Linha de apoio ao cliente, 210 819 755

Esporão calcâneo: que é, sintomas, causas, como tratar, tem cura?

esporão calcâneo dor no calcanhar

Já ouviu falar de esporão calcâneo uma doença do foro ortopédico que atinge o calcanhar provocando uma dor intensa, inflamação e inchaço? Saiba os sinais e sintomas, como tratar, se o esporão de calcâneo tem cura e quanto tempo de recuperação após realizar uma cirurgia. Veja também os tipos de palmilhas e calcanheiras em silicone para esporão.

O João de 44 anos é cozinheiro num restaurante em Lisboa, tem excesso de peso e passa muitas horas em pé. Recentemente começou a sentir uma dor intensa no calcanhar direito que lhe limita o andar e causa muito desconforto. Foi ao médico que após alguns exames lhe diagnosticou esporão calcâneo e prescreveu um plano de tratamento.

Na loja online de ortopedia e geriatria ou nos centros Mais que Cuidar no Porto, Entroncamento, Lisboa e Almada poderá encontrar e receber aconselhamento sobre produtos de apoio e cuidados de saúde domiciliários que poderão dar um contributo importante no tratamento do esporão calcâneo.

Em algumas situações em que existe limitações da mobilidade, pode ser necessário o uso temporário de muletas (canadianas), andarilho ou cadeira de rodas. Neste caso pode fazer sentido o aluguer destes produtos de apoio numa loja Mais que Cuidar.

Descubra o que é a esporão calcâneo, as causas, os tratamentos e como aliviar a dor, neste guia completo gratuito que elaborámos para si. Confira!

Esporão calcâneo o que é?

o que é esporão calcâneo

O esporão do calcâneo (osso do calcanhar) surge quando há o crescimento anormal do osso, formando uma saliência óssea. Ou seja, no osso é formada uma protuberância óssea que corresponde a um depósito anormal de cálcio. A maioria das vezes, o esporão localiza-se na parte inferior do calcâneo (“por baixo” do “osso do calcanhar” ou na “sola do pé”) e não é visível desde o exterior.

O calcâneo é o maior osso do pé e é ele que sustenta o peso do nosso corpo. Cientificamente o esporão surge no contexto de microtraumas e inflamação crónica que conduzem à calcificação dos tecidos em volta do calcâneo.

O esporão do calcâneo geralmente aparece na “sola do pé”, no entanto, também poderá surgir na zona em redor do tendão de aquiles. Por vezes, esta doença é referida popularmente como “esporão de galo”, dadas as semelhanças da localização desta saliência óssea com as esporas dos galos.

Nalgumas situações, o esporão do calcâneo pode ser assintomático (sem sintomas). Noutros casos, pode provocar dor no calcanhar bastante intensa e gerar até problemas de mobilidade, devido à dor ao colocar o pé no chão para andar.

Diferença entre esporão calcâneo e fascite plantar?

esporão calcaneo e fascite plantar

Fascite plantar é um processo inflamatório ou degenerativo que atinge a fáscia plantar, uma membrana de tecido conjuntivo que cobre os músculos da sola do pé desde o osso calcâneo, que garante o formato do calcanhar, até a base dos dedos dos pés.

É importante não confundir a fascite plantar com o esporão do calcâneo. São duas doenças diferentes, embora possam ser desencadeadas por lesões muito semelhantes: microtraumatismos e inflamação crónica na região do calcanhar, nas proximidades da inserção do tendão de Aquiles.

No caso específico do esporão, surgem depósitos de cálcio abaixo ou atrás do osso do calcanhar (calcâneo) que formam saliências parecidas com ganchos que lembram as esporas dos pés dos galos (esporão de galo). O esporão do calcâneo pode provocar uma dor aguda, em pontada, que piora com o movimento e melhora com o repouso.

O sintoma característico da fascite plantar é uma dor forte, tipo facada, debaixo do pé, perto do calcanhar. Normalmente, esta dor é mais intensa de manhã, mas alivia durante o dia, com o andar. Geralmente, a fascite plantar é um transtorno de bom prognóstico, mas a recuperação costuma ser bastante lenta.

