Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Causas de hiponatremia em idosos: quais são e como prevenir?

causas da hiponatremia nos idosos

O sódio, um mineral muito importante para o funcionamento do corpo, desempenha um papel fundamental.

Ajuda a manter uma tensão arterial normal, apoia o trabalho dos nervos e músculos, e regula o equilíbrio hídrico do corpo, ou seja, a quantidade de água necessária para o bom funcionamento.

Um nível normal de sódio no sangue situa-se entre 135 e 145 mil equivalentes por litro (mEq/L). A hiponatremia ocorre quando o sódio no sangue desce abaixo dos 135 mEq/L.

É necessário que haja sempre uma determinada quantidade de água na corrente sanguínea para o bom funcionamento das células, o sódio tem a função de controlar a quantidade de água.

Quando não há sódio suficiente a circular, as células deixam de funcionar adequadamente, o que traz consequências gravosas para a saúde.

Veja abaixo os tópicos que serão abordados neste artigo:

O que é?

A hiponatremia é uma condição em que o nível de sódio no sangue está anormalmente baixo.

O sódio é um eletrólito que ajuda a regular a quantidade de água que está dentro e em torno das células e a manter a estabilidade da pressão sanguínea.

Sem o sódio, tanto os nervos como os músculos não funcionam corretamente. Este mineral não é produzido pelo organismo, sendo obtido através da alimentação.

Alguns dos sintomas que a hiponatremia provoca são:

  • Náuseas e vômitos
  • Confusão mental
  • Perda de energia e fadiga
  • Inquietação e irritabilidade
  • Fraqueza e espasmos musculares
  • Dor de cabeça
  • Sonolência
  • Cãibras
  • Coma

Quais as causas?

Diversos fatores distintos podem levar uma pessoa a apresentar níveis baixos de sódio na corrente sanguínea. Eis algumas causas que podem levar ao surgimento da doença:

Medicamentos

Alguns medicamentos, tais como alguns diuréticos, antidepressivos e medicamentos para a dor, podem interferir com os processos hormonais e renais normais que mantêm as concentrações de sódio dentro da gama normal saudável.

Problemas cardíacos, renais e hepáticos

A insuficiência cardíaca congestiva e certas doenças que afetam os rins ou o fígado podem causar a acumulação de líquidos no corpo, o que dilui o sódio, baixando o nível geral.

Síndrome de hormona antidiurética inadequada

Nesta condição, são produzidos níveis elevados da hormona antidiurética ADH, fazendo com que o corpo retenha água em vez de a expulsar normalmente na urina.

Vómitos ou diarreia crónicos

Nestas circunstâncias o corpo perde eletrólitos, como o sódio, e aumentam também os níveis de ADH.

Beber demasiada água

Beber quantidades excessivas de água pode causar baixo teor de sódio, sobrecarregando a capacidade dos rins para eliminar a água.

Como se perde sódio através do suor, beber demasiada água durante atividades físicas de resistência, como maratonas e triatlos, pode também diluir o conteúdo de sódio no sangue.

Alterações hormonais

A insuficiência das glândulas suprarrenais ou a doença de Addison, afeta a capacidade das glândulas suprarrenais de produzir hormonas que ajudam a manter o equilíbrio de sódio, potássio e água do corpo.

Baixos níveis de hormona da tiroide também podem causar um baixo nível sanguíneo de sódio.

Consumo de Ecstasy

O consumo desta anfetamina aumenta o risco de casos graves e mesmo fatais de hiponatremia.

Desidratação

A desidratação também pode levar à hiponatremia. Sem beber água em quantidade suficiente, a pessoa pode perder muitos líquidos e eletrólitos no sangue

Existem também alguns fatores de risco que potenciam o desenvolvimento da doença:

Idade

Os idosos tendem a apresentar mais fatores que contribuem para um quadro de hiponatremia, incluindo mudanças relacionadas diretamente à idade, como o uso de medicamentos contínuos e a maior probabilidade de desenvolver uma doença crônica que altere o equilíbrio do sódio do corpo.

Utilização de medicamentos

O uso de determinados medicamentos, como diuréticos, antidepressivos e analgésicos, pode aumentar o fluxo de urina e o suor, que são as principais portas de saída de sódio do organismo.

Atividade física intensa

A prática intensa de exercícios físicos leva as pessoas a beber muita água. Embora isto possa contribuir para manter o equilíbrio, a ingestão de grandes quantidades de água pode diluir o sódio presente na corrente sanguínea, levando a um quadro de hiponatremia.

Como prevenir?

A melhor forma de prevenir o aparecimento da hiponatremia é tratar ou evitar as condições que contribuem para o seu desenvolvimento.

Outra forma importante de prevenção é recolher o máximo de informação sobre a doença e se existe uma condição médica que aumenta o risco de hiponatremia.

Se existe a utilização de medicamentos diuréticos, deve-se prestar atenção aos sinais e sintomas associados ao baixo teor de sódio no sangue.

Durante a prática de atividades físicas de alta intensidade. Os atletas devem beber a quantidade de líquido equivalente ao suor perdido durante o exercício. Uma boa estratégia é beber de acordo com a sede e ingerir bebidas desportivas durante a práticas destas atividades

Por último, beber água com moderação. A água é vital para a saúde, por isso é importante beber líquidos em quantidades suficientes.

Mas, também não convém exagerar. A sede e a cor da urina são normalmente as melhores indicações das necessidades de água. Se não existir sede e a urina for amarelo-pálido, é um bom sinal se existe água suficiente no organismo.

No caso dos idosos, em que a sensação de sede pode não estar funcional, o mais seguro é falar com o médico sobre qual é a quantidade de água necessária por dia e estabelecer uma rotina para garantir que a quantidade suficiente é ingerida de forma segura.

Nos casos mais graves da doença poderá ser necessário a aplicação de:

Fluidos intravenosos

O médico pode recomendar uma solução de sódio para aumentar lentamente os níveis no sangue. Isto requer uma estadia no hospital para uma monitorização frequente dos níveis de sódio, uma vez que uma correção demasiado rápida é perigosa.

Medicamentos

Pode ser necessário tomar medicamentos para gerir os sinais e sintomas de hiponatremia, tais como dores de cabeça, náuseas e convulsões.

Conclusão

Quando o nível de sódio no corpo baixa, a quantidade de água sobe e provoca o inchaço das células. Isto pode levar a muitos problemas. Alguns são ligeiros, mas outros podem ser graves e até ameaçadores de vida.

O aparecimento de hiponatremia pode trazer muitas complicações para a saúde. Se tiver uma presença moderada, a solução pode ser simplesmente reduzir o consumo de diuréticos ou reduzir o consumo de líquidos.

Todos sabemos que beber água é essencial para o bom funcionamento do organismo. O hábito de beber grandes quantidades de água, no entanto, pode ter o efeito contrário e ajudar a diluir o sódio presente no sangue.

Como em tudo na vida, o melhor é evitar o excesso e apostar no equilíbrio. Uma ingestão equilibrada de água em conjunto com as práticas de uma vida saudável são a garantia de um melhor bem-estar e a diminuição do risco de desenvolver doenças.

Juntos Cuidamos Melhor!

Referências:

Mayo Clinic

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225