estabilização do membro superior e braçadeiras para a epicondilite.

 

Ortóteses para imobilização

 

Imobilizador de clavícula

imobilizador de clavícula ortóteses para imobilização

Indicações:

  • Tratamento de fraturas da clavícula, em casos que existe a necessidade de repouso com um certo limite de mobilidade e evitando que a força de gravidade cause alguma tensão na cápsula dos ligamentos, obtendo uma postura correta. Esta ortótese faz a retração dos ombros.

 

 

 

 

 

 

 

Suporte imobilizador do ombro e antebraço

suporte imobilizador do ombro e antebraço

Indicações:

  • Subluxações e lesões leves do ombro.
  • Faz a contenção e estabilização da articulação escápulo-umeral.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Suporte de braço com banda torácica

suporte de braço banda torácica

Indicações:

  • Subluxações e lesões leves do ombro.
  • Estabiliza a articulação escápulo-umeral.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Suporte do braço com tiras transpirável

suporte de braço com tiras transpirável

Indicado para o tratamento de:

  • Subluxações da articulação escápulo-umeral, quando for necessário fazer descarga da articulação do ombro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortótese para ombro com posicionamento em rotação externa a 90º

ortótese para ombro rotação 90º

Indicada para o tratamento de:

  • Como sistema de posicionamento em situações de entorse, luxação, subluxação glenoumeral.
  • Deslocamento capsular
  • Cirurgia da lesão da coifa dos rotadores
  • Após tratamento artroscópico de lesões Bankhart
  • Na recuperação de tecidos moles.

 

 

 

 

 

 

Ortótese para úmero em termoplástico

ortótese para úmero em termoplástico

Indicada para o tratamento de:

  • Fraturas diafisárias do úmero
  • Fraturas patológicas
  • Controlo da instabilidade de fraturas durante o periodo curativo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Imobilizador sem flexão para cotovelo

imobilizador sem flexão para cotovelo

Indicações:

  • Em situações em que o doente necessite de usar um cateter venoso periférico e ao mesmo tempo tem que usar o imobilizador. A articulação do cotovelo mantém-se imobilizada em extensão.
  • Pode ser útil em situações de idosos com agitação psico-motora com necessidade de fazer tratamentos de soros e medicamentos através de um cateter numa veia na curvatura do braço.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para regulação flexão-extensão

 

Ortótese do cotovelo com tala palmar-polegar e controlo de flexo-extensão

órtotese cotovelo com tala palmar-polegar flexo-extensão

Indicada para o tratamento de:

  • Fraturas distais do úmero
  • Fraturas patológicas (metástases ostiolíticas)
  • Em cirurgia dos ligamentos do cotovelo
  • Em caso de nevralgia (paralisia transitória) e paralisia radial

 

 

 

 

 

 

 

Ortótese do cotovelo com articulação do braço e antebraço e tala palmar em termoplástico

ortótese cotovelo braço antebraço tala palmar

Indicada para o tratamento de:

  • Fraturas distais do úmero quer por trauma direto ou indireto
  • Fraturas patológicas
  • Tratamento cirúrgico das fraturas
  • Como tratamento de lesões associadas à articulação do cotovelo
  • Como suporte da mão em situações em que a fratura está associada a paralisia ou outra.

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para estabilização

 

Suporte para úmero em termoplástico

suporte úmero termoplástico ortótese estabilização

Indicado para o tratamento de:

  • Fraturas do eixo umeral
  • Tratamento pós cirúrgico região do úmero
  • Controle localizado da instabilidade da fratura durante o processo de fusão

Benefícios:

  • Imobilização, proteção e estabilização por compressão da fratura do úmero.

 

 

 

 

Suporte para ombro com apoio de braço/antebraço

suporte ombro apoio braço e antebraço

Indicado para o tratamento de:

  • Estabilização da articulação do ombro
  • Controle da subluxação e rotação interna do ombro
  • Como método de redução das tensões nos ligamentos capsulares em situações de paralisia e instabilidades no ombro.
  • Na prevenção da dor e subluxação do ombro.

