Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Qual a importância dos cuidados pessoais para os idosos?

Qual a importância dos cuidados pessoais para os idosos?

Tomar banho, vestir, calçar e cuidar da higiene pessoal, são tudo situações normais para qualquer pessoa e também para os idosos. Mas com a idade, até mesmo estas atividades simples podem tornar-se em situações mais complicadas.

Uma ajuda com os cuidados pessoais em casa do idoso é, muitas vezes, a melhor solução para permitir às pessoas idosas ficarem em casa, e receberem o apoio necessário para completar as tarefas do dia-a-dia.

O cuidado pessoal em casa possibilita manter as rotinas familiares no local onde os idosos se sentem mais confortáveis, sobretudo quando se trata de cuidados de higiene pessoal, onde é necessário haver privacidade e conforto.

Os cuidados pessoais são uma parte bastante importante levada a cabo geralmente por um prestador de cuidados ao domicílio. Estes cuidados podem abranger um conjunto variado de tarefas, mas geralmente inclui a higiene pessoal, o asseio e o apoio na casa de banho.

Por norma, estes cuidados são concebidos para seguir as rotinas do idoso, quer seja um duche de manhã ou um banho antes do deitar.

Os cuidados pessoais podem ainda abranger outro tipo de cuidados como apoio com tarefas domésticas como limpeza geral, compras, cozinhar e preparar refeições, ajuda com medicamentos, apoio com problemas de mobilidade, entre outros.

O que são os cuidados pessoais?

Os cuidados pessoais relacionados com a higiene pessoal podem incluir coisas tão diferentes como, lavagem do corpo, ajuda para ir à casa de banho, ajuda para vestir, ajuda para lidar com qualquer problema de incontinência, cuidados com o cabelo e barba.

E ainda cuidados com a pele e maquilhagem, ou outros considerados necessários para o bem-estar do idoso.

Os idosos podem ser reservados quando se trata de aceitar ajuda com cuidados pessoais, mas o benefício de ter assistência nesta área tende a ultrapassar as reservas.

Pode ser difícil perceber quando o idoso precisa de cuidados pessoais, por vezes os idosos podem sentir-se desconfortáveis a falar sobre temas relacionados com a higiene pessoal, ou podem mesmo não se aperceber que precisam de ajuda nestas situações.

Existem algumas manifestações de necessidade de ajuda que podem servir como sinais para revelar que é altura de ajudar. Alguns desses sinais são:

  • Usar a mesma roupa todos os dias
  • Parar de tomar banho
  • Parar de escovar os dentes

À medida que as pessoas envelhecem, os cuidados pessoais podem exigir mais esforço, e pode ser mais difícil tomar banho, vestir ou despir a roupa e utilizar a casa de banho. Os sinais de que o idoso precisa de cuidados pessoais podem ser subtis, é necessário estar atento.

Quais são os principais aspetos dos cuidados pessoais?

Os cuidados pessoais são vitais para a saúde e bem-estar dos idosos. Com estes cuidados, as necessidades individuais serão tidas em conta com sensibilidade e dignidade, o que por sua vez possibilita uma melhor qualidade de vida e maior autoestima.

A promoção de uma boa higiene pessoal ajuda a prevenir doenças e a propagação de infeções.

Com efeitos benéficos também na saúde mental e possibilita a estadia na própria casa em segurança e conforto, possibilitando um estilo de vida independente.

A falta de higiene é uma das situações que indica que um idoso pode precisar de ajuda nas tarefas da vida diária.

No entanto, quando os cuidados pessoais são feitos por terceiros pode ser uma situação invasiva e até humilhante para muitos idosos.

É importante perceber como o idoso se sente confortável e quais são os seus níveis de tolerância a terceiros, para aliviar o stress e criar um sentimento de confiança.

A prestação de cuidados pessoais, sobretudo quando envolvem a higiene pessoal é uma situação muito pessoal e privada, por isso é necessário consultar o idoso previamente sobre os seus níveis de conforto.

O idoso poderá ter preferências pelo cuidado de um familiar ou cuidador ou ainda de um enfermeiro, poderá apenas necessitar de ajuda com algumas tarefas ou com todas, poderá preferir pessoas do mesmo género ou do sexo oposto para os seus cuidados mais íntimos como tomar banho ou fazer a barba.

Por outro lado, poderá ter alguma questão em particular, como uma doença ou incapacidade que o faça sentir mais desconfortável, ou poderá ter mais dificuldade para incorporar os cuidados na sua rotina normal. São tudo fatores a ter em conta nos cuidados pessoais de um idoso.

