Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

O que é cifose: quais são os tipos, como diagnosticar, tratamentos e como prevenir

cifose causas tratamentos idoso corcunda

Sabia que a cifose é uma curvatura da coluna que provoca arqueamento ou arredondamento das costas, levando à postura corcunda?

A cifose e a escoliose são deformidades da coluna vertebral caracterizadas por encurvamentos anormais da coluna para frente (cifose) e para os lados (escoliose).

Existem vários tipos de cifoses, que afetam pessoas de todas as idades e origens. Entre cifose dorsal, cervical e lordose, é importante estar atento para garantir um acompanhamento precoce.

Nas lojas Mais que Cuidar pode encontrar serviços de cuidados de saúde domiciliários como a fisioterapia ou a fisiatria ao domicílio bem como camisolas e coletes ortopédicos especiais para correção da postura que poderão dar um contributo importante no tratamento de alguns tipos de cifose.

Descubra o que é a cifose, as suas causas, os tratamentos e como se pode prevenir. Saiba ainda quais são os sintomas mais comuns e os fatores de risco neste guia completo.

esclerose múltiplia fisioterapia ao domicílio em portugal Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora

O que é cifose?

o que é cifose curvatura coluna

O nome cifose pode não soar familiar logo à partida, mas é algo comum a todas as pessoas, uma leve curva da coluna para a frente. As curvaturas fazem parte da coluna vertebral e são essenciais para a marcha do ser humano.

Existem quatro curvaturas fisiológicas:

  • cifose dorsal,
  • cifose sacrococcígea,lordose cervical,
  • e lordose lombar.

A sua existência é essencial para absorver o impacto efetuado durante o movimento e para evitar a rigidez longitudinal.

Diferença entre cifose e lordose

Ao contrário da cifose, a lordose caracteriza-se por uma curvatura excessiva da espinha para dentro.

Diferença entre cifose e hipercifose (corcunda)

Por outro lado, a hipercifose ainda que na gíria seja chamada de corcunda, na verdade trata-se de uma cifose muito acentuada.

Causada por uma deformidade da coluna que aumenta o ângulo de algumas das curvas da coluna vertebral, a hipercifose ocorre na região do tórax e dá um aspecto mais arredondado que o normal. Um personagem famoso pela sua hipercifose é o Corcunda de Notre Dame.

É importante saber:

Os efeitos que estas alterações nos ângulos da coluna causam, são mais críticos que apenas a estética. A hipercifose revela uma provável perda de densidade óssea e, em múltiplos diagnósticos, redução da força muscular.

Este distúrbio é mais comum em mulheres, com especial incidência a seguir à menopausa, numa proporção de dois para um. Isto justifica-se com existência de maior predisposição para alterações nos ossos, após esta fase da vida. Antes dos 12 anos é difícil conseguir o diagnóstico.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), durante a vida, mais de 80% da população terá duas crises de dores intensas na espinha.

Quais são os tipos de cifose?

tipos de cifose postural congénita

O aparecimento deste quadro clínico pode estar associado a vários fatores, mas ainda que os hábitos de postura intensifiquem a condição, a origem pode vir da genética.

Reconhecer os diversos tipos de cifose é importante para compreender como lidar com a doença e como prevenir as variações que resultam do ambiente e dos hábitos do diários.

Cifose Postural

Como o nome indica, a origem desta hipercifose encontra-se relacionada com maus hábitos de posição. Os adolescentes têm especial tendência para sofrer desta condição, pela falta de cuidado com a postura.

A posição escolhida para as costas no momento em que estão sentados influencia a tensão exercida na coluna e a acomodação realizada pela mesma. Unida à predisposição para se sentarem de maneira incorreta, o transporte de mochilas pesadas, sem uma correta distribuição do peso, agrava a situação.

Congénita

A cifose congénita é uma malformação que surge no desenvolvimento da coluna vertebral do feto, durante a gestação. Tem origem na união de algumas vértebras, que causam problemas na formação da coluna, impedindo que assuma a configuração normal. Assim, no momento do nascimento o bebé já possui este problema.