Causas e fatores de risco do Esporão Calcâneo

esporão calcâneo causas dor calcanhar

O esporão calcâneo surge devido à acumulação de cálcio debaixo do pé durante vários meses, relacionado com o excesso de pressão sobre o mesmo local e principalmente devido ao aumento da tensão sobre a fáscia plantar, que é um tecido que liga o osso do calcanhar aos dedos.

Habitualmente as mulheres são mais afectadas embora alguns estudos referiram que esta doença afecta igualmente homens e mulheres. Apresentamos em seguida os principais fatores de risco:       

Idade   

O esporão calcâneo é mais comum em pessoas com mais idade, sobretudo depois dos 40 anos.

Obesidade

O excesso de peso é uma dos principais fatores de risco porque contribui para aumentar a sobrecarga sobre os pés,

Doenças degenerativas

A artrose (osteoartrite), a artrite reumatóide, a gota, a insuficiência circulatória e outras doenças degenerativas também estão associadas a um maior risco de esporão calcâneo.   

Pé chato ou pé cavo   

A presença de “pé chato” ou um arco plantar muito acentuado podem aumentar o risco de desenvolvimento de esporão calcâneo   

Atividades desportivas

Alguns desportos como o exemplo da dança, futebol, corrida de fundo são um fator de risco importante. Além disso, correr na praia ou em superfícies muito inclinadas pode favorecer o desenvolvimento de um esporão no calcanhar.   

Calçado inadequado

sapatos inadequados esporão calcâneo causas

Usar calçado inadequado (por exemplo, usar salto alto, no caso das mulheres, calçado apertado ou deformado, etc).

Esporão de calcâneo sintomas

esporão calcâneo sinais sintomas

O esporão do calcâneo é na maioria das vezes (cerca de 95%) um problema ortopédico assintomático (sem sintomas) ou causa poucos sintomas, podendo permanecer longos períodos de tempo sem provocar qualquer tipo de incómodo. Os sintomas mais frequentes são:

Dor   

A principal queixa costuma ser dor forte na zona do calcanhar, que alivia com repouso e aumenta com o esforço. É habitual que ocorra depois de um período de descanso, assim que a pessoa se levanta e apoia o peso do corpo sobre o pé afetado ou, então, depois de ficar em pé, imóvel, por muito tempo, ou após realizar atividades físicas intensas. Nestas situações, a dor chega a ser tão forte que a pessoa não consegue ficar em pé e andar.

Inflamação no calcanhar

O esporão do calcâneo pode, ainda, estar associado à dor aguda e penetrante como a de uma facada, quando a zona do calcanhar é pressionada. Nestas situações, o esporão não é a causa da dor nos pés. Ela é provocada pela inflamação crónica que se desenvolveu nos tecidos em redor da lesão óssea.   

Inchaço (edema)

Em alguns casos, pode verificar-se algum edema (“inchaço”) do próprio calcanhar ou até mesmo do tornozelo.

Esporão calcâneo como tratar?

esporão calcâneo como tratar

O tratamento para o esporão do calcâneo deve ser prescrito pelo médico ortopedista após diagnóstico e individualizado a cada doente.

Uma das principais medidas para o tratamento e prevenção do esporão de galo encontram-se as alterações no estilo de vida. A perda de peso (através de uma alimentação adequada, evitar o sedentarismo, etc), de forma a diminuir a pressão exercida sobre o calcâneo, é uma importante medida nos casos onde existe obesidade associada.

De seguida, vamos apresentar as principais estratégias que podem ser utilizadas no tratamento desta patologia:

Fisioterapia

esporão calcâneo tratamento fisioterapêutico

O tratamento fisioterapêutico para o esporão do calcanhar inclui o uso de eletroterapia e aplicação de gelo, para reduzir a inflamação dos tecidos em redor do esporão, aliviando a dor ao andar. Alguns exemplos do que se pode fazer na fisioterapia são:

  • Ultra-som com gel neutro ou com propriedades anti-inflamatórias;
  • Exercícios para estimular a curvatura ideal do pé e a mobilização da fáscia;
  • Laser para ajudar a desinflamar e cicatrizar os tecidos inflamados;
  • Massagem transversa profunda que podem causar algum desconforto, mas liberta a fáscia.

