Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

10 dicas para envelhecer melhor

10 dicas para envelhecer melhor

A população mundial vive cada vez mais tempo, mas não é só importante viver mais, mas também viver com a melhor qualidade possível.

Não é suficiente estar apenas vivo. A boa qualidade de vida é especialmente importante para os idosos que têm de lidar com condições de saúde crónicas e grandes alterações no estilo de vida à medida que envelhecem.

Sentir satisfação e realização com a vida é tão importante para o bem-estar geral como fazer check-ups regulares com o médico.

Neste sentido, ter uma visão positiva da vida pode ajudar os idosos a ter mais energia, menos stress, melhor apetite e prevenir o declínio cognitivo.

Não há dúvida que o envelhecimento traz muitas mudanças e muitos desafios, ter a capacidade para abraçar esses desafios é importante para melhorar a qualidade de vida nessa fase da vida.

Quanto mais o idoso puder aceitar os desafios particulares que enfrenta, mais será capaz de reconhecer também as verdadeiras oportunidades que a vida oferece.

Saber envelhecer é assim, essencial, para tirar o melhor partido na fase final da vida.

Dicas para envelhecer melhor

Envelhecer bem pode marcar a diferença para ter uma melhor qualidade de vida. Algumas estratégias podem ajudar a envelhecer melhor.

Alimentação equilibrada e hidratação

Parece óbvio, mas ter uma dieta equilibrada é crucial para uma boa saúde, energia e prevenção de doenças.

Uma dieta ideal deve ser pobre em gordura saturada, com muita fruta e vegetais, grãos integrais, peixe gordo, e pequenas quantidades de lacticínios com baixo teor de gordura e carne magra.

Essencial também é beber muita água para evitar a desidratação, o que pode contribuir para uma sensação de cansaço e confusão mental. Chá, café e sumo de fruta também ajudam a manter a hidratação, mas as bebidas gaseificadas e açucaradas devem ser evitadas.

O consumo de álcool deve ser moderado, mantendo pelo menos dois dias por semana sem álcool para dar tempo ao fígado para recuperar dos efeitos tóxicos do álcool, e não devem ser ultrapassados os limites diários recomendados para o consumo de álcool.

Cuidar dos dentes

Escovar os dentes duas vezes por dia e usar o fio dental diariamente. O fio dental ajuda a prevenir a doença das gengivas, removendo pedaços de comida e placa bacteriana no espaço entre os dentes.

A acumulação de placa bacteriana nos dentes pode provocar sangramento ou dores de gengivas. Problemas nas gengivas podem também estar relacionados com o desenvolvimento de diabetes, derrames, doenças cardíacas e artrite reumatoide.

Fazer check-ups regulares e prestar especial cuidado se existirem dentaduras ou pontes, poderá ser necessário pedir ao dentista para verificar se elas encaixam corretamente.

Manter a atividade fisica

O exercício diário ajuda a manter a força e a manter o corpo saudável. Isto irá diminuir o risco de obesidade, doenças cardíacas, AVC, diabetes, e até de cancro. Além disso, manter a atividade pode aumentar a autoestima, melhorar o sono, e dar mais energia.

O recomendado para os mais velhos é fazer 150 minutos de atividade de intensidade moderada por semana, bem como exercícios de reforço duas vezes por semana. No entanto, o exercício deve ser feito de acordo com a capacidade de cada um.

Manter o acompanhamento médico

Fazer testes de rotina para verificar a tensão arterial e níveis de colesterol, é importante. Resultados elevados nestes indicadores aumentam o fator de risco de AVC e doenças cardíacas, mas é possível controlar alguns destes problemas com medicação.

Verificar com o médico também os cuidados de saúde sazonais necessários, como vacinas da gripe ou outro tipo de prevenção de saúde.