 

 

 

 

 

Suporte para ombro com apoio de antebraço

suporte ombro apoio antebraço ortótese

Indicado para o tratamento de:

  • Lesões neurológicas do membro superior
  • Lesões do plexo braquial com paralisia do ombro e do braço
  • Ombro com subluxação
  • Lesão do nervo periférico e lesão cerebral traumática
  • Ombro doloroso e instável
  • Hemiplegia causada por AVC

 

 

 

 

 

 

AVC – Conheça os sintomas, as causas e os tratamentos

 

Cotoveleira elástica com almofada viscoelástica

Indicada para o tratamento de:

cotoveleira elástica almofada viscoelástica

  • Epicondilite
  • Epitrocleite
  • Tendinite
  • Também pode ser utilizada na prevenção, apoio e suporte em práticas desportivas e laborais
  • Contusões leves
  • Traumatismos e instabilidades leves
  • Processos inflamatórios no cotovelo

 

 

 

 

 

 

Braçadeira para epicondilite

braçadeira para epicondilite ortótese estabilização

Indicada para o tratamento de:

  • Prevenção nos trabalhos realizados manualmente ou atividades desportivas
  • Epicondilite radial no caso dos tenistas
  • Epicondilite cubital no caso dos golfistas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para o antebraço, punho, mão e dedos

 

Ortótese imobilizadora para antebraço

ortótese imobilizadora antebraço

Indicações:

  • Em situações de fraturas do antebraço e pulso
  • Pós-cirurgia no antebraço e pulso.
  • Controlo e proteção do antebraço evitando movimentos de flexão dorsal da mão e permitindo a flexão palmar.

 

 

 

 

 

 

Ortótese com articulação para o pulso

ortótese com articulação para pulso

Indicada para:

  • Todo o tipo de tratamentos pré e pós-operatório que necessitem de um suporte funcional ou uma imobilização do pulso, como o síndrome do túnel carpiano, poliartrite crónica e artrite reumatóide.
  • Situações de danos neurológicos centrais ou periféricos (paralisias espasmódicas e flácidas).
  • Tratamento para a prevenção de deformidades reumatoides, assim como aliviar a dor e também no tratamento anti-inflamatório.

 

 

 

 

 

Tala imobilizadora de mão anti-espasmódica

tala imobilizadora de mão anti-espasmódica

Indicada para:

  • Tratamento da dor
  • Patologias neurológicas
  • Paralisias espasmódicas, mantendo a abóbada palmar, a mão e o pulso em posição inibidora dos reflexos, prevenindo as deformações devidas a espasmos e contrações, evitando a garra cubital.
  • Hemiplegias

 

 

 

 

 

Pulso elástico curto aberto com tala flexível palmar removível

pulso elástico curto aberto tala palmar removível

Indicado para o tratamento de:

  • Doenças do tubo carpiano
  • Tendinites
  • Sequelas dolorosas ou inflamatórias
  • Instabilidades
  • Reabilitação física

 

 

 

 

 

 

 

 

Pulso comprido aberto com tala de palmar e polegar

pulso comprido aberto tala palmar e polegar

Indicada para o tratamento de:

  • Lesões combinadas da articulação do pulso com o polegar
  • Doenças do túnel carpiano
  • Tendinites e tenossinovites
  • Sequelas inflamatórias e dolorosas
  • Instabilidades das articulações carpometacarpianas e metacarpofalângicas

 

 

 

 

 

 

Ortótese de imobilização do punho

ortótese de imobilização do punho

Indicada para o tratamento de:

  • Síndrome do túnel cárpico
  • Entroses do punho
  • Artroses
  • Tendinites
  • Sobrecarga das articulações do punho
  • Situações de instabilidade
  • Tratamento pré e pós-operatório ou pós-traumático.

 

 

 

 

Entenda como compressas quentes ou frias podem ajudar a aliviar a dor causada pela artrose

 

Ortótese para rizartrose

ortótese para rizartrose

Indicada para o tratamento de:

  • Osteoartrite da 1ª articulação CMC
  • Tratamento pós-operatório da 1ª articulação CMC
  • Artroplastia da 1ª articulação CMC
  • Instabilidade da 1ª articulação CMC
  • Rizartrose

 

 

 

 

 

Pulso elástico curto aberto com tala de polegar amovível

pulso elástico curto aberto tala de polegar amovível

Indicada para o tratamento de:

  • Imobilização funcional do polegar
  • Sequelas dolorosas ou inflamatórias nas artroses e artrites
  • Tratamento de proteção após cirurgia ou lesões.