Incorporar na rotina regular

Seguir a rotina normal dos idosos vai ajudar o idoso a ter mais conforto. Manter a rotina de tomar banho, utilizando os artigos específicos habituais como panos de lavagem, sabonetes, ou champôs preferidos e habituais.

Mantendo a rotina e o horário habitual das atividades de higiene pessoal é uma forma de tornar os cuidados pessoais mais tranquilos, seguros e benéficos.

Estratégias para tornar o banho mais seguro

Se o idoso tiver mau equilíbrio ou não puder estar de pé por longos períodos de tempo, poderá ser necessário colocar o chuveiro ou a banheira com acessos mais acessíveis e seguros.

Estes dispositivos podem ajudar a garantir práticas mais seguras de higiene:

As necessidades de higiene para os idosos podem ser diferentes das necessidades das outras pessoas. Tomar banho duas vezes por semana é tipicamente suficiente para uma pessoa idosa, a menos que ocorram imprevistos ou acidentes com incontinência.

Nos casos em que há incontinência é importante lavar e secar rapidamente o idoso para evitar ruturas cutâneas. É importante também lavar as partes genitais antes de dormir e ao levantar, quando há problemas de incontinência.

Organizar os utensílios de banho

A preparação e organização do que é necessário para o banho previamente é uma das formas mais simples de ajudar a garantir que o banho ocorre sem problemas. Deve ser tudo preparado e colocado num só lugar de fácil acesso.

Respeitar o nível de privacidade e conforto dos idosos

Algumas pessoas idosas podem sentir-se mais confortáveis tapando com uma toalha a área genital durante o banho. Embora as toalhas precisem de ser utilizadas para limpar essa área, facilitar esta situação de privacidade pessoal pode tornar a pessoa idosa mais confortável.

Limpar debaixo das dobras cutâneas

As bactérias crescem debaixo das dobras da pele por isso, é importante limpar debaixo de cada dobra e ruga, incluindo a pele nestas áreas:

  • Seios
  • Pescoço
  • Dobras do estômago
  • Área genital

Estas áreas devem ser secas com uma toalha para evitar infeções fúngicas da pele. Enxaguar completamente o sabonete ou gel de banho para que a pele do idoso não fique demasiado seca ou machucada.

Cuidados com a pele

A pele torna-se mais sensível com a idade, por isso é importante secar com uma toalha com cuidado e não esfregar. A aplicação de um creme hidratante é essencial para ajudar a prevenir a secura da pele e pode até servir como uma massagem relaxante.

Estes são alguns cuidados específicos a ter com a pele dos idosos:

  • Manter a duração de banhos e duches até cerca de 10 minutos
  • Utilizar água morna em vez de água quente
  • Usar um pano macio para lavar
  • Aplicar o creme hidratante na pele ainda húmida

Cuidar da higiene oral

A manutenção da higiene dentária como parte dos cuidados pessoais para os idosos é importante para a saúde a longo prazo.

Os idosos devem consultar o dentista de seis em seis meses ou com uma maior frequência, dependendo da situação médica de cada um.

As próteses dentárias devem ser verificadas regularmente para uma boa manutenção, e as gengivas devem ser verificadas para detetar doenças gengivais ou cancro.

É recomendada a prática de uma boa higiene oral de manhã e antes de dormir. Caso seja possível, pode-se preparar a escova de dentes com pasta de dentes para o idoso poder escovar os dentes sozinho.

Quando o idoso não consegue escovar os dentes sozinho, o cuidador poderá ajudar, segurando a mão do idoso e escovando ele próprio.

Estas são algumas práticas adicionais de higiene oral para os idosos:

  • Utilizar escovas de dentes rotativas
  • Escovar com pasta de dentes de alto teor de flúor
  • Usar flúor tópico com lavagens diárias da boca ou aplicações de verniz de flúor
  • Manter uma dieta saudável

Ajudar a manter a independência nas tarefas diárias

O envolvimento de terceiros em tarefas relacionadas com a higiene depende das necessidades e capacidades de cada idoso. O ideal é ajudar os idosos permanecer pelo máximo de tempo possível no controlo das suas próprias vidas.

É importante deixar os idosos fazer o máximo possível para os ajudar a sentirem-se independentes.

Os cuidadores devem por isso, desenvolver a paciência. O cuidado pessoal dos idosos pode ter dias desafiantes, mas é importante demonstrar paciência, compreensão e comunicar de forma clara, para que o idoso se possa sentir seguro e confortável.