A gravidade varia de caso para caso, e com o crescimento o quadro pode-se agravar. O melhor tratamento para estes casos é a cirurgia precoce, para evitar o desenvolvimento limitado por estas malformações. É importante a vigia frequente por parte do ortopedista, na prevenção de mais transtornos.

Veja também: O que é ortopedia, o que faz o ortopedista e qual a importância dos produtos ortopédicos

Doença de Scheuermann

osteocondrose infantil doença de scheuermann

Esta doença rara, é mais conhecida como osteocondrose infantil. A Doença de Scheuermann é uma doença que atinge a coluna vertebral, causando um ângulo característico, que pode causar dores.Tendencialmente é mais registado na adolescência, por coincidir com as diversas alterações corporais que caracterizam a puberdade.

Além da hipercifose, é comum uma lordose na região lombar, o que leva a um agravamento do problema da espinha.

A Doença de Scheuermann afeta maioritariamente a zona do tórax, o que leva a que o paciente apresente uma aparência semelhante à registada na hipercifose. Isto resulta numa inclinação do doente para a frente, podendo dar origem a alterações no comprimento do tronco e membros.

Ainda não se sabe o que causa esta doença, mas o fator genético tem surgido como resposta a esta dúvida.

Ao contrário da cifose, que afeta maioritariamente mulheres, a Doença de Scheuermann atinge mais homens, principalmente entre os 10 e os 20 anos.

Quais são as causas da cifose?

cifose causas genéticas posturais patológicas

As causas que podem dar origem a cifose são várias, ainda que por vezes não seja possível diagnosticar o que esteve realmente na origem dos problemas de um paciente.

Fatores genéticos, problemas de postura, e patologias associadas estão entre os diagnósticos mais encontrados.

Conheça as diferentes causas de cifose e como se caracterizam:

Má postura (cifose postural)

Muito cuidado, pois a prática de manter a coluna numa postura desadequada pode levar os músculos e ligamentos de apoio da zona da cifose torácica a esticarem. Isto perturba os ossos, levando à formação da curva exagerada, a que se chama hipercifose.

Algumas atividades podem influenciar ou agravar a probabilidade de desenvolver este problema:

  • carregar pesos excessivos,
  • apoiar mal as costas na posição sentado,
  • excesso de exercício físico,
  • utilização constante do smartphone.

Idade

A evolução da idade traz, naturalmente, uma maior fraqueza ao corpo, interferindo com a maneira como este lida com os esforços do dia-a-dia, incluindo o próprio peso.

Os ossos não são exceção na transformação causada pelo envelhecimento, o que leva a que as pessoas com mais idade, em especial os idosos, tenham tendência para desenvolver uma curvatura da coluna mais acentuada.

Veja também: Geriatria o que é e como envelhecer com saúde?

Osteocondrite

A má postura não é a única causa de cifose em jovens (ainda que possa ser a principal). A osteocondrite é também conhecida como osteocondrose, e é o outro agente que pode influenciar malformações na espinha dos mais novos.

Apresenta-se como uma inflamação dos ossos e cartilagens em simultâneo, com perda do fornecimento sanguíneo.

Osteoporose

Esta é uma patologia que afeta os ossos causando o seu enfraquecimento. É uma doença metabólica que influencia a densidade óssea de todos os ossos, tornando mais fácil e provável a fratura.

Apesar de não ser uma condição que afeta exclusivamente os idosos, estes são as principais vítimas deste problema.

O enfraquecimento dos ossos da espinha pode causar diversos desvios posturais.

Desenvolvimento anormal das vértebras

anomalia coluna vertebral causas cifose

Falhas na formação das vértebras que constituem a coluna vertebral podem levar a que saiam da posição. A doença de Scheuermann é uma das condições que pode estar na origem dessa malformação.

Desenvolvimento anormal da coluna vertebral no útero

Já abordámos a cifose congénita, nome que se dá às malformações na coluna ocorridas durante a fase de desenvolvimento do embrião. Isto pode levar à junção de várias vértebras, o que impede a mobilidade da espinha e cria um ângulo fora do normal.

