Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

Gripe: Quais os sintomas, como tratar e como prevenir?

Gripe doença respiratória

A gripe é uma doença provocada pelo vírus influenza que é infeciosa e altamente contagiosa e que ataca o sistema respiratório.

De acordo com os dados do relatório do Programa Nacional de Vigilância da Gripe, em Portugal a doença atinge cerca de 20 a 30% das crianças e 10% dos adultos todos os anos. Tendo sido estimado pelo Instituto Ricardo Jorge (INSA) que 3.331 pessoas morreram devido à gripe na época 2018-2019.

Podendo ser constituída por diferentes tipos de vírus influenza, está sempre em constante mutação, com o aparecimento de novas estirpes de forma periódica. O que leva à necessidade de vacinação anual, já que o facto de se ter gripe uma vez não garante a produção de anticorpos para as novas estirpes que possam aparecer.

Com o surgimento da Covid-19, as regras de higiene respiratória impostas vieram trazer também uma maior prevenção da gripe e uma menor incidência em 2020.

Com este guia poderá ficar a saber como detetar melhor a gripe, quais os sintomas a que deve prestar atenção e quais os melhores remédios caseiros para melhor suportar os dias que vai ter que passar de cama se apanhar o vírus da gripe!

O que é a Gripe?

O que é a gripe

A gripe é uma doença que resulta da infeção provocada por um vírus, sendo o mais comum o vírus influenza, que ataca as vias respiratórias e provoca um estado geral de fadiga e fraqueza acompanhado por sintomas como dor de cabeça e tosse, entre outros.

A gravidade do estado gripal varia de individuo para individuo e os sintomas manifestam-se, em regra, durante 7 a 10 dias acabando por desaparecer de forma espontânea.

A transmissão do vírus é feita por contágio de pessoa para pessoa ou através de superfícies contaminadas. Este vírus sofre mutações constantes o que facilita as reinfeções, já que os anticorpos adquiridos uma vez por presença da doença podem não ser viáveis para combater uma nova estirpe.

Quais os tipos de gripe?

O vírus influenza pode manifestar-se de 3 formas diferentes, sendo responsável por 3 tipos de gripe:

  • Tipo A: afeta sobretudo as aves, mas pode saltar para outras espécies e originar pandemias.
  • Tipo B: atinge sobretudo a espécie humana e é menos comum que a gripe A.
  • Tipo C: pode afetar humanos, cães e porcos e é a mais rara.

Quais as causas da Gripe?

Causas da gripe

A gripe é uma doença sazonal que ocorre com mais frequência entre dezembro e fevereiro, portanto o frio e humidade, embora não sendo a causa da doença, potenciam a sua propagação, cuja causa é o contágio pelo vírus.

Este é transmitido por partículas de saliva de uma pessoa infetada que são expelidas através de tosse e espirros, ou por contacto direto com partes do corpo, por exemplo as mãos, ou superfícies contaminadas.

O período de incubação, que é o tempo que decorre entre o momento da infeção e o aparecimento dos primeiros sintomas é, geralmente, de 2 dias, mas pode variar entre 1 e 5 dias. O período de contágio começa 1 a 2 dias antes do início dos sintomas e vai até 7 dias depois.

Qual é o tratamento da Gripe?

Tratamento da gripe

O tratamento mais comum é a conjugação de repouso com a ingestão de líquidos, já que a doença tende a desaparecer espontaneamente.  Nos casos mais graves, o médico pode receitar um medicamento antiviral, que ajuda a prevenir complicações.

Outros sintomas como a febre, dores de cabeça ou musculares podem ser tratadas com antipiréticos, como o paracetamol ou o ibuprofeno, enquanto a tosse pode ser tratada com um xarope.

Como a gripe causa um mal-estar generalizado alguns remédios caseiros podem ajudar a criar um maior conforto para o doente:

  • Chá (mel e limão, ou gengibre, por exemplo)
  • Outras bebidas quentes (cacau por exemplo)
  • Sumo de laranja
  • Xarope de alho ou cenoura
  • Canja de galinha
  • Banhos quentes
  • Vapores de eucalipto
Veja também: Como fazer tratamento por nebulização

Quais os sintomas da Gripe?

Sintomas da gripe

Os sintomas da gripe podem apresentar uma gravidade diversificada e surgem quase sempre de uma forma abrupta e inesperada. Embora os sintomas possam ser similares a outras doenças do sistema respiratório, como a constipação, por exemplo, o quadro gripal apresenta-se sempre com uma expressão sintomática mais pesada, que pode incluir todos ou só alguns dos seguintes:

  • Febre acima de 38º C
  • Dores musculares e ou articulares
  • Arrepios e suores
  • Dor de cabeça
  • Tosse seca
  • Mal-estar generalizado
  • Fadiga e fraqueza
  • Nariz entupido
  • Perda de olfato e do paladar
  • Dor de garganta
  • Vómitos
  • Diarreia
  • Náuseas
  • Prostração
  • Inflamação dos olhos

Como é feito o diagnóstico?

Diagnóstico da gripe

O médico fará um exame clínico para identificar a presença dos sinais e sintomas da gripe. Poderá também ser feito um teste para identificar a presença do vírus influenza no organismo, sobretudo se for necessário distinguir entre gripe e Covid-19, por exemplo, já que os sintomas são similares ou os mesmos.