Desafios comuns nos cuidados pessoais

Os cuidados pessoais podem desencadear muita resistência nos idosos, por isso é importante saber lidar com os desafios.

Estas são algumas estratégias:

Resistência a tomar banho

A maioria dos idosos tomou banho de forma independente durante toda a vida e pode ser difícil abandonar um sentimento de independência e deixar que outra pessoa ajude com esta tarefa íntima.

A solução é preservar a privacidade o mais possível. Comunicar com o idoso durante a prestação dos cuidados pessoais e ajudar a preservar um sentimento de dignidade.

Medo de cair

Muitos idosos preocupam-se com as quedas durante o banho ou o duche, e há razões para isso, já que as quedas ocorrem com muita frequência em idade avançada.

Instalar equipamentos de segurança na casa de banho, pode ser uma ajuda essencial quando há medo de cair.

As casas de banho podem ser mais seguras através da instalação de boa iluminação, superfícies antiderrapantes, elevadores de sanita, barras de apoio, bancos de duche, e chuveiros de mão.

Dor ou desconforto

Algumas pessoas idosas expressam desconforto com a temperatura ou com as mudanças de temperatura dos chuveiros, ou sentem mesmo dor.

As pessoas com demência podem ser especialmente sensíveis à sensação ou ao som do duche, achando-o irritante ou avassalador.

O primeiro passo para gerir o cuidado de quem não quer tomar banho é tentar perceber a raiz do problema. Em alguns casos, pode resolver-se facilmente, reduzindo a pressão da água, ou manter os idosos sentados em vez de ficarem de pé.

Cuidados pessoais e demência

Os cuidados pessoais e a higiene, em particular, podem ser situações difíceis para as pessoas que têm demência. Podem esquecer-se de tomar banho ou ter dificuldade em aceitar ajuda na higiene pessoal e no banho.

Um cuidador pessoal regular poderá construir uma relação mais próxima com o idoso baseada na confiança e compreensão. O cuidador pode oferecer apoio e encorajamento e seguir rotinas bem estabelecidas para que o idoso se sinta relaxado na sua companhia.

No caso de cuidados pessoais em idosos com demência, é importante ajudar o idoso a fazer as suas próprias escolhas quando se trata dos seus cuidados pessoais específicos.

Conclusão

À medida que uma pessoa envelhece, os seus hábitos de cuidados pessoais e higiene pessoal podem mudar. A dada altura, poderá ser necessária alguma assistência com cuidados pessoais específicos e adequados a cada situação.

Os cuidados pessoais podem incluir várias tarefas como a assistência na casa de banho, ajudar a vestir, comer, caminhar ou na higiene pessoal.

Os cuidados pessoais podem ajudar a pessoa idosa a manter a sua independência e a sentir um melhor bem-estar enquanto recebe a assistência de que necessita.

À medida que as pessoas envelhecem, enfrentam frequentemente desafios inesperados. Uma das partes mais desafiantes do envelhecimento para muitos idosos é a dificuldade com a higiene e as atividades da vida diária.

Os idosos podem achar embaraçoso quando já não conseguem cuidar da sua higiene pessoal. Os cuidados pessoais em são uma boa opção porque ajudam com a higiene preservando a dignidade do idoso.

Os idosos desenvolvem frequentemente graves problemas de saúde quando não conseguem manter a sua higiene pessoal e não pedem ajuda a terceiros. As infeções urinárias e outras infeções podem ser graves para os idosos, por vezes até causar a morte.

Os cuidados pessoais para idosos facilitam assim a manutenção da saúde, higiene e qualidade de vida dos idosos.

Juntos Cuidamos Melhor!

Na Mais que Cuidar encontra uma gama completa de produtos e serviços  que dão uma ajuda importante no apoio e no conforto, prestando cuidados de saúde ao domicilio (apoio domiciliário, fisioterapia, enfermagem) e produtos de apoio para comprar ou alugar.

Os nossos profissionais de saúde e mobilidade estão sempre disponíveis para ajudar a encontrar as melhores soluções para a sua situação específica. Temos ao seu dispor uma linha de apoio de enfermagem 24h/dia 365 dias do ano.

Na Mais que Cuidar poderá contar também com o apoio do médico fisiatra através da consulta ao domicílio ou da teleconsulta.

Referências:

  • Elder.org
  • A Place for Mom

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Chamada para rede fixa nacional
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Chamada para rede fixa nacional
Oeiras
Oeiras
Rua Luís Tavares 17
2740-315 Porto Salvo
T. 219 362 035
Chamada para rede fixa nacional
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Chamada para rede fixa nacional
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
Chamada para rede fixa nacional