 

 

 

 

 

 

Tala forrada para imobilização do polegar

tala forrada para imobilização do polegar

Indicada para o tratamento de:

  • Tendinites
  • Sequelas dolorosas e inflamações
  • Instabilidades, irritações e imobilização na zona das articulações trapézio-metacarpianas (rizartrose do polegar)
  • Lesões desportivas (ex: polegar do esquiador)

 

 

 

 

 

 

Tala de Quervain

tala de quervain ortótese pulso

Indicada para o tratamento de:

  • Lesões combinadas da articulação do pulso com o polegar
  • Síndrome do túnel carpiano
  • Tendinite
  • Sequelas dolorosas e inflamatórias
  • Irritações e instabilidades das articulações carpometacarpianas e metacarpofalângicas
  • Lesões dos ligamentos laterais do primeiro MCP
  • Lesões desportivas e pós-traumáticas
  • Rizartrose do polegar

 

 

 

Tala de Stack

tala de stack ortótese dedo

Indicada para o tratamento de:

  • Imobilização da articulação interfalângica distal, mantendo-a em extensão
  • Avulsão do extensor ao nível da sua inserção na face dorsal da falange distal

 

 

 

 

 

 

 

 

Tala imobilizadora de dedo em alumínio maleável

tala imobilizadora de dedo em alumínio

Indicações:

  • Indicado em situações em que é necessário imobilizar o conjunto interfalângico distal. Pode ser facilmente adaptado a qualquer dedo em qualquer uma das mãos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para os membros inferiores

Conjunto das principais ortóteses utilizadas para a anca, joelho, coxa e perna, tornozelo e pé.

 

Ortótese estabilizadora da anca com abdução

ortótese estabilizadora da anca com abdução

Indicada para o tratamento de:

  • Estabilização pós operatória após substituição total da anca
  • Complicações após uma artroplastia da anca ou luxação
  • Pós diminuição da luxação ou próteses instáveis
  • Pós resseção da cabeça femoral
  • Fraturas
  • Osteoporose

 

 

 

 

 

Ortótese para imobilização do joelho

ortótese para imobilização do joelho

Indicada para o tratamento de:

  • Pós e pré operatório do joelho
  • Imobilização pós lesão ou fratura do joelho
  • Processo de reabilitação do joelho

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para regulação da flexão-extensão do joelho

 

Ortótese de joelho com articulação de flexo extensão curta/longa

ortótese de joelho flexo extensão curta longa

Indicada para o tratamento de:

  • Para joelhos instáveis ou lesionados
  • Reabilitação pós-operatória e pós-traumática
  • Para imobilização relativa da articulação do joelho em situações que requerem um perfeito controlo
  • Quando interessa determinar a mobilidade de um joelho (cirurgia de ligamentos cruzados)

 

 

 

 

 

Ortótese funcional para o joelho

ortótese funcional do joelho

Indicada para o tratamento de:

  • Lesões dos ligamentos colaterais (ruturas) do joelho
  • Tratamento conservador de instabilidades resultantes de lesões combinadas do joelho
  • Rutura dos ligamentos cruzados do joelho
  • Tratamento pós-operatório e após cirurgia dos ligamentos do joelho

 

 

 

 

 

 

Ortótese funcional de joelho com articulação unilateral com regulação e ajuste varo/valgo

ortótese funcional de joelho articulação unilateral

Indicada para o tratamento de:

  • Osteoartrite uni-compartimental do joelho (medial ou lateral) leve ou moderada
  • Lesão medial ou lateral do menisco
  • Genu-Valgo ou Varo associados a artrose

 

 

 

 

 

 

Joelheira com controlo de flexo-extensão curta

joelheira controlo flexo-extensão curta

Indicada para o tratamento de:

  • Tratamentos no pós-operatório do joelho
  • Situações que necessitem de um controlo do ângulo articular do joelho
  • Reabilitação após lesões no joelho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para estabilização médio-lateral rígida do joelho

 

Joelheira envolvente com articulações policêntricas

joelheira envolvente articulações policêntricas

Indicada para o tratamento de:

  • Tratamentos no pós-operatório cirurgia ao joelho
  • Estabilização do joelho durante as atividades desportivas ou situações de esforço
  • Situações em que os doentes devido à sua morfologia especial necessitem de uma rápida e fácil colocação da ortótese
  • Tendinites
  • Lesões capsulo-ligamentosas
  • Artroses e artrites
  • Dores na articulação do joelho

 

 

 

 

Dores nas articulações: Conheça as principais causas e tratamentos

 

 

Joelheira elástica rótula aberta articulação policêntrica

joelheira elástica rótula aberta articulação policêntrica

Indicada para o tratamento de:

  • Estados de irritação do joelho (tendomiopatia, inflamação dos ligamentos do joelho em primeira fase, artrose, artrite pós-traumática e pós-cirúrgica)
  • Sensação de instabilidade do joelho
  • Correção de valgo ou varo do joelho, associadas a instabilidades da rótula

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para estabilização médio-lateral flexível do joelho

 

Joelheira com estabilizadores laterais flexíveis

joelheira com estabilizadores laterais flexíveis

Indicada para o tratamento de:

  • Tratamentos no pós-operatório a cirurgia do joelho
  • Tendinites
  • Artroses e Artrites
  • Dores articulares do joelho
  • Ligeiras instabilidades rotulianas e médio-laterais

 

 

 

 

 

Joelheira elástica com rótula fechada e barras laterais

joelheira elástica com rótula fechada barras laterais

Indicada para o tratamento de:

  • Entorses de ligamentos do joelho
  • Tendinite de inserção do joelho
  • Processos inflamatórios do joelho
  • Pós-artroscopia
  • Recuperação pós-operatória do joelho

 

 

 

 

 

Suporte patelar com almofada em silicone

suporte patelar com almofada em silicone

Indicações:

  • Indicado na patologia de Osgoog-Schlatter. Faz a compressão no tendão do quadricípedes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para coxa e perna

 

Ortótese para coxa em neopreno

ortótese para coxa em neopreno

Indicada para o tratamento de:

  • Prevenção de roturas musculares principalmente nos quadríceps e abdutores

 

 

 

 

 

 

 

 

Suporte para coxa com placas termoplásticas

suporte para coxa com placas termoplásticas

Indicações:

  • Como método de proteção num local de trabalho ou na prática de atividades desportivas que possam levar a determinadas lesões na coxa, como o primeiro ou segundo grau fibrilar e tensão muscular.

 

 

 

 

 

 

 

Ortótese para perna em neopreno

ortótese para perna em neopreno

Indicações:

  • Indicada em patologias musculares e proteção na zona traseira da perna. Tem o efeito de suporte, compressão e calor.

 

 

 

 

 

 

 

Perneira com placas termoplásticas

perneira com placas termoplásticas

Indicações:

  • Como método de proteção num local de trabalho ou na prática de atividades desportivas que possam levar a determinadas lesões na perna, como o primeiro ou segundo grau fibrilar e tensão muscular.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para tornozelo e pé

Imobilizador de tornozelo Walker

imobilizador de tornozelo walker

Indicado para o tratamento de:

  • Limitação dos movimentos nas lesões da articulação do tornozelo ou do pé
  • Apoios em ângulos específicos e como ajuda nos processos reconstrutivos nos entorses, nas lesões dos ligamentos do tornozelo, nas feridas do pé (incluídas as pós-cirúrgicas), inflamações do tendão de Aquiles e nas fraturas sem deslocamento da porção distal da tíbia.

 

 

 

 

 

 

Imobilizador de tornozelo fixo Walker

imobilizador de tornozelo fixo walker

Indicações:

  • Imobilização da articulação tíbio-tarsiana, pé, tornozelo e perna, proporcionando um controlo da flexo-extensão. Permite um andar em forma de Balancin.

 

 

 

 

 

 

 

Imobilizador de tornozelo fixo Walker curta

imobilizador de tornozelo fixo walker curta

Indicado para o tratamento de:

  • Lesões do pé
  • Fratura metatarsiana
  • Bunionectomia
  • Lesões nos tecidos moles
  • Pós-cirurgia do tornozelo ou pé
  • Lesões na zona frontal do ante-pé, maléolo e calcanhar
  • Entorses graves na zona do tornozelo

 

 

 

 

Sapato pós cirúrgico

sapato pós-cirúrgico ortótese para pé

Indicado para o tratamento de:

  • Pós-cirurgia na zona do pé e dedos do pé
  • Edemas dos pés
  • Quando não é possível a utilização de calçado convencional

 

 

 

 

 

 

 

Sapato pós cirúrgico com tacão

sapato pós-cirúrgico com tacão ortótese para pé

Indicado para o tratamento de:

  • Pós-cirurgia na zona do pé e dedos do pé
  • Edemas dos pés
  • Quando não é possível a utilização de calçado convencional
  • Quando existe uma imobilização tíbio-társica e é necessário ajuda quando o doente se desloca.