Doenças neuromusculares e reumatológicas

Várias doenças são responsáveis por problemas e inflamações na espinha dorsal, levando ao desgaste das articulações. Esse desgaste influencia o ângulo da coluna, causando a sua deformação.As doenças auto-imunes causam um desgaste mais acentuado e veloz, pela frequência com que atacam a coluna vertebral. Exemplos dessas doenças são a artrite reumatóide e a espondilite anquilosante.

Veja também: Doenças Reumáticas

Traumas

Os traumas na coluna vertebral podem levar ao desenvolvimento da hipercifose, através da calcificação dos ossos no local da lesão.

Esta calcificação pode ter como consequência o deslocamento das vértebras e a alteração dos ângulos da coluna.

Tumores

Existem também alguns tipos de tumores que ao surgirem no interior da coluna vertebral, podem desestabilizar as vértebras. Sem o apoio normal, estas mudam de posição e alteram o ângulo da coluna, causando uma curvatura mais acentuada.

Entenda os fatores de riscos da cifose

cifose fatores de risco

Além das doenças que já apresentámos, a postura inadequada é uma das principais causas para a cifose. Desde:

  • o número de horas sentado em posições desadequadas,
  • a mochilas com excesso de peso,
  • ou visualização prolongada de smartphones.

Estamos constantemente a colocar a nossa coluna vertebral em risco.

Ainda que útil para a saúde e mesmo no tratamento da cifose, o exercício físico incorreto pode influenciar o risco de desenvolver hipercifose. É importante garantir que a atividade física é desenvolvida de maneira correta e cuidada, o que significa ter em consideração a modalidade, volume e tempo de treino.

Veja também: Treino ao domicílio - Aulas particulares com personal trainer

Tenha em mente que:

O tempo passado a dormir também é relevante para evitar alterações posturais, uma vez que quem dorme mais de 10 horas tem mais probabilidade de desenvolver problemas. A posição em que dormem é outro dos fatores que conta na hora de descansar, sendo que dormir de bruços é menos aconselhado.

É preciso ter em consideração a idade, já que os adolescente e os idosos são os mais propensos a desenvolver problemas.

Quais são os sintomas da cifose?

cifose sinais e sintomas

Os primeiros sinais de cifose surgem logo com alterações da curvatura da coluna, que causam má estética. O diagnóstico tardio é algo comum, porque é frequente que inicialmente esta alteração seja tratada apenas como um problema de má postura.

No entanto, à medida que a existe um agravamento da doença, o segundo sintoma começa a surgir: a dor. Este é o sintoma que mais frequentemente leva à procura de ajuda e aconselhamento médico. Caracteriza-se por uma dor ou sensação de desconforto localizada e de baixa intensidade.

Perante grandes esforços, esta sensação tem tendência para piorar. Quando o paciente tem dor quando está em repouso deve ser encarado como um sinal de alerta.

A ausência de sintomas iniciais precoces e óbvios, os pacientes devem procurar um especialista em ortopedia perante alguns acontecimentos tais como:

  • Deformidade rápida em alguma região da coluna;
  • Diferença na altura dos ombros;
  • Emagrecimento sem relação à mudança de hábitos alimentares;
  • Sensibilidade ou fraqueza nos membros inferiores.

Como diagnosticar cifose?

diagnóstico cifose exames ortopédicos

O diagnóstico da cifose é feito habitualmente pelo médico ortopedista, por ser especialista em doenças que afetam os ossos, músculos, articulações e ligamentos.

Num primeiro momento, o médico analisa o historial de saúde do doente, em especial, a existência, ou não, de registos de transtornos neuromusculares ou doenças degenerativas.

Além disso, durante o exame físico, o especialista vai realizar alguns testes para analisar a deformidade da coluna e qualquer sensibilidade ou fraqueza que exista nos membros.

