Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Que exercícios se podem fazer em casa para melhorar o sistema imunitário dos idosos?

Exercícios em casa para estimular os sistema imunitário dos idosos

Os idosos, especialmente os maiores de 65 anos, correm cinco vezes mais o risco de hospitalização e 90 vezes o risco de morte por doenças respiratórias, especialmente por Covid-19, em comparação com os adultos mais jovens.

Muitas mortes relacionadas com o coronavírus foram de pessoas com 65 anos ou mais.

Muitas destas pessoas tinham comprometido os seus sistemas imunitários, devido em parte, a uma variedade de outras condições de saúde, incluindo obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes, doenças respiratórias e hipertensão.

Estes problemas de saúde adicionais podem levar a um aumento da gravidade não só da Covid-19 como de outros problemas de saúde.

O exercício regular e a aptidão cardiorrespiratória podem reduzir significativamente o risco das doenças em geral e das doenças respiratórias em particular, melhorando a saúde e impulsionando o sistema imunitário.

Manter a atividade física pode ser um desafio, uma vez que muitas pessoas idosas permanecem em casa.

As próprias mudanças no estilo de vida que mantêm as pessoas em casa podem também resultar na adoção de hábitos sedentários, que deixam as pessoas vulneráveis a graves consequências para a saúde.

O exercício, especialmente o exercício aeróbico, que faz o coração bombear com força e melhora a aptidão cardiorrespiratória, tem múltiplos benefícios para a saúde, incluindo a redução do risco de AVC, ataque cardíaco, depressão e declínio cognitivo relacionado com a idade e a doença de Alzheimer.

É recomendado que os idosos recebam pelo menos 150 minutos por semana de exercício de intensidade moderada a vigorosa. Isto implica três sessões de 50 minutos por semana ou um pouco mais de 20 minutos por dia.

Um sistema imunitário forte é um componente importante da boa saúde, porque ajuda a combater infeções e doenças.

À medida que se envelhece, o sistema imunitário começa a enfraquecer e torna-se menos eficiente quando responde a infeções.

Um estilo de vida saudável juntamente com estratégias de atividades práticas pode melhorar a saúde imunitária para melhor prevenir e combater as doenças.

Exercícios em casa para melhorar o sistema imunitário

O exercício é uma das melhores formas de construir a imunidade e a resposta imunitária. Os exercícios podem ajudar a desintoxicar o sistema linfático e dar ao corpo a energia necessária para combater os milhões de germes que o rodeiam todos os dias.

De exercício moderado a exercício de alta intensidade, qualquer que seja a opção escolhida irá beneficiar o sistema imunitário.

Não deve ser esquecido, no entanto, que todo o exercício é eficaz em moderação. Começar lentamente e ampliar a intensidade à medida que a pessoa se torna mais forte e procurar atividades de exercício mais desafiantes, à medida que o tempo vai passando, é a melhor estratégia.

Nem sempre é possível para os idosos exercitarem-se em segurança e manterem-se em forma aeróbica enquanto estão em casa sem acesso a um ginásio.

Embora existam algumas alternativas com a ajuda da tecnologia, como aulas pela internet ou por videoconferência, também é possível a realização de alguns exercícios em casa, por si próprios e em segurança.

Eis algumas sugestões de exercícios que se podem fazer em casa:

Utilizar o chão

Um dos melhores exercícios para começar é caminhar pelo chão da casa. Quer seja numa casa ou num apartamento, tirar um tempo a cada hora para levantar e apenas caminhar, pode ser muito benéfico.

Reservar cinco a 10 minutos com o objetivo de aumentar a contagem de passos diários e melhorar a saúde cardiorrespiratória em geral. O idoso poderá também desafiar um membro da sua família para fazer este exercício em conjunto.

Utilizar as paredes

Também se pode tirar partido das paredes. As paredes lisas e sem objetos são uma forma fácil de envolver os músculos e trabalhar o corpo.

Um exercício que se pode fazer é ficar de costas contra uma parede e afastar os dois pés da parede e abrir as pernas à distância da anca. Enquanto se mantêm os ombros contra a parede, baixar lenta e cuidadosamente o corpo até estar sentado numa cadeira imaginária.

Durante o exercício é importante continuar a respirar, inalando pelo nariz e exalando pela boca. Poderão surgir sensações de queimadura nos músculos das pernas.

O exercício deve ser feito cinco vezes a subir e a descer ao longo da parede, desde que o idoso se sinta seguro e confortável ao fazê-lo.

Para segurança extra, poderá ser mantida uma cadeira ou outro objeto por perto para que o idoso se possa agarrar se perder o equilíbrio.

Utilizar uma cadeira

Há exercícios que se podem fazer na posição sentada. Deve-se sentar à beira de uma cadeira sólida, concentrando-se em manter uma boa postura.

Colocar os pés alinhados com a anca inspirar e expirar. Ao expirar, levantar lentamente um joelho em direção ao peito. Isto é um exercício que se faz na posição sentada e envolve os músculos centrais profundos.

Completar o exercício repetindo cinco vezes com cada joelho mantendo a elevação do joelho a cada expiração.

Conclusão

Não só se pode melhorar a saúde em geral, como também se pode melhorar especificamente a resposta do sistema imunitário.

À medida que os humanos envelhecem, o sistema imunitário torna-se progressivamente menos eficaz na resposta a novos vírus e infeções, devido ao enfraquecimento natural do sistema imunitário relacionado com a idade.

A prática de exercícios pode melhorar a eficiência do sistema imunitário especialmente nas pessoas mais idosas. Cada sessão de exercício mobiliza milhares de milhões de células imunitárias em todo o corpo.

Quanto mais células imunitárias circulam, melhor é a sua capacidade para detetar e a atacar potenciais agentes patogénicos.

Alguns estudos científicos mostram que o exercício regular melhora a resposta imunitária a infeções virais e outros problemas de saúde.

O exercício regular também está ligado à diminuição do risco de morte por doenças virais e respiratórias. Além disso, sabe-se que o aumento da atividade física melhora e prolonga a resposta imunitária de algumas vacinas.

O exercício regular combinado com uma dieta saudável de frutas e vegetais frescos, suplementos de vitamina C e sono adequado pode ajudar a melhorar a resposta imunitária do corpo.

Os exercícios ajudam a desintoxicar o sistema linfático e ajudam a libertar endorfinas, o que tem efeitos no humor e no bem-estar.

Os hábitos de exercício desenvolvidos durante períodos mais saudáveis e mantidos por longo tempo, irão apoiar a saúde imunitária durante muitos anos no futuro.

Juntos Cuidamos Melhor!

Referências:

The Conversation

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Oeiras
Oeiras
Rua Luís Tavares 17
2740-315 Porto Salvo
T. 219 362 035
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225