 

 

 

 

 

 

Calçado pós operatório para diabéticos e ulcerações

calçado pós-operatório para diabéticos e úlceras plantares

Indicada para o tratamento de:

  • Pós-operatório tanto nos dedos como no pé
  • Edemas dos pés
  • Pé diabético
  • Quando não é possível a utilização de calçado convencional
  • Úlceras plantares

 

 

 

 

 

 

 

Úlceras de pressão: Saiba tudo sobre as causas, sintomas e tratamentos

 

 

Tala multi-posicional pé-tornozelo

tala multi-posicional pé tornozelo

Indicada para o tratamento de:

  • Pós cirurgia do joelho, quadril e pé, sempre que seja necessário o controlo da rotação do membro inferior.

 

 

 

 

 

 

 

 

Estabilizador do tornozelo

estabilizador do tornozelo ortótese

Indicado para o tratamento de:

  • Imobilização pós-lesão do tornozelo
  • Recuperação funcional do tornozelo
  • Instabilidades do tornozelo
  • Prevenção contra lesões desportivas no tornozelo
  • Fascite plantar

 

 

 

 

 

Ortótese do tornozelo com estabilização médio lateral

ortótese tornozelo estabilização médio lateral

Indicada para o tratamento de:

  • Insuficiência crónica de ligamentos (entorses recorrentes)
  • Como método de prevenção de lesões relacionadas com práticas de desporto, na reabilitação pós cirurgia
  • Entorses do grau 1 ou 2

 

 

 

 

 

 

Pé elástico com almofada viscoelástica

pé elástico com almofada viscoelástica

Indicado para o tratamento de:

  • Tendinites
  • Entorses
  • Prevenção, apoio e suporte em práticas desportivas e laborais
  • Contusões leves do tornozelo
  • Traumatismos e instabilidades leves do tornozelo
  • Processos inflamatórios do tornozelo.

 

 

 

 

 

Suporte elástico para tornozelo com almofada para Tendão Aquiles

suporte elástico para tornozelo com almofada para tendão de aquiles

Indicado para o tratamento de:

  • Prevenção e tratamento de patologias que afetam o tendão de Aquiles
  • Tendinites do tendão de Aquiles
  • Bursites retrocalcaneanas
  • Dores crónicas do tendão de Aquiles
  • Pós-operatório do tendão de Aquiles
  • Síndrome de Haglund

 

 

 

 

 

Ortótese para tratamento de Fascites Plantares

ortótese para fascite plantar

Indicada para o tratamento de:

  • Fascites plantares

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses para pé pendente

 

Ortótese para pé pendente

ortótese para pé pendente

Indicações:

  • Para pessoas que tenham alguma limitação na zona dorsiflexão do pé
  • Retração do tendão de Aquiles em paralisias cerebrais infantis, lesões no nervo ciático poplíteo externo
  • Sequelas resultantes de paralisias flácidas ou hemiplegia provocada por AVC.

 

 

 

 

 

 

 

 

AVC: Saiba tudo sobre a prevenção, as causas, os sintomas e os tratamentos.

 

Suporte para perna com união para apoio equino

suporte perna união apoio equino

Indicações:

  • Permite uma flexão dorsal no apoio do calcanhar quando em posição de marcha.
  • Evita o risco de tropeçar, especialmente em zonas onde haja tapetes ou superfícies irregulares.
  • Esta ortótese é bastante discreta para quem tenha que a usar, ao mesmo tempo que não ocupa qualquer tipo de espaço, sendo fácil a sua colocação.

 

 

 

 

 

Ortótese anti-equino Boxia

ortótese anti-equino boxia

Indicações:

  • Levanta a parte dianteira do ante pé, permitindo uma flexão plantar no apoio do calcanhar quando em posição de marcha
  • Evita o risco de tropeçar, especialmente em zonas onde haja tapetes ou superfícies irregulares.
  • Esta ortótese é bastante discreta para quem tenha que a usar, ao mesmo tempo que não ocupa qualquer tipo de espaço, sendo fácil a sua colocação.

