Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Qual a importância do banho para os idosos?

Como dar banho em idoso

Nada como um bom banho quente para relaxar e proporcionar bem-estar geral. A imersão em água quente ajuda a reduzir a inflamação, acalma as dores nas articulações, melhora a circulação e reduz a pressão arterial.

Mas, quando se trata de tomar banho no caso dos idosos, as coisas podem não ser assim tão fáceis.

À medida que se envelhece, as rotinas de higiene pessoal alteram-se e muitos idosos deixam de tomar banho regularmente.

Há muitas razões que levam a este comportamento, questões relacionadas com o medo e o desconforto ou dificuldade para se movimentarem na casa de banho, depressão, capacidade do olfato alterada ou declínio cognitivo, podem ser fatores que contribuem para a situação.

No entanto, a má higiene pode trazer algumas complicações, além dos odores corporais e da aparência desgrenhada. Não tomar banho pode causar infeções urinárias ou na pele, comichão e autonegligência, o que por sua vez resulta numa redução da qualidade de vida.

Outro fator a ter em conta é o odor característico dos idosos, cujo responsável é o nonenal, um composto químico produzido pelos ácidos gordos da pele.

Por volta dos 40 anos, tanto nos homens como nas mulheres, a pele começa a produzir mais ácidos gordos à medida que as suas defesas antioxidantes naturais começam a deteriorar-se.

À medida que a pele fica mais debilitada com a idade, os óleos naturais oxidam mais rapidamente o composto químico e como este não é solúvel em água, pode permanecer na pele, mesmo depois de uma lavagem cuidadosa.

Por isso, uma higiene regular é fundamental para diminuir o efeito deste composto químico e manter a saúde e o bem-estar do idoso.

Mas quantas vezes devem os idosos tomar banho para prevenir problemas de saúde?

Claro que as questões de higiene são sempre muito pessoais e o nível de conforto do idoso deve ser sempre tido em consideração, mas há algumas considerações a ter em conta:

Banho diário 

Não é necessário que o idoso tome banho todos os dias. Embora seja uma ideia comum de que se deve tomar banho todos os dias, essa frequência não é um requisito imprescindível para ter uma boa saúde.  

Um ou dois banhos por semana ajudam a maior parte dos idosos a evitar infeções ou lesões na pele mais seca. 

Nos restantes dias em que não há banho, podem ser utilizados toalhetes quentes para limpar algumas áreas do corpo, como as axilas, virilhas, pés, área genital ou outras áreas com dobras na pele, e minimizar a produção de odor.

Em alguns casos, a rotina regular diária do banho pode ajudar a criar um hábito e assim facilitar a cooperação do idoso, por isso é necessário ter em atenção as condições específicas de saúde de cada pessoa, porque pode ser que seja preciso tomar banho com mais frequência por razões médicas.

Banheira ou duche

Tomar banho na banheira ou duche são as opções mais comuns e mais fáceis de concretizar. No entanto, podem trazer desafios de segurança ou de confiança da parte do idoso. 

As cadeiras de banho e as barras de apoio são uma ótima opção para tornar o banho mais seguro.

Nos casos em que há mobilidade reduzida e não é possível usar a banheira ou o duche, a alternativa pode ser um banho de esponja. Alguns dos cuidados a ter conta para um banho de esponja são:

  •  Reunir todos os itens necessários previamente
  • Certificar que o idoso está coberto e sem frio
  • Iniciar o banho pela cabeça e rosto, no sentido cabeça- pés
  • Manter o corpo tapado exceto a parte que está a ser lavada a cada momento
  • Limpar uma parte de cada vez
  • Lavar a esponja ou mudar os toalhetes cada vez que mudar de zona

Utilização da casa de banho

A limpeza cuidadosa da área genital ajuda a prevenir infeções urinárias, por isso deve ser feita após cada utilização da sanita. O papel higiénico húmido é mais eficaz na limpeza do que o papel.

Para quem usa fraldas ou resguardos para incontinência é conveniente fazer a verificação de duas em duas horas e fazer a troca, para evitar a exposição prolongada à sujidade.

As boas práticas de higiene pessoal e hábitos de limpeza irão ajudar a minimizar os odores incómodos e a prevenir problemas de saúde.

Até mesmo a abertura regular das janelas em casa pode retirar o ar viciado e deixar entrar o ar fresco. Porém, as pessoas tendem a achar estas tarefas cada vez mais difíceis à medida que envelhecem, nestes casos o apoio domiciliário pode ser a solução.

Conclusão:

Embora os idosos tenham tendência para não gostar de tomar banho à medida que a idade vai avançando, este é fundamental para garantir uma melhor saúde e bem estar. 

Com um pouco de paciência e boa vontade, a hora do banho pode vir a tornar-se um momento pelo qual o idoso anseia.

Referências:

  • agingcare.com
  • dailycaring.com

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225