Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

O que ter em conta ao escolher uma scooter de ajuda à mobilidade?

O que ter em conta ao escolher uma scooter de ajuda à mobilidade?

As scooters são uma importante ajuda quando há problemas de mobilidade.

As mudanças que ocorrem com o envelhecimento podem conduzir a problemas de mobilidade, ou à capacidade de uma pessoa de se deslocar.

Os problemas de mobilidade podem apresentar-se como instabilidade ao andar, dificuldade em entrar e sair de uma cadeira, ou quedas.

Existem condições de saúde comuns nas pessoas idosas que podem contribuir para problemas de mobilidade, tais como fraqueza muscular, problemas articulares, dores, doença e dificuldades neurológicas, que afetam o cérebro e o sistema nervoso.

Por vezes, vários problemas ligeiros ocorrem de uma só vez e em conjunto afetam seriamente a mobilidade.

Quando se está a considerar uma scooter para ajudar quem tem mobilidade limitada ou para ajudar com as atividades quotidianas, é importante escolher a que mais se adequa às necessidades.

Há alguns fatores que deverão ser tidos em conta, tais como os tipos de scooters ou a frequência com que vão ser utilizadas.

As scooters de mobilidade são um dos dispositivos de ajuda à mobilidade que permite aos idosos a manterem a independência, a autonomia para se movimentarem em maior segurança.

Uma scooter é provavelmente a escolha certa para alguém que se pode movimentar de forma relativamente independente, que tem destreza manual para usar um dispositivo com guiador ou como uma bicicleta, e que pode entrar e sair do veículo por si próprio.

As scooters são geralmente alimentadas por bateria e têm tamanhos diferentes, pequeno, médio e grande, cada uma com características diferentes para necessidades diferentes.

Estes veículos podem ser alugados ou compradas e não é necessário carta de condução ou exame médico para utilizar uma scooter.

O que ponderar antes de escolher uma scooter?

Escolher uma scooter pode tornar-se numa tarefa difícil no início, especialmente quando há tantas opções, sobretudo nos modelos mais simples.

Antes de comprar, é importante perceber quais serão os custos adicionais, incluindo a compra de baterias e a reparação do veículo.

Antes de comprar uma scooter de mobilidade é importante ter em consideração alguns fatores:

  • Vem completa ou necessita de acessórios
  • Qual a bateria que é necessária e se é recarregável
  • Se é necessário montar algumas peças
  • Se tem instruções de manutenção e uso
  • Se tem garantia e por quanto tempo
  • Se há disponibilidade de peças suplentes no mercado em caso de avaria ou reparação
  • Precisa de caber no carro
  • Há espaço para guardar em casa
  • Verificar a relação tamanho do modelo e peso do ocupante
  • Condições de conforto e agilidade ou velocidade do modelo

O assento é um dos fatores mais importantes para o conforto, mas também para uma melhor postura a conduzir. As características, desenhos e níveis de conforto dos assentos podem variar muito entre os diferentes modelos.

O assento de base tem geralmente uma base almofadada e um descanso para as costas e terá normalmente apoios de braços ajustáveis em largura.

As scooters grandes têm geralmente assentos maiores, e mais ajustáveis e têm um apoio de cabeça.

A maioria dos assentos das scooters giram 90°, 180° ou 360° para permitir entrar e sair mais facilmente.

Os braços normalmente também se viram para cima para permitir uma transferência lateral, se necessário.

Tipos de scooters mais comuns

Existem muitos modelos e diferentes tipos de scooters que podem ajudar alguém com problemas de mobilidade. Mas em geral podem enquadra-se em diferentes tipos de tamanho e de funcionamento.

Scooters pequenas

A scooter de mobilidade mais pequena e leve, permite desmontar, armazenar e transportar sem esforço no carro.

Estes dispositivos são as mais pequenos e mais leves o que possibilita a desmontagem ou dobramento para caber na bagageira de um carro.

Estas scooters geralmente não precisam de ser registadas como veículos. Não devem ser utilizadas em estradas ou pavimentos. Atingem apenas uma velocidade máxima de 6km por hora.

Podem ser utilizadas em ambientes interiores, tais como em lojas ou dentro de casa, por isso é importante verificar o tamanho e o círculo de viragem deste tipo de scooter, para ter a certeza de que cabe realmente no interior, se isso for um requisito essencial.

Devido ao seu tamanho e estrutura para facilitar o seu transporte, é essencial que quem maneja esta scooter tem capacidade para a levantar e o colocar no porta-bagagens do carro.

O tamanho do aparelho pode também significar que o peso do passageiro precisa de ser considerado, geralmente apenas suporta até 115kg. E também terão uma distância menor, pelo menos até 16 km, antes de precisar de ser recarregado.