 

 

 

 

 

Ortóteses para dedos do pé

 

Corretor noturno Hallux-Valgus (Joanete)

corretor noturno joanete hallux valgus

Indicado para o tratamento de:

  • Correção postural do Hallux-Valgus (joanetes)
  • Pós cirurgia do Hallux-Valgus (joanetes)

 

 

 

 

 

 

 

Corretor noturno em termoplástico Hallux-Valgus

corretor noturno joanetes em termoplástico

Indicado para o tratamento de:

  • Correção do hallux-valgus (joanetes)

 

 

 

 

 

 

 

 

Corretor diurno para hallux-valgus (joanetes)

corretor diurno hallux valgus ortótese dedo pé

Indicações:

  • Correção do posicionamento em valgo do 1º dedo (dedo grande do pé).
  • Contribui para a diminuição da dor e diminui a tensão na cápsula e nos ligamentos.
  • Evita o aumento de deformidades ao impedir trações biomecânicas indesejáveis nos tendões.
  • Contribui para a correção em situações pós cirúrgicas.

 

 

 

 

 

 

Ortóteses em podologia: Calcanheiras e palmilhas

 

Calcanheira de silicone transparente fina

calcanheira silicone transparente fina

Indicações:

  • Aliviar talagias, bursites e tendinites do tendão de Aquiles.

 

 

 

 

 

 

 

 

Calcanheira em silicone para esporão descarga lateral

calcanheira silicone esporão descarga lateral

Indicada para o tratamento de:

  • Patologias do esporão do calcanhar lateral
  • Bursites do calcanhar
  • Absorção de impactos

 

 

 

 

 

 

Calcanheira em silicone plana para esporão descarga central

calcanheira em silicone plana para esporão descarga central

Indicada para o tratamento de:

  • Patologias do esporão do calcanhar central
  • Bursites do calcanhar
  • Absorção de impactos em dismetrias do membro inferior de 1 cm e de 0,5 cm

 

 

 

 

 

 

 

Palmilha em silicone sem apoio retrocapital

palmilha em silicone sem apoio retrocapital

Indicada para o tratamento de:

  • Talalgias
  • Bursites
  • Metatarsalgias
  • Esporão do calcanhar
  • Fascites plantares
  • Aconselhável a diabéticos
  • Pés doridos, cansados e pós-cirúrgicos
  • Na prática desportiva

 

 

 

 

Palmilha em silicone com apoio retrocapital

palmilha em silicone com apoio retrocapital

Indicada para o tratamento de:

 

  • Talalgias
  • Bursites
  • Metatarsalgias
  • Esporão do calcanhar
  • Fascites plantares
  • Não aconselhável a diabéticos
  • Pés doridos, cansados e pós-cirúrgicos
  • Na prática desportiva

 

 

 

Almofada adesiva em gel para ante-pé

almofada adesiva em gel para ante-pé

Indicações:

  • Em situações para evitar a formação de calosidades e durezas na zona frontal do pé.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses em podologia: Gel polímero

 

Separador carrete em gel

separador carrete em gel

Indicações:

  • Ajuda a preservar o alinhamento da articulação falângica metatarsiana (ideal para a deformidade do joanete e desvio do dedo do pé pós-operatório).
  • Reduz a fricção e irritação entre os dedos adjacentes e sobrepostos.

 

 

 

 

 

 

 

Separador meia lua em gel

separador meia lua em gel

Indicações:

  • Ajuda a proteger contra a fricção inter-digital, fricção e irritação causadas por formações dolorosas tais como calos, verrugas e problemas de unhas.
  • Mantém o alinhamento durante o período de cura
  • Para uso prolongado ou no pós-operatório.

 

 

 

 

 

 

Protetor de joanete em gel

protetor de joanete em gel

Indicações:

  • O protetor de joanete amortece e protege a protuberância óssea.
  • Absorve a pressão e a fricção.

 

 

 

 

 

 

 

 

Protetor em dedeira com gel e tecido

protetor em dedeira com gel e tecido ortótese

Indicações:

  • Contribui para aliviar a pressão e a fricção nos dedos dos pés
  • Para dedos em martelo, dedos sobrepostos e infrapostos
  • Lesões inflamatórias ou dedos parcialmente amputados
  • Problemas de pele nos dedos do pé e unhas encravadas

 

 

 

 

 

 

Protetor de ante-pé em gel e tecido

protetor de ante-pé em gel e tecido

Indicações:

  • Ajuda a manter a temperatura corporal nos dedos
  • Pode aliviar sintomas em pessoas que sofrem de artrites ou dedos dos pés frios devido a má circulação.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ortóteses em Ortopedia

ortóteses canadianas muletas bengalas andarilhos cadeiras de rodas

Alguns produtos de apoio ou ajudas técnicas podem ser considerados ortóteses. É o caso das muletas canadianas, as bengalas, os andarilhos e as cadeiras de rodas.

São produtos que ajudam a melhorar a mobilidade e a marcha do doente.