Tomar suplementos vitamicos

Muitas pessoas têm uma deficiência de vitamina D sem saberem. Na verdade, estima-se que esta deficiência afeta metade da população adulta. A deficiência de vitamina D tem estado ligada a deficiências cognitivas, problemas ósseos e também a doenças cardiovasculares.

Apanhar sol durante pelo menos 15 a 20 minutos por dia ajuda com a carência de vitamina D. Também pode ser encontrada em alimentos como ovos e peixes oleosos. Em alternativa, podem ser tomados suplementos.

Cuidar dos pés

Cuidar dos pés, aplicando creme hidratante para evitar a pele seca e cortando as unhas dos pés em linha reta, são dois fatores chave para uma boa saúde dos pés.

Outro fator importante é usar calçado que se ajusta corretamente e apoia os pés.

Se os pés se tornarem dolorosos, muito quentes ou frios ou se tiverem problemas comuns como calos, joanetes ou unhas dos pés encravadas, deve ser procurada ajuda médica.

Manter a higiene do sono

Muitas pessoas têm dificuldade para adormecer, ou manter o sono à medida que envelhecem, o que as pode deixar cansadas e mal-humoradas.

Para evitar a insónia deve-se evitar as sestas diurnas, estabelecendo uma rotina de dormir e indo para a cama à mesma hora todas as noites.

Uma bebida quente, como chá de camomila antes de ir para a cama, também pode ajudar o sono a vir mais rápido.

Fazer os exames médicos necessários

À medida que envelhecemos, a audição e visão podem ser afetadas, por isso é importante que sejam verificadas regularmente.

A perda de audição é comum nas pessoas mais velhas, por isso seu médico pode aconselhar se a pessoa tiver que aumentar o som dos aparelhos de forma acentuada ou dificuldade em acompanhar as conversas. Poderá ser necessário usar um aparelho auditivo.

Outro exame importante a fazer é aos olhos. Os olhos devem ser observados pelo médico todos os anos para quem tem 70 anos ou mais e de dois em dois anos para quem tem menos de 70 anos.

Fazendo esta prevenção implica que alterações na visão podem ser corrigidas e quaisquer problemas podem ser detetados antes que afetem seriamente a visão.

Manter o contacto social

Passar tempo com outras pessoas pode prevenir a solidão e a ansiedade. Quando há a perceção que não se podem fazer as atividades habituais, podem procura-se novas atividades, passatempos ou mesmo o voluntariado.

As novas tecnologias podem também dar uma ajuda, o Skype pode ser útil para fazer videochamadas para amigos e familiares que não vivem nas proximidades.

Deixar de fumar

Fumar é mau para o corpo e para o cérebro.

O consumo de tabaco está ligado a toda uma série de diferentes problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas, cancro do pulmão e bronquite.

Para quem deixa de fumar, independentemente da sua idade, a circulação, a capacidade pulmonar e os níveis de energia tendem a melhorar.

Conclusão

A vida nem sempre tem a ver com a quantidade, também tem a ver com a qualidade.

Os idosos enfrentam frequentemente perda na qualidade de vida muito antes de chegarem ao final da vida.

Não basta cuidar apenas das necessidades médicas. Também é essencial cuidar das necessidades mentais e emocionais para ter uma visão mais positiva da vida.

Todos queremos viver mais tempo bem, mantendo-nos saudáveis o suficiente para continuarmos a fazer as coisas que gostamos de fazer.

Embora ter bons genes ajude, a idade depende em grande parte de cada pessoa e do que faz.

Preparar a velhice é fundamental para ter uma velhice com mais qualidade e nunca é tarde demais para fazer mudanças que possam ajudar a viver uma vida mais longa e saudável.

Juntos Cuidamos Melhor!

Referências:

Age UK

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Chamada para rede fixa nacional
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Chamada para rede fixa nacional
Oeiras
Oeiras
Rua Luís Tavares 17
2740-315 Porto Salvo
T. 219 362 035
Chamada para rede fixa nacional
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Chamada para rede fixa nacional
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
Chamada para rede fixa nacional