Para realizar o diagnóstico fidedigno e sério, o ortopedista recorre a diversos exames:

  • Tomografia computadorizada
  • Ressonância Magnética
  • Densitometria óssea
  • Raio-X

Quais são as doenças que causam cifose?

causas cifose doenças ortopédicas

Algumas das doenças que afetam os ossos, as articulações e os músculos, podem causar hipercifose:

Osteoporose

Porque causa fraqueza nos ossos;

Espondilose

Desgaste da coluna influenciado pelo envelhecimento;

Espinha bífida

Falha no desenvolvimento da coluna durante a gestação;

Doença de Paget

Ossos fracos resultantes da interrupção de células ósseas durante o desenvolvimento;

Artrite reumatóide

artrite reumatóide e cifose

Causa inflamações nas articulações;

Veja também: Artrite reumatóide: Sintomas, Tratamentos e Cura

Neurofibromatose

Doença genética que afeta o sistema nervoso, causando tumores benignos;

Distrofia muscular

Enfraquecimento progressivo dos músculos;

Veja também: Distrofia muscular de Duchenne, de Beker, da cintura: sintomas e tratamentos

Tuberculose

Infeção pulmonar bacteriana;

Espondilite anquilosante 

Doença degenerativa que leva a fusão das vértebras;

Veja também: Espondilite Anquilosante: o que é, sintomas, causas.

Cancro

Se um cancro se desenvolver na coluna vertebral, pode causar cifose.

Afinal, cifose tem cura?

cifose tem cura

O doente pode viver com a doença, desde que mantenha um acompanhamento especializado do desenvolvimento e evolução da cifose, ou hipercifose.

Além do acompanhamento médico, existem ainda exercícios que potenciam o fortalecimento e alongamento da musculatura e da região dorsal.

A cifose com origem postural é a que apresenta uma cura mais eficaz, desde que aplicados os tratamentos cedo, evitando assim que a malformação se torne definitiva.

A maioria dos outros tipos de cifose são crónicos, ainda que os sintomas possam ser aliviados.

Quais são os tratamentos para cifose?

como tratar cifose tratamentos

Ainda que seja possível utilizar a cirurgia para curar alguns casos de cifose, esta só é utilizada em situações muito específicas. Isto leva a que o tratamento seja dirigido para os métodos menos invasivos.

Assim, para os casos mais brandos são recomendadas práticas para fortalecer a coluna vertebral, a fisioterapia e a atividade física.

A medida que o caso vai se tornando mais grave, outras opções terapêuticas vão sendo trabalhadas.

Vamos falar sobre as principais formas de tratamento:

Camisolas de Correção da Postura

São camisolas que ajudam a corrigir a postura do utilizador. Deve ser utilizadas exclusivamente para o tratamento de problemas da coluna vertebral e destinam-se apenas a ser utilizadas em peles normais sem problemas.

Estão indicadas para o tratamento da cifose com dor crónica nas costas, dores na coluna vertebral provocadas pela postura e situações de fraqueza muscular e/ou instabilidades da coluna.

Veja agora os modelos que existem:

Colete Ortopédico

colete postural ortopédico para cifose

O colete ortopédico ou colete postural, pode ser um bom coadjuvante no tratamento da cifose. Sozinho não gera resultados satisfatórios. No entanto, quando associado a outras medidas terapêuticas, torna-se uma ortótese eficiente para impedir a progressão da curva, mantendo os ossos e as articulações na posição correta.

A utilização de coletes para coluna só deve acontecer mediante indicação do médico especializado que habitualmente é o ortopedista.  Eles complementam o tratamento convencional e devem ser usados para melhorar a postura dos pacientes.

Agora, atenção:

Para atingir melhores resultados, é importante não usar coletes maiores ou menores do que as medidas de cada paciente, não apertar demais as tiras e não usar a ortótese o dia todo.

É aconselhável respeitar as orientações médicas para garantir a segurança e eficácia do processo terapêutico e deve contar com o apoio de um ortoprotésico na escolha do tamanho adequado e no ensino sobre os cuidados a ter. (Nas nossas lojas Mais que Cuidar pode encontrar vários ortoprotésicos especializados).

De seguida apresentaremos alguns modelos de ortóteses mais utilizados no tratamento da cifose.

Colete para coluna Dorsolombar Orliman

Utilizado no tratamento da cifose juvenil de Scheurmann e em cifoses dolorosas. Ajuda na estabilização da coluna vertebral e na correção da curva cifótica.

Colete Ortopédico Duplo Bivalvo

Indicado em situações de cifose torácica na zona média e inferior da coluna vertebral.