 

Cuidados a ter na prescrição de ortóteses

cuidados prescrição ortóteses

 

Como referido anteriormente, a prescrição de ortóteses é da responsabilidade do médico, que habitualmente tem em conta os seguintes aspetos:

  • Saber a história completa do doente (doenças, cirurgias, medicação,etc).
  • Avaliação de deformidades ou úlceras de pressão situadas na zona de pressão da ortótese.
  • Procurar produzir e adaptar a ortótese de forma a que fique o mais funcional e ergonómica possível.
  • Avaliação do impacto que a ortótese poderá ter a nível da saúde e funcionalidade do doente.

 

Prescrição de ortóteses – Conheça este site que poderá ajudar o médico a prescrever ortóteses.

 

Quem precisa de usar ortóteses?

quem precisa usar ortóteses

 

A ortótese é indicada em casos em que o doente não consegue manter uma parte do corpo em posição funcional, quando há presença ou tendência para a deformidade e quando há necessidade de repouso e imobilização de uma articulação.

No entanto, podem necessitar de uma ortótese, os doentes que apresentem alguma sequela ou deformidade que leve a limitação da capacidade funcional, seja decorrente de uma doença neurológica (por exemplo AVC, Paralisia Cerebral, Traumatismo Craniano) ou uma lesão traumática ortopédica (por exemplo, fratura, lesão do tendão, lesão do nervo), assim como aqueles que necessitem de proteger alguma estrutura após uma cirurgia.

 

Por quanto tempo devo utilizar a ortótese?

por quanto tempo devo usar ortótese

 

Quem determina e prescreve o tempo de utilização de uma ortótese é o médico.

Habitualmente uma ortótese tem indicação para uso temporário até que a lesão esteja resolvida.

Tomemos como exemplo uma pessoa com uma tendinite no pulso. Após recuperação total da tendinite, pode deixar de utilizar a ortótese do pulso. No entanto, se a pessoa tem o risco de fazer novas tendinites devido à sua atividade laboral, pode ser adequado o uso de uma ortótese para prevenção de novas lesões, assumindo assim o carácter de utilização contínua.

 

Para que servem as ortóteses?

ortóteses para que servem

 

As ortóteses são dispositivos aplicados externamente ao corpo para tratar problemas resultantes de lesões, doenças, problemas congénitos ou processo de envelhecimento.

 

Em função da especificidade de cada pessoa, a ortótese poderá ter diversos objetivos, como estabilizar ou imobilizar, impedir ou corrigir uma deformidade, proteger contra uma lesão, promover o tratamento ou assistir na função.

 

Desta forma, as ortóteses podem ter as seguintes funções:

  1. Funcionais: também chamadas de dinâmicas, são mais flexíveis, e permitem um movimento limitado.
  2. Estabilizadoras: mantém uma posição e impedem movimentos indesejados. São utilizadas por exemplo, em situações de correção do pé equino, fraturas e dores ou para diminuir a amplitude articular de um parte do corpo inflamada ou dolorosa.
  3. Corretoras: Indicadas para corrigir deformidades esqueléticas. Geralmente usadas em crianças para corrigir membros em desenvolvimento.
  4. Protetoras: mantém protegido um órgão afetado.

 

Como usar as órteses apropriadamente?

como usar ortóteses adequadamente

 

Deixamos algumas dicas de como podem ser utilizadas ortóteses de forma adequada e confortável:

  1. Sempre que possível, colocar a ortótese debaixo de outras roupas. Quando estiver frio ou se o utilizador estiver num local que exija uma roupa mais formal, pode ser necessário cobrir a ortótese. Usar roupas mais folgadas de forma a que caiba bem a ortótese, o que fará também com que fique menos visível.
  • Aplicar primeiro a ortótese e depois colocar as roupas.
  • Roupas desportivas habitualmente são mais folgadas e mais flexíveis, o que podem ser mais fáceis de utilizar do que calças apertadas.
  1. A utilização da ortótese deve proporcionar conforto e alívio da dor ao utilizador. Se por algum motivo a sua utilização se torna desconfortável ou provoque dor, deve ser comunicado de imediato ao profissional de saúde que acompanha o doente, de forma a identificar e resolver eventuais complicações.
  2. Seguir as recomendações do médico ou do profissional de saúde. Ouvir sempre e confiar no médico ou no profissional de saúde quando se trata de lidar com lesões debilitantes. Ele informará de todos os detalhes importantes que o utilizador precisa de saber, como a melhor forma de usar a ortótese, quanto tempo será necessária e que tipo de movimentos deve evitar.
  • Talvez o utilizador precise de usar a ortótese temporariamente em apenas uma parte do dia ou durante algumas atividades. A maioria das lesões requer a utilização constante.
  • Não hesitar em perguntar ao médico qualquer dúvida que o utilizador tenha em relação à lesão e ao processo de reabilitação.
  1. As ortóteses devem ser ajustadas e adaptadas ao utilizador por um profissional de saúde especializado (médico, ortoprotésico, terapeuta ocupacional, enfermeiro especialista).  Como vimos anteriormente, existem ortóteses pré-fabricadas com vários tamanhos ou com tamanho universal. O profissional de saúde deve escolher o tamanho adequado ao utilizador.

