Central de Atendimento

Como podemos ajudar?
Precisa de ajuda?

A alimentação tem impacto direto na saúde cognitiva na velhice

Alimentação e saúde cognitiva na velhice

Queijo e vinho tinto podem ajudar a melhorar a saúde cognitiva na terceira idade. Este é o resultado de um estudo feito na Universidade do Iowa e publicado no jornal científico Journal of Alzheimer’s Disease, na sua edição de novembro.

Os investigadores analisaram os dados genéticos e de saúde de 1,787 indivíduos com idades compreendidas entre os 46 e os 77 anos. Os participantes completaram também um questionário sobre inteligência, o Fluid Intelligence Test (FIT), numa primeira fase entre 2012 e 2013 e numa segunda fase entre 2015 e 2016.

O teste verifica a capacidade de pensamento rápido em tempo real.

Os participantes deram ainda informações sobre os seus hábitos de consumo de comida e álcool, através de um questionário chamado Food Frequency, onde descreveram os respetivos consumos de fruta fresca, vegetais, peixe, carne, pão, queijo, cereais, chá, café, cerveja, vinho tinto, vinho branco, champanhe e licor.

Depois da análise dos dados os cientistas chegaram aos seguintes resultados:

O queijo surgiu como o alimento com mais efeitos protetores contra o declínio cognitivo característico do envelhecimento, mesmo nos anos mais avançados.

O consumo diário de vinho tinto apresentou uma relação positiva com a melhoria da função cognitiva.

O consumo semanal de carne de cordeiro, mas não de outras carnes vermelhas demonstrou uma melhoria na destreza cognitiva a longo prazo.

O consumo excessivo de sal é prejudicial, mas apenas os indivíduos que estejam no grupo de risco para o desenvolvimento de Alzheimer, deverão controlar o seu consumo, para evitar problemas cognitivos ao longo do tempo.

Dependendo de fatores genéticos, alguns indivíduos parecem estar mais protegidos dos efeitos da doença de Alzheimer, do que outros.

Uma alimentação cuidada e adequada pode ajudar a prevenir a doença e um impacto maior do declínio cognitivo que se desenvolve com a idade.

Referências:

  • Brandon S. Klinedinst, Scott T. Le, Brittany Larsen, Colleen Pappas, Nathan J. Hoth, Amy Pollpeter, Qian Wang, Yueying Wang, Shan Yu, Li Wang, Karin Allenspach, Jonathan P. Mochel, David A. Bennett, Auriel A. Willette. Genetic Factors of Alzheimer’s Disease Modulate How Diet is Associated with Long-Term Cognitive Trajectories: A UK Biobank Study. Journal of Alzheimer’s Disease, 2020; 78 (3): 1245 DOI: 10.3233/JAD-201058
  • Iowa State University. (2020, December 10). Diet modifications — including more wine and cheese — may help reduce cognitive decline, study suggests. ScienceDaily. Retrieved December 12, 2020 from www.sciencedaily.com/releases/2020/12/201210145850.htm

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Central de Atendimento

como podemos ajudar?
Apoio via Whattsapp
Entre em contato
através do Whattsapp.
ABRIR WHATTSAPP
Apoio por Telefone
Contacte-nos todos os dias
úteis entre 10h às 19h e aos
Sábados das 10h às 13h
Lojas de Ortopedia e Geriatria em Portugal
Procuramos estar cada vez mais perto de si.
Venha conhecer-nos! Juntos Cuidamos Melhor.
Porto
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 224 054 146
Lisboa
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T. 210 402 220
Almada
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Faro
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brás de Alportel
T. 289 824 225
4 stars