7 Dicas sobre cuidar de idosos dependentes

Young doctor visiting a senior woman at her bed

Existem pré-requisitos básicos que todos os familiares e cuidadores de idosos dependentes devem saber. O trabalho de cuidar não é fácil, requer a flexibilidade e abertura para melhorar continuamente e enfrentar muitos desafios emocionais. Os cuidadores e familiares devem aprender a conhecer e concentrar os seus sentimentos e sempre escolher pelo otimismo e entusiasmo para o bem-estar da pessoa sob os seus cuidados.

Cuidar e acompanhar uma pessoa idosa faz-nos perguntar e refletir sobre a transitoriedade da vida e desperta-nos sentimentos de ansiedade, preocupação ou desamparo. Portanto, reconhecer estes fatos permitirão ao cuidador e ao familiar enfrentarem os desafios do seu trabalho e obter um resultado, para ambos, enriquecedor.

Algumas dicas importantes:
1- Aceitar o Idoso como ele é, sem preconceitos de género, raça, nacionalidade, origem, doença, entre outros.

2- Elaborar um plano de cuidados diários para desenvolver de uma forma sistemática. Isso vai facilitar tanto o cuidador e a pessoa idosa cuidada a conhecer o cronograma de atividades e o ritmo de assistência. Dá segurança para ambas as partes. Os objetivos do plano de cuidados devem ser claros, fáceis de serem realizados, a curto prazo, não devem levar à frustração na sua abordagem.

3- O plano de cuidados deve ter em conta as preferências e os hábitos da pessoa idosa em situação de dependência, sempre que possível.

4- Agir com calma e paciência. O apoio deve ser respeitoso, personalizado e humanizado. No entanto, deve haver segurança para evitar a superproteção, o que tende a aumentar ainda mais a situação de dependência.

5- Evite nomes ou apelidos que infantilizem a pessoa mais velha. Chamá-los de “meu bebé”, “avozinha”, “minha criança” ou algo semelhante pode ser humilhante e abala a auto-estima da pessoa idosa.

6- Respeitar a individualidade de cada pessoa idosa. No caso de uma instituição de longa permanência, não é bom rotular “todos” os idosos, por exemplo, sob o mesmo denominador, ou seja, todos são muito parecidos no modo de cuidar. Embora possam apresentar problemas e doenças semelhantes, cada pessoa idosa deve ser tratada e considerada individualmente.

7- É importante que o cuidador de idosos ou o familiar estejam dispostos a ouvir, apoiar e explicar. O que isso significa? Basicamente, significa deixar a pessoa idosa tomar suas próprias decisões, quando tiverem condições para tal.