A fisioterapia pode ser realizada de 3 a 4 sessões por semana, até a eliminação dos sintomas.

Remédios para esporão de calcâneo   

Prescrição de medicamentos anti-inflamatórios como por exemplo, o ibuprofeno, geralmente sob a forma de comprimidos e/ou pomada, atua de forma a aliviar a dor e a reduzir a inflamação. A utilização deste tipo de tratamento medicamentoso deve ser sempre feita de acordo com a prescrição médica. O doente não deve automedicar-se, sob pena de poder agravar, ainda mais, o seu quadro clínico.   

Alongamentos para esporão de calcâneo

alongamento esporão calcâneo tratamento

Podem ser utilizados alguns exercícios de alongamento da fáscia plantar, como por exemplo, puxar os dedos do pé para cima durante 20 segundos ou rolar o pé em cima de uma bola de tênis, para melhorar a elasticidade da fáscia e evitar que ela cause muita pressão sobre o esporão, aliviando a dor. 

Também pode fazer-se o exercício de pisar na ponta de um degrau de escada e forçar o calcanhar para baixo, mantendo o alongamento da sola do pé e da perna.

Exercícios físicos

esporão calcâneo fisioterapia exercícios tratamento

Se o doente com esporão calcâneo praticar alguma atividade desportiva, é normal que o médico recomenda a suspensão temporária até que se encontre totalmente recuperado. Isso pode demorar algumas semanas consoante a gravidade da situação.

Existem um conjunto de exercícios físicos que são recomendados para o tratamento do esporão do calcâneo e que podem ser realizados em casa por exemplo com a ajuda de um fisioterapeuta ou por um personal trainer. Deixamos aqui alguns deles:

  1. Andar descalço numa superfície regular sempre que possível, porque isso favorece a alongamento da planta do pé;
  2. Ao acordar, ainda deitado de costas, apontar os dedos pés em direção à cabeça durante 20 segundos. Repetir cinco vezes. Fazer três vezes por dia.
  3. Apoiar os dedos dos pés na parede e o calcanhar no chão. Escorregar os dedos devagar, até que a sola encoste no chão. Manter a posição durante 15 segundos. Repetir três vezes. Fazer três vezes por dia.
  4. Exercício com uma toalha: Sentado numa cadeira, colocar a toalha no chão e tentar agarrá-la e aproximá-la com a ajuda dos dedos dos pés.
  5. Exercício com uma bola de ténis: Colocar a bola de ténis no chão e descalço girar a bola com a planta do pé. Deslizar o pé por cima da bola de forma a fazer uma massagem que vai relaxar a planta do pé.
  6. Girar uma garrafa de água de plástico: encher uma garrafa de água e congelá-la. Colocar a garrafa deitada no chão, cobrir com uma toalha e pisar sobre ela. Fazer um movimento de rotação sobre a planta do pé que deve durar, pelo menos, 5 minutos. Repetir três vezes por dia.

Cirurgia para esporão de calcâneo   

esporão calcâneo cirurgia tratamento

A cirurgia para esporão no calcanhar é utilizada nos casos mais graves para libertar a fáscia plantar e remover o esporão, aliviando definitivamente a dor. No entanto, sendo uma cirurgia, existem alguns efeitos colaterais que podem ocorrer, especialmente formigueiro na região do calcanhar.

Quanto tempo de recuperação da cirurgia de esporão de calcâneo?

Depois da cirurgia, para evitar complicações, é recomendado manter o repouso durante, pelo menos, 2 semanas e manter o pé elevado com almofadas para que esteja acima do nível do coração, evitando que fique inchado e atrase a cicatrização.