No caso das ortóteses personalizadas, elas são produzidas e baseadas nas características e medidas do utilizador.

 

 

 

Cuidados básicos com as ortóteses: como limpar e armazenar adequadamente?

como limpar e armazenar ortóteses

 

O uso de alguns produtos químicos utilizados na limpeza quotidiana das nossas casas (detergentes, desinfetantes,etc) podem prejudicar a durabilidade ou até mesmo alterar o formato da ortótese.

 

Outro descuido que pode prejudicar a forma e a resistência da ortótese é deixá-la exposta a fontes de calor, seja sob o sol ou em contato com água muito quente. A temperatura em excesso pode provocar alterações na forma ou no formato da ortótese, o que consequentemente faz com que perca a sua função.

 

Os principais cuidados a ter com a limpeza e com o armazenamento da ortótese:

  • Respeitar os horários de utilização
  • Não esquecer da ortótese dentro do carro
  • Não usar desinfetantes nem produtos abrasivos na lavagem ou limpeza
  • Após lavar a ortótese, secar com uma toalha limpa
  • Não passar a ortótese «a ferro»
  • Não deixar a ortótese «de molho»
  • Não esquecer da ortótese ao sol
  • Respeitar as indicações da etiqueta, as instruções de utilização ou as recomendações do profissional de saúde.
  • Não lavar a ortótese na máquina de lavar roupa
  • Fazer a limpeza da ortótese frequentemente com um pano húmido e sabão neutro. Não utilizar produtos químicos.
  • Não usar ortóteses emprestadas sem primeiro falar e mostrar à equipa de reabilitação para que possa avaliar e verificar o estado do material e se o mesmo é apropriado
  • Se houver qualquer intercorrência, comunicar à equipa de saúde e não utilizar a ortótese até que o problema esteja resolvido.
  • A utilização da ortótese precisa de treino e de acompanhamento terapêutico profissional para controlar e assegurar os objetivos do tratamento.

 

 

 

Conclusão

ortótese para tratamento e prevenção de lesões ou doenças

 

Hoje em dia existem uma grande variedade de ortóteses, de variadas marcas internacionais, disponíveis para ajudar no tratamento e prevenção de problemas relacionados com lesões, doenças ou com o envelhecimento.

 

É importante a avaliação e a prescrição pelo médico assistente e o envolvimento de uma equipa multidisciplinar que inclui o ortoprotésico, o terapeuta ocupacional, o fisioterapeuta, o enfermeiro e a família do doente, para que se consigam os melhores resultados na recuperação e na reabilitação do doente.

 

Os centros Mais que Cuidar têm uma grande gama de ortóteses em demonstração e uma equipa de profissionais de saúde disponíveis para ajudar o doente a encontrar a ortótese mais adequada para a sua situação e para realizarem um aconselhamento personalizado sobre o correto funcionamento, treino e manutenção da ortótese.

 

Quando necessário e solicitado pelo doente ou pelo profissional de saúde que o acompanha, os nossos ortoprotésicos deslocam-se ao domicílio ou ao hospital para aplicarem e adaptarem a ortótese prescrita. A ortótese mais solicitada nestas situações é o colete Jewett.

 

Referências:

  • Ortóteses Medi
  • Ortóteses Juzo
  • Ortóteses Orliman

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

LOJAS MAIS QUE CUIDAR PORTUGAL
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 22 405 41 46
Porto
Santarém
Av Villiers
Sur Marne 23
2330-218 Entrocamento
T. 249 248 400
Santarém
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T 210 402 220
Lisboa
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Almada
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brá de Alportel
T. 28 982 42 25
Faro