Um dos testes mais usados para a deteção de vírus é o teste de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR), por ser um teste muito sensível e permite identificar o tipo de vírus.

Quais as complicações?

Complicações da gripe

As complicações da gripe tendem a desenvolver-se com mais frequência nos indivíduos que apresentam algumas debilidades prévias como é o caso das crianças, que têm um sistema imunitário ainda pouco desenvolvido, os idosos, as grávidas, doentes imunodeprimidos, ou doentes com doenças crónicas como a asma, diabetes ou doenças cardiovasculares.

Nestes casos a gripe pode exigir um tempo de recuperação mais longo, o que pode potenciar o desenvolvimento de complicações.

As complicações mais comuns são:

A Gripe tem cura?

A gripe não é uma doença grave, mas sim uma doença aguda com uma duração curta, mas variável, podendo estender-se por uma semana e apresentando quase sempre um desenvolvimento benigno e uma cura completa ao fim de 1 ou 2 semanas.

No entanto, devido à elevada capacidade de mutação do vírus, a doença apresenta uma taxa alta de reincidência.  Neste sentido, é uma doença que não está ainda erradicada e por isso não tem uma cura definitiva por enquanto.

Como podemos prevenir a Gripe?

Prevenir a gripe

A melhor forma de prevenir a gripe é a toma da vacina, que ajuda também a evitar possíveis complicações da doença. Sendo que a Direção Geral da Saúde considera que a vacinação é prioritária nos seguintes grupos:

  •  Pessoas com idade igual ou superior a 65 anos
  • Doentes crónicos e imunodeprimidos com mais de 6 meses de idade
  • Grávidas
  • Profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados de saúde

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomenda que a vacina seja administrada todos os anos a todos os indivíduos com mais de 6 meses de idade.

A inoculação protege contra os três ou quatro tipos de vírus que se espera sejam os mais comuns durante a temporada de gripe do ano vigente, havendo a opção de injeção ou de spray nasal.

Embora tenha existido no passado alguma preocupação com a vacina em spray nasal e a sua eficácia para os diferentes tipos da gripe, o desenvolvimento entretanto conseguido aponta para uma eficácia garantida na temporada gripal de 2020-2021.

No entanto, a forma em spray nasal não está aconselhada para algumas pessoas como as grávidas, crianças entre 2 e 4 anos com asma ou sibilância e os indivíduos que tenham o sistema imunitário comprometido.

A maioria das vacinas é desenvolvida dentro de ovos e podem conter pequenas quantidades de proteína de ovo. As pessoas que têm ligeira alergia aos ovos podem tomar a vacina sem preocupações, quem tem alergias graves deverá tomar a vacina com o acompanhamento e vigilância médica para facilitar o controle de possíveis reações adversas.

Embora a vacina da gripe não seja eficaz para prevenir a Covid-19, a toma da vacina da gripe pode ajudar a evitar o desenvolvimento de formas mais graves da doença ou de algumas complicações.

Embora a vacina seja importante, há outras formas de prevenção que também não podem ser descuradas e que ajudam também a evitar a propagação do contágio:

  • Lavagem das mãos com frequência
  • Espirrar ou tossir para um lenço ou para o antebraço
  • Utilização única de lenço de papel
  • Evitar o contacto com outras pessoas doentes
  • Ficar em casa pelo menos 24 horas depois da febre baixar
  • Cobrir boca ou nariz ao espirrar ou tossir
  • Evitar multidões ou aglomerados de pessoas

Conclusão

Gripe nos adultos

Sendo uma doença contagiosa, o vírus da gripe viaja nas pequenas gotículas que são expelidas pela tosse ou pelos espirros de uma pessoa infetada e que podem contaminar outra pessoa ou objetos como o telemóvel ou o computador portátil.

Os sintomas aparecem de forma abrupta e desaparecem de forma espontânea ao fim de uma semana ou duas.

A melhor prevenção para a doença é a vacina conjugada com um comportamento higiénico com lavagem frequente das mãos e espirrar ou tossir para um lenço ou para o antebraço.

No entanto se for apanhado nas malhas do vírus influenza o melhor que tem a fazer é ficar em casa e repousar, não se agasalhar demasiado, controlar a temperatura corporal ao longo do dia, tomar paracetamol para a febre, usar soro fisiológico para desentupir o nariz e beber um chá quente ou sumo de laranja até que os seus anticorpos dominem o vírus.

Nos centros Mais que Cuidar pode encontrar uma gama completa de produtos como os nebulizadores, os aspiradores de secreções e os concentradores de oxigénio, e serviços  que dão uma ajuda importante no apoio e no conforto em casos de gripe ou outras doenças respiratórias, prestando cuidados de saúde ao domicilio (apoio domiciliário, fisioterapia, enfermagem) e produtos de apoio para comprar ou alugar.

Os nossos profissionais de saúde e mobilidade ajudarão a encontrar as melhores soluções para a sua situação clínica. Temos ao seu dispor uma linha de apoio de enfermagem 24h/dia 365 dias do ano.

Referências:

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

O que achou deste artigo? Foi útil? Deixe o seu comentário

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
4 stars