Algumas das scooters de ajuda à mobilidade mais pequenas podem ser um pouco menos estáveis, podem ter uma placa de pé mais pequena, e têm normalmente menos capacidade de peso para o passageiro.

Estas scooters são ideais para pessoas que procuram um meio de transporte portátil nas suas deslocações.

Scooters de tamanho médio

Este tipo de scooter é um pouco mais robusta e capaz de transportar mais peso. Pode viajar mais longe antes de recarregar, pelo menos até 32 km. Também andam mais rápido, até 8 km por hora.

Algumas scooters médias têm que ser registadas e podem ser usadas na estrada. Nem todas poderão ser desmontadas ou dobradas. Terão também, provavelmente, um círculo de viragem maior.

Podem ainda precisar de um ponto de carga exterior, para carregar a bateria, a menos que a bateria possa ser removida.

Scooters grandes

Estas scooters têm de estar registadas para poderem circular na rodovia. No entanto, em geral, não é necessária uma carta de condução.

As scooters grandes podem circular com mais velocidade, até 15 km por hora, e um alcance de bateria maior, até 48 km antes de recarregar.

Vêm com luzes, indicadores e uma buzina. Em geral, não são fáceis de transportar ou colocar no porta-bagagens do carro, necessitam de um local de armazenamento seguro. 

Estas scooters necessitam de um ponto de carregamento exterior, a menos que a bateria possa ser removida. Precisam também de um círculo de viragem maior devido ao facto de ser um veículo maior.

Scooters elétricas

As scooters elétricas são ajudas à mobilidade comparáveis às cadeiras de rodas, mas com uma configuração motorizada.

Scooters portáteis

Estes aparelhos são mais indicados para quem gosta de viajar e tem um estilo de vida mais ativo.

Estas scooters são geralmente dobráveis, pequenas e leves o suficiente para caber na mala do carro ou carrinha e são construídas para um armazenamento conveniente.

Como escolher a scooter mais adequada?

Muitos fatores vão influenciar a decisão de adquirir uma scooter. Tanto podem influenciar na decisão, as necessidades individuais da pessoa que utiliza a scooter, como as próprias características dos veículos.

Mas antes de avançar e escolher uma scooter deve ter em atenção o seguinte:

Qual a finalidade de utilização

A necessidade é de uma pequena scooter para pequenas deslocações em casa ou num centro comercial, ou ir a casa de alguém por exemplo.

Ou poderá ser necessário um aparelho mais duradouro que se possa usar mais como um carro para viajar para locais mais distantes.

Todos estes fatores devem ser ponderados, tendo em conta a localização geográfica, o tipo de terreno circundante, se é acidentado ou ao ar livre.

Enquanto uma scooter mais pequena pode percorrer caminhos nivelados, será necessária uma scooter com mais potência e rodas maiores se a circulação for numa área com terreno irregular.

Considerar também a aparência física do utilizador. O espaço do assento e dos pés de uma scooter mais pequena são também mais pequenos.

Se a pessoa tiver uma estrutura corporal maior, vai necessitar de um aparelho maior para se sentir mais confortável.

Ajustar adequadamente

Assegurar que a pessoa que vai utilizar a scooter se pode sentar confortavelmente e livremente, medindo a altura do assento e se tem assentos ajustáveis.

Os joelhos devem ser dobrados num ângulo de 90 graus e os pés devem ficar planos no apoio para pés. Também deve ser possível alcançar confortavelmente o volante sem dobrar as costas.

Verificar previamente a capacidade de peso da scooter para ter a certeza de que suporta o peso do utilizador e os objetos que se pretendem transportar.

A estratégia mais fácil para encontrar os modelos mais adequados é consultar um profissional e testar scooters de diferentes modelos antes da decisão de compra.

Capacidade máxima de peso

É fundamental selecionar uma scooter que seja adequada ao peso e estrutura corporal do utilizador, uma vez que pode ter um impacto na estabilidade do veículo, particularmente ao virar.

Considerar também o peso de quaisquer objetos que vão ser transportados, se pode ou não transportar equipamento mais pesado, como tanques de oxigénio, sacos de mercearia ou animais de estimação, para além do peso do utilizador.

Escolher uma scooter na faixa de capacidade a seguir, se se estiver perto do limite de peso, uma vez que as pessoas tendem a ganhar peso quando param de andar frequentemente.

Transportar demasiado peso irá violar a garantia do aparelho, reduzir o desempenho, duração da bateria, e poderá resultar num raio de viragem apertado para os utilizadores, o que pode causar acidentes.