A recuperação no pós operatório implica um período de descarga (sem exercer força no pé afetado), habitualmente, entre 3 a 6 semanas. No entanto, o doente não necessita de realizar repouso neste período.
Além disso, o doente só deve começar a fazer carga sobre o calcanhar após indicação do médico. Normalmente, o treino da marcha inicia-se com a ajuda e com a utilização de canadianas (muletas) ou andarilho.

Massagem   

massagem pé esporão calcâneo tratamento

Para massagem no pé pode ser utilizado um bom creme hidratante para os pés ou óleo de amêndoas doces. A própria pessoa pode massajar o seu pé, mas é mais relaxante quando outra pessoa realiza a massagem. Um outro tipo de massagem que pode ser indicada é a massagem transversa realizada exatamente em cima do local da dor, friccionando o local.

Também pode utilizar-se pomadas como o Reumon Gel ou Voltaren para massajar a planta do pé diariamente após o banho ou deixar o pé de molho na água fria, por exemplo.

Acupuntura       

As agulhas utilizadas na acupuntura também podem ser uma boa forma de tratamento alternativo. Cada sessão pode ser feita 1 vez por semana e pode trazer alívio e controle da dor.

Tratamento caseiro

Como tratamento caseiro ou natural o doente poderá na fase aguda fazer a aplicação de gelo que permite reduzir a inflamação e aliviar as dores. 

Por outro lado, para aliviar as dores, na fase menos aguda, o mais indicado já não é o contacto com o frio, mas sim, o contacto com o calor. Devendo, assim, por exemplo, colocar o pé em contacto com a água quente. Esta ação ajuda os músculos a relaxar e vai ajudar a reduzir a dor e a inflamação existente.

Produtos de Apoio

esporão calcâneo tratamento ortóteses palmilhas

Existem alguns produtos de apoio como as ortóteses que podem ser prescritas pelo médico e podem ajudar muito no tratamento. De seguida, vamos apresentar as ortóteses mais utilizadas em casos de esporão calcâneo que ajudam a reduzir a carga sobre o calcanhar, aliviando as dores.

Palmilha em silicone com apoio retrocapital

Calcanheira em silicone com descarga central

Calcanheira em silicone anatómica

Calcanheira em silicone plana para descarga central

Tala multiposicional para o pé e tornozelo

Imobilizador de Tornozelo “Fixo-Walker” – Bota Walker Curta

imobilizador tornozelo bota walker esporão

Calçado adequado

calçados adequados esporão calcâneo tratamento

Usar calçado adequado e cuidar da saúde dos pés, através de ações de higiene pessoal também é muito importante na prevenção e tratamento desta e de outras patologias.

No calçado, se a sola, que é parte que amortece as colisões com o solo, não é maleável, não vai executar bem o seu papel e os impactos mal amortecidos vão prejudicar a recuperação. Assim, deve evitar-se o uso de botas, sapatos, ténis, sandálias, chinelos, etc. que tenham uma sola “dura” (devem ser maleáveis).

Como prevenir?

prevenção esporão calcâneo como evitar

A dor do esporão do calcanhar causa muito desconforto e pode até mesmo impedir de realizarmos as atividades diárias. Desta forma, existem algumas medidas importantes que não tratam diretamente deste problema, mas podem ajudar a diminuir os sintomas que ele causa ou então evitar que ele se desenvolva:

  • Usar sapatos com amortecedores para maior equilíbrio e salto com o mínimo de 2,5 cm de altura (os saltos altos são prejudiciais não apenas para a planta dos pés, mas também para a coluna);
  • Evitar permanecer longos períodos em pé;
  • Controlar o excesso de peso;
  • Usar sapatos fechados e protegidos;
  • Fortalecer a musculatura da planta do pé, fazendo exercícios físicos regularmente;
  • Usar calçado adequado às diversas práticas desportivas;
  • Evitar andar nas pontas dos pés;
  • Fazer rolamentos com uma bola elástica (aquelas que têm umas pontas mais salientes) nos pés. Estes exercícios devem ser feitos três vezes ao dia, repetindo os rolamentos cerca de cem vezes.