Colete Ortopédico Rigido Torácico-Lombo-Sacro

Utilizado para estabilização e limitação do segmento dorso-lombar nas cifoses.

Exercícios para a cifose

Existem atividades físicas que são especialmente indicadas para ajudar no fortalecimento dos músculos das costas e contrariar a tendência deformação causada pela postura errada. Alguns tipos de exercícios recomendados são a musculação, a natação, alongamentos e yoga.

Fisioterapia para a cifose

fisioterapia para cifose tratamentos

Este é o tratamento mais recomendado. A fisioterapia atua a nível da melhoria das funções de diversas partes do corpo. Neste contexto, o fisioterapeuta vai atuar no sentido de ajudar o paciente a melhorar a sua postura e a fortalecer a musculatura.

esclerose múltiplia fisioterapia ao domicílio em portugal Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora

Dieta

A alimentação influencia os ossos, o que consequentemente tem influência na coluna. Para garantir que a estrutura óssea receba o cálcio e vitamina D necessários, é preciso garantir uma alimentação equilibrada.

Veja também: Alimentação para idosos: a importância e como montar uma ementa saudável

Quiropraxia

quiropraxia cifose tratamento

Este é um tipo de fisioterapia que exerce manipulação diretamente sobre as articulações, alinhando as vértebras.

Veja também: Dor nas articulações: Causas e tratamentos

Cirurgia

Apenas indicada em casos de deformações de grande gravidade, progressivas e causadoras de dores. A recuperação não é demorada, mas pelos riscos associados à operação, é uma intervenção rara.

Quais são as complicações da cifose?

  • Capacidade reduzida dos pulmões;
  • Dor incapacitante nas costas;
  • Sintomas neurológicos, incluindo fraqueza nas pernas ou paralisia;
  • Deformidade em forma de corcunda.

Como prevenir a cifose

cifose prevenção corcunda

Ainda que seja possível ter cuidados especiais para prevenir a cifose, estes não apresentam resultados em todos os tipos de cifose.

As cifoses causadas por más posturas são as mais simples de prevenir, uma vez que passam por contrariarmos os maus hábitos. Desde a maneira como nos sentamos, caminhamos, ou carregamos pesos, a posição correta ajuda na prevenção da cifose.

No que diz respeito à doença de Sheuermann, não existe qualquer prevenção possível, já que o problema tem origem na estrutura das vértebras. Ainda assim, um diagnóstico precoce permite controlar a evolução e até aumentar a probabilidade de correção.

Como vimos anteriormente, cuidados com a dieta podem melhorar a densidade óssea e ajudar na prevenção de cifoses associadas à velhice.

Conclusão

cifose curvatura coluna corcunda conclusão

Apesar de ser uma doença reconhecida maioritariamente pela influência que causa na aparência física, a corcunda, ou hipercifose no nome científico, traz mais problemas de saúde.

É uma doença altamente debilitante, que apesar de ter algumas formas em que a prevenção não é possível, na sua forma mais comum, podemos proteger-nos.

Assim, seguir algumas das recomendações de prevenção que fizemos pode ajudar a evitar a hipercifose postural. Estima-se que esta doença atinja cerca de 8% da população, sendo as mulheres a principal vítima.

O diagnóstico precoce também é importante, por isso vigie de perto crianças e jovens, especialmente os que utilizam o smartphone durante muitas horas. Nas lojas Mais que Cuidar pode encontrar serviços de cuidados de saúde domiciliários como a fisioterapia ou a fisiatria ao domicílio bem como ortóteses e camisolas ou coletes ortopédicos especiais que poderão dar um contributo importante no tratamento de alguns tipos de cifose.

esclerose múltiplia fisioterapia ao domicílio em portugal Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora Agende uma sessão de fisioterapia ao domicilio em Portugal. Agendar agora

Juntos Cuidamos Melhor!

Referências

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

O que achou deste artigo? Foi útil? Deixe o seu comentário

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Apoio por Email
Tempo médio de resposta de 1 hora.
Envie e-mail para [email protected]
ENVIAR EMAIL
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225