Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Dicas para estimular a autonomia e independência dos idosos

Estimular a autonomia e a independência nos idosos

A idade avançada traz vários desafios relacionados com a mobilidade, capacidade física e questões relacionadas com a autonomia e dependência dos outros.

Ter a sensação de independência e autonomia para realizar as tarefas diárias é muito importante para os idosos, porque proporciona a sensação de controle sobre a sua própria vida, evitando estados mentais mais depressivos e o sentimento de que são um fardo para a família e os outros em geral.

Ainda que autonomia e independência possam parecer a mesma coisa, na vida dos idosos têm significados e consequências diferentes:

  • Autonomia: designa a capacidade de tomar decisões, de ter agência sobre os seus próprios atos e escolhas, estando relacionada com a aptidão mental.
  • Independência: refere-se à capacidade de realizar as tarefas do dia a dia sem precisar de ajuda de terceiros, estando relacionada com a aptidão física.

Assim, estabelecer uma rotina diária de acordo com a capacidade e disponibilidade do idoso é essencial para manter a qualidade de vida e o bem-estar emocional e mental, preservando a sua autonomia e independência.

Embora, o primeiro instinto seja retirar ao idoso as tarefas diárias para não o sobrecarregar e simplificar a realização dos afazeres diários, o ideal é deixar que seja o próprio idoso a elaborar a sua própria rotina e a decidir o que pode ou não realizar, dando-lhe capacidade de escolha.  

Se necessário, pode ser feita uma anotação escrita das tarefas, colocada num lugar visível e de fácil acesso, para ajudar a organizar e a lembrar o que tem que ser feito diariamente.    

Algumas dicas simples são uma boa estratégia para manter a autonomia e independência dos idosos:

  • Estabelecer uma agenda pessoal: organizar um plano semanal ou mensal para agendar as idas ao médico, toma de medicamentos, realização de exames médicos e outros compromissos, realizados sempre pela mesma ordem e devidamente anotados numa agenda acessível, vai trazer uma sensação de segurança ao idoso e proporcionar ao mesmo tempo, uma melhor fluidez do dia a dia.
  • Identificar e definir a ajuda disponível: saber quem ou o que pode ser alcançado facilmente em caso de necessidade de ajuda, é importante para dar confiança ao idoso de que tem condições para ser autónomo e caso precise tem ajuda disponível.
  • Proporcionar a reciprocidade: o reconhecimento de que o idoso também pode ajudar os outros e não está apenas dependente de ajuda, é muito importante para dar significado e propósito à vida e experiência dos idosos.
  • Fazer coisas sozinhos: tratar de pequenas tarefas diárias como a alimentação ou higiene para si próprios e sozinhos, reforça o sentimento de autonomia e independência.
  • Higiene: fazer a sua própria higiene é excelente para estimular cognitivamente o idoso. Outras tarefas relacionadas com a higiene podem também ser adicionadas à lista de tarefas diárias, como a recolha dos utensílios necessários à higiene, a sua organização por utilidade ou por cor, a sequência pela qual a higiene é feita, ir soletrando os nomes das marcas dos artigos usados, como o gel de banho ou a pasta de dentes, enquanto são usados, por exemplo. É importante ter atenção ao piso da casa de banho e verificar as superfícies molhadas para evitar o risco de quedas ou lesões.
  • Alimentação: a preparação dos alimentos de acordo com a capacidade física e mental do idoso é outro elemento essencial para preservar a autonomia. Caso não seja possível realizar a tarefa sozinho, o idoso pode participar na sua confeção, separando os ingredientes ou colocando os mesmos em determinados locais. Seguir as indicações de uma receita e comunicá-las, escolhendo receitas ou descrevendo o processo de confecionar os alimentos, entre outras. O objetivo é manter o idoso envolvido, atento e utilizar a tarefa para socializar.
  • Vestuário: a escolha da roupa para vestir no dia a dia de acordo com o tempo, a temperatura e a estação do ano, é um excelente exercício cognitivo. Outras atividades mais complexas podem ser a combinação de cores, a escolha de adornos e adereços. Poder escolher o vestuário e o ato de se vestir sozinho proporcionam ao idoso uma sensação de controle sobre as suas decisões, capacidade de estar ativo e envolvido no que a si diz respeito, contribuindo para a sua autoestima e bem-estar.  
  • Adaptação da casa: questões relacionadas com a mobilidade e capacidade física levam muitas vezes à necessidade de alterar divisões ou acessos no domicílio. Pode ser necessário adquirir um elevador de escada, veículo de transporte pessoal, cama articulada, andarilhos, cadeiras de rodas, bengalas, entre outros. As quedas são uma das principais razões que levam os idosos para o hospital e uma grande percentagem destas quedas acontecem em casa. Neste sentido, garantir que o idoso vive numa casa segura e adaptada às suas necessidades é fundamental.
  • Socialização e lazer: a opção de escolher a companhia que quer ter, com quem e onde socializar, são importantes para manter a sensação de pertença e de integração social na comunidade. Por outro lado, as atividades de lazer ao ar livre proporcionam importantes estímulos cognitivos e motores. O convívio com amigos e familiares são importantes para manter os laços a um sistema de suporte e para o bem-estar geral.

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
4 stars