Considerar também todas as características físicas que quem vai utilizar a scooter. O utilizador pode sentir-se desconfortável se for pequeno, mas circular em scooters maiores. Se for alto, precisa de muito espaço para o corpo e para as pernas.

Scooter de 3 rodas e de 4 rodas

Outro fator a ter em conta ao selecionar uma scooter é o número de rodas que serão necessárias.

As scooters são normalmente concebidas com três ou quatro rodas, e cada alternativa tem o seu próprio conjunto de vantagens e desvantagens.

Scooters de quatro rodas

As rodas dianteiras e traseiras oferecem uma boa estabilidade, sendo as scooters ideais para pessoas com problemas de equilíbrio.

Os modelos de 4 rodas permitem maiores velocidades, são mais seguros e mais estáveis, são geralmente também ideais para deslocações em terrenos mais acidentados.

Scooters de três rodas

Uma scooter de 3 rodas tem um raio de viragem mais apertado, o que permite uma grande variedade de opções de acessibilidade.

São mais fáceis de manobrar e adequadas para utilização tanto em interiores como em superfícies planas e pavimentadas.

Têm geralmente mais espaço para as pernas, o que é benéfico para os utilizadores que são mais altos ou que têm joelhos debilitados.

Embora todos os modelos ofereçam segurança, comparando as scooters de 3 e 4 rodas, os modelos de 4 rodas oferecem mais estabilidade e são menos propensos a inclinações.

Os controlos necessários

Para utilizar um volante normal em forma de T, é necessário segurar com ambas as mãos e ter a destreza manual para regular a velocidade e outras características, tais como os sinais de viragem.

Para avançar e recuar na maioria das scooters, é necessária uma pressão contínua, retirar a pressão da alavanca do acelerador e engatar os travões.

Para pessoas que têm menos destreza manual e força nas mãos, são mais adequados os modelos que podem ser utilizados só com uma mão.

Comprar ou alugar?

Se for necessário apenas uma scooter de tamanho normal durante um curto período de tempo, ou para testar para ver como funciona, ou ainda se houver restrições de orçamento, uma scooter alugada ou usada pode ser uma opção mais favorável.

Se por outro lado, for necessário por mais tempo ou para fazer mais deslocações ou percorrer maiores distâncias, talvez compense mais comprar uma scooter.

Fazer um test-drive

É conveniente testar modelos diferentes antes de efetuar a compra. É também aconselhável pedir uma demonstração do aparelho e fazer um test-drive e pedir explicações sobre os diferentes modelos e as suas características.

Conclusão

As ajudas à mobilidade podem facilitar a obtenção de maior independência, melhorando o equilíbrio, reduzindo a carga nos membros inferiores, ajudando também com a postura.

Estas ajudas à mobilidade apresentam uma variedade de tamanhos e estilos e, para serem mais eficazes, devem ser adequadas ao problema físico com o qual o utilizador possa estar a lidar.

A escolha de uma ajuda adequada pode proporcionar uma variedade de benefícios e é vital que seja adequada a cada situação específica.

Algumas pessoas consideram ter uma scooter com uma perda de independência, mas pode melhorar drasticamente a vida quotidiana de quem tem um problema de mobilidade.

Um dos maiores benefícios de uma scooter é a facilidade e simplicidade de deslocação, o que significa que se pode viver a vida de forma independente com muito pouco apoio.

Uma scooter dá a oportunidade ao utilizador de sair de casa e explorar o ambiente circundante ou mais distante. Mesmo coisas simples como ir a uma loja ou  a um parque podem fazer uma enorme diferença na qualidade de vida e bem-estar de quem a utiliza.

Juntos Cuidamos Melhor!

Na Mais que Cuidar encontra uma gama completa de produtos e serviços  que dão uma ajuda importante no apoio e no conforto, prestando cuidados de saúde ao domicilio (apoio domiciliário, fisioterapia, enfermagem) e produtos de apoio para comprar ou alugar.

Os nossos profissionais de saúde e mobilidade estão sempre disponíveis para ajudar a encontrar as melhores soluções para a sua situação específica. Temos ao seu dispor uma linha de apoio de enfermagem 24h/dia 365 dias do ano.

Na Mais que Cuidar poderá contar também com o apoio do médico fisiatra através da consulta ao domicílio ou da teleconsulta.

Referências:

  • Agespace.org
  • HealthinAging.org

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Chamada para rede fixa nacional
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Chamada para rede fixa nacional
Oeiras
Oeiras
Rua Luís Tavares 17
2740-315 Porto Salvo
T. 219 362 035
Chamada para rede fixa nacional
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Chamada para rede fixa nacional
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
Chamada para rede fixa nacional