Esporão de calcâneo tem cura?

esporão calcâneo tem cura

Os tratamentos para o esporão do calcâneo têm o objetivo de reduzir a inflamação e aliviar a dor na fase aguda. No entanto, estes tratamentos não permitem tratar definitivamente ou “curar” de forma definitiva o esporão de galo. Uma vez desenvolvido o esporão, a saliência óssea não “desaparece” com este tipo de tratamentos.

A única forma de “curar” ou eliminar definitivamente o esporão do calcâneo é através da operação que consiste na remoção cirúrgica da saliência óssea. Nestes casos poderá surgir uma recidiva (voltar a desenvolver a saliência mais tarde).

No caso de ocorrer inflamação da fáscia (fascite plantar) pode demorar mais algum tempo até que os sintomas desapareçam. Contudo, nos casos de maior sucesso, ao fim de dois meses de tratamento já são visíveis resultados muito positivos. Infelizmente, nas situações menos favoráveis, o processo de recuperação pode estender-se até um ano. E, caso não seja adoptado um tratamento adequado, a dor pode vir a tornar-se crónica.

Diagnóstico

esporão calcâneo diagnóstico médico ortopedista

O diagnóstico baseia-se no exame médico realizado pelo médico ortopedista (especialista em ortopedia) e é confirmado pela realização de alguns exames, que permitem excluir outras causas de dor, como a gota ou artrite inflamatória.

Exames

exame radiografia esporão calcâneo
  • Análises ao sangue – são importantes na identificação de outras patologias, como por exemplo, infeção e/ou artrite, etc;
  • Raio-X do pé (radiografia) – É bastante útil para confirmar o diagnóstico. Se o RX for realizado em carga permite excluir doenças degenerativas;
  • Ressonância magnética (RMN) – Torna-se relevante no diagnóstico diferencial de outras doenças, como por exemplo, fratura de stress do calcâneo, entre outras;
  • Outros exames – o médico ortopedista poderá sempre recorrer a outros exames, dependendo da história clínica, em caso de dúvidas suscitadas em algum resultado dos exames, etc.

Conclusão

esporão calcâneo dor calcanhar conclusão

Como vimos no decorrer deste guia, o esporão do calcanhar é uma doença do foro da ortopedia que muitas vezes é assintomático. No entanto, quando surgem sintomas como a dor no calcanhar pode provocar limitações na mobilidade que podem condicionar em muito o dia-a-dia do doente, inclusive provocar incapacidade temporária para trabalhar.

Nos casos em que a dor é muito intensa e causa limitações em andar, o doente pode ter dificuldade em realizar as suas atividades de vida diária como a higiene e cuidar das tarefas da casa. Nestas situações pode ser importante o suporte do serviço de apoio domiciliário temporariamente.

Pode ser importante também nestas situações o aluguer temporário de uma cadeira de rodas, andarilho ou de canadianas (muletas) para melhorar a mobilidade e o andar do doente.

Nas lojas de ortopedia e geriatria Mais que Cuidar no Porto, Entroncamento, Lisboa e Almada pode encontrar produtos de apoio e serviços de cuidados de saúde ao domicílio como a enfermagem ou fisioterapia, que poderão dar um contributo importante no tratamento do esporão calcâneo.

Referências

*Atenção: O Blog Mais que Cuidar é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

LOJAS MAIS QUE CUIDAR PORTUGAL
Porto
Estrada da Circunvalação 14688
4450-097 Matosinhos
T. 22 405 41 46
Porto
Santarém
Av Villiers
Sur Marne 23
2330-218 Entrocamento
T. 249 248 400
Santarém
Lisboa
Rua Manuel Martins da Hora, 2
1750-172 Lisboa
T 210 402 220
Lisboa
Almada
Rua do Regil 21A
2805-234
Almada
T. 210 402 248
Almada
Faro
Estrada Municipal 514
Zona Ind. da Barracha, Lote 11
8150-017 São Brá de Alportel
T. 28 982